quarta-feira, 21 de junho de 2017

Raia de alhada

Sempre que podemos fugimos para o litoral alentejano. O tempo ali anda de forma diferente, tudo tem outro cheiro, outra vida. E não escondo a vontade de um dia me mudar definitivamente para lá.

Uma das coisas que fazemos sempre que vamos é aproveitar a proximidade com o produtor e abastecemo-nos de carne, peixe, fruta e vegetais. Vamos a Aljezur comprar peixe e carne, vamos a Odemira comprar queijos e frutos vermelhos, vamos às Brunheiras comprar ovos caseiros, frutas e vegetais acabados de colher. 

E sempre que voltamos a Lisboa levamos o carro cheio de arcas carregadas de coisas boas e a cabeça mais limpa. 

Numa das [muitas] idas à praça de Aljezur compramos uma raia. Há quem a goste de comer em caldeirada, cá por casa gostamos de lhe dar outros destinos...

Um dos destinos deste peixe maravilhoso foi esta alhada. Uma alhada com alcaparras à mistura, mas que ligaram lindamente e quebraram o adocicado deste peixe.

Às vezes fazemos este mesmo molho mas com outros peixes que ligam igualmente bem, mas com esta raia o casamento foi perfeito. Tão simples e tão bom.

 

 
 

Raia de alhada com alcaparras

Ingredientes:
- 1 raia cortada em postas
- 6 dentes de alho
- 1 folha de louro
- 3 colheres de sopa de alcaparras
- sal, azeite e salsa qb

Preparação:
Pré-aqueca o forno a 200º.

Numa frigideira deite um fio de azeite e aloure as postas de raia temperadas com um pouco de sal. O objetivo é só dares-lhe cor porque vão terminar de cozinhar no forno. Reserve.

Junte os dentes de alho laminados, as alcaparras e a folha de louro e deixe alourar ligeiramente. Adicione mais azeite se necessário. 

Adicione as postas de raia reservadas e leve ao forno por cerca de 10 minutos.

Finalize com salsa picada e caso aprecie com umas gostas de sumo de limão.

sábado, 17 de junho de 2017

Leite de coco e Panquecas

Quando comecei a ler rótulos de embalagens fiquei horrorizada. A lista de ingredientes que não reconheço como comida, isto é, como não tendo crescido nas árvores, no mar ou em pasto, é impressionante o que acabou por criar em mim a reação óbvia de eliminar grande parte da lista de compras.

Cá por casa sempre preferimos fazer em vez de comprar, mas sem dúvida que atingimos um novo nível quando começamos a fazer, por exemplo, o leite de coco. Não conseguimos encontrar uma única marca no supermercado que contivesse apenas água e coco e quando percebi a simplicidade que acarreta fazer leite de coco, nunca mais voltei a comprar. Na verdade, sempre que faço leite de coco, faço também farinha de coco e nada é desperdiçado. Para além de ficar infinitamente mais em conta. 

Como tenho feito leite de coco todas as semanas, todas as semanas tenho farinha de coco para gastar. O que acabou por ser o mote das panquecas que também trago hoje. Embora a textura das panquecas esteja longe da textura de uma panqueca normal, como são conhecidas, não deixam de ser saborosas ainda assim é uma ótima sugestão para um pequeno almoço diferente. Mais um. Espero que gostem da sugestão. 


Aproveito para partilhar convosco uma lista de ingredientes a que devem estar atentos quando olharem para os rótulos das embalagens que costumam comprar. 
 
 
 
Leite de coco
[faz 1 litro]


Ingredientes:
- 200 gr de coco desidratado (os ingredientes devem ser só coco desidratado, nem sempre é)
- 1 litro de água

Preparação:
Coloque a água a ferver. Num robot de cozinha coloque o coco e verta por cima a água quente. Deixe repousar por 30 minutos. Findo o tempo triture bem. Deixe repousar mais uns 15 minutos e volte a triturar bem. Com o auxílio de um passador de malha fina coe o líquido que obteve. Coloque o coco que ficou no passador num pano de algodão fino e esprema bem até retirar o máximo de líquido que conseguir. 

Depois de frio coloque no frigorífico onde se aguenta por 5 dias. Se não for para consumir de imediato, congele em porções para ir utilizando quando necessitar. 

Se o leite de coco for para beber pode reduzir a quantidade de coco para metade ou aumentar a quantidade de água para o dobro. Este leite de coco fica "grosso" e obtém uma "nata" bem espessa que pode depois utilizar para fazer chantilly de coco. Sim existe! :-)

 

 
Panquecas de coco e maçã reineta
[serve 2 pessoas]

Ingredientes:
- 50 gr de coco ralado
- 4 ovos
- 1 maçã reineta ralada (150 gr)
- 1 colher de chá de mel
- 1 colher de chá de canela em pó

Preparação:
Misture bem todos os ingredientes e numa frigideira anti-aderente vá deitando porções da massa e virando à medida que a massa for ficando cozida.

Sirva com fruta ou com mel e nozes. Uma combinação deliciosa. Não ficam fofas e com a textura das panquecas normais, mas nem assim menos deliciosas.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Pesto

Há sabores tão simples e tão bons... Normalmente a base são ingredientes simples e o resultado final é muito mais do que a soma de todos os ingredientes que o compõem. São combinações únicas.

Assim o é o pesto, um molho italiano feito com manjericão, pinhões e queijo parmesão e cujo resultado final é aromático, versátil e delicioso. É daqueles ingredientes que tenho sempre pronto a usar, mesmo quando já não há manjericão. Sendo um ingrediente sazonal, aproveito quando está no seu ponto máximo, na sua época alta e faço pesto para congelar e usar quando preciso. É tão simples que não há explicação para comprar já feito, cheio de corantes e conservantes e ingredientes difíceis de pronunciar. 

A receita original leva apenas manjericão, mas esta minha versão, menos acre, leva também rúcula. Assim como em vez de usar apenas pinhões, uso uma mistura de amêndoas e pinhões em partes iguais. Se preferir mantenha-se fiel à receita original, ou então combine da forma como preferir, na quantidade dos ingredientes que tem em casa, mantendo apenas a relação na quantidade de ingredientes. Ainda assim, vá provando e ajustando os sabores até estar no ponto que gosta.

Depois da receita feita e ter congelado uma porção não resisti e fiz uma receita muito simples, para um jantar rápido e ligeiro. A ideia não é original, há inúmeras receitas semelhantes pela blogosfera, a que junto esta minha versão que espero que contribua para o vosso plano de receitas semanal.

 


 

 
 
 Pesto e Zoodles com pesto e abacate

Ingredientes para o pesto:
- 30 gr de folhas de manjericão 
- 30 gr de folhas de rúcula 
- 30 gr de pinhões
- 30 gr de amêndoas em pele
- 80 gr de queijo parmesão ralado (usei grana padano)
- 90 gr de azeite
- 1 dente de alho grande
- 1/2 colher de chá de flor de sal
- 1 colher de sopa de sumo de limão

Ingredientes para os zoodles:
- 3 colheres de sopa cheias de pesto
- 2 abacates pequeno ou 1 grande
- 2 curgetes 
- uma mão cheia de tomates cherry 
- queijo parmesão ralado e pimenta preta moida no momento qb

Preparação do pesto:
Lave bem as folhas de manjericão e de rúcula e seque bem. Num robot de cozinhe coloque as folhas e o dente de alho e triture. Junte os pinhões, a amêndoa, o sal e o azeite e volte a triturar. Junte o queijo e o sumo de limão e triture até obter um molho cremoso. Se quiser um molho mais líquido adicione um pouco mais de azeite. Prove e retifique a quantidade de sal.

No frigorífico conserva-se por 5 dias. Se não for para utilizar logo, aconselho a congelar em covetes do gelo e retirar à medida que for utilizando. É muito pratico.

 
 
 

Preparação dos zoodles com pesto e abacate:
Com um spiralizador ou uma mandolina transforme duas curgetes grandes em zoodles. 

Abra os abacates, retire a polpa e esmague com um garfo. Junte o pesto e combine bem. Se preferir um sabor a pesto mais intenso. Adicione mais pesto.

Coloque uma frigideira ao lume e adicione os zoodles e o molho de abacate e pesto. Misture bem até ligar. Prove e retifique os temperos.

Distribua os zoodles com pesto e abacate nos pratos, moa um pouco de Pimenta preta, adicione os tomates cherry cortados ao meio e finalize com parmesão a gosto.

Simples e delicioso!

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Iogurte e abacate

Não sou bom cozinheiro, mas sempre adorei ver pratos perfeitamente preparados e como tal sempre que faço algo na cozinha, tento dar uma apresentação que esconda a minha falha gastronómica. 


Para mim as sobremesas são os pratos campeões no que diz respeito ao aspeto visual o que as torna muito apetecíveis, e me fazem ficar com vontade de comer algo… Sempre achei que comia mais com os olhos e é bem verdade.


Ter um regime alimentar que foge às regras e normas que nos incutem na nossa sociedade, faz com que qualquer prato confecionado por nós seja sempre algo que todos veem com desconfiança e que ninguém deseje.


Não há nada mais errado e tento provar isso mesmo com a sobremesa que resolvi fazer lá em casa, aproveitando todos os conhecimentos que vou absorvendo da minha Sónia, pois para mim culinária é a arte de conseguir juntar sabores e retirar deles experiências únicas que desejamos partilhar com todos, e como não faço a menor ideia de como ligar os sabores, aproveito-me da Sónia para conseguir entender o que liga com o quê…


Resolvi por isso ligar Abacate, iogurte grego morango e frutos secos, numa sobremesa fresca para os dias de verão. Espero que gostem…


 
 
 
 
 
Sobremesa de iogurte e abacate
[serve 2]

Ingredientes:

- 2 abacates maduros

- 1 a 2 colher de chá de mel

- 6 colheres de sopa de iogurte grego

- Pinhões qb

- Amêndoas palitadas qb

- Doce de morango e framboesa (ESTE)

- 2 Physalis

 

Preparação:

Retirar a polpa dos abacates para uma taça e esmagar com um garfo, juntando 1 ou 2 colheres de chá de mel. O mel deverá ser adicionado a gosto, mas não precisa de muita quantidade.


Numa taça de vidro, colocar metade da quantidade do abacate que acabámos de esmagar. Por cima em camada colocar 3 colheres de sopa de iogurte grego (sem açucar).

Por cima do iogurte grego colocar 1 colher de chá de doce de morango e framboesa.


Numa frigideira colocar os pinhões e as amêndoas palitadas e deixar alourar o suficiente para puxar pelo sabor destes frutos secos. Quando arrefecerem polvilhar a taça da sobremesa.


Por fim abrir a physallis e colocar a enfeitar a sobremesa. Dei um toque com um fio de mel por cima da physallis.

 

terça-feira, 6 de junho de 2017

Banana split

Quase que podia criar uma nova rubrica no blog entitulada "pequeno almoço ou sobremesa?" Sim, hoje volto a trazer uma sugestão de pequeno almoço que parece tirada de um buffet de sobremesas. Mas garanto que pode comer sem sentimentos de culpa.

Não esteja à espera que o sabor seja sequer parecido ao do gelado que dá o nome a este post, mas posso garantir que visualmente engana bem e é delicioso. Tão simples quanto descascar uma banana e cobrir com mais uma ou duas coisas. Perfeitamente adequado a um pequeno almoço apressado (não são todos?). Esta banana split acompanhei com uns ovos mexidos com tomate cherry. E garantiu-me energia até às 13 horas.

 
 
 
Banana split
[serve 2]

Ingredientes:
- 2 bananas
- 4 colheres de sopa de iogurte grego
- 10 morangos pequenos
- uma mão cheia de pinhões misturados com amêndoa laminada

Preparação:
Lave bem os morangos, retire o pé e corte em lâminas. Coloque numa frigideira e em lume brando deixe cozinhar até que comece a desfazer-se. Reserve.

Torre ligeiramente os pinhões e amêndoas numa frigideira anti-aderente. Reserve.

Em cada tigela coloque uma banana e por cima de cada uma duas colheres de sopa de iogurte grego. Dívida a calda de morangos pelas duas taças e polvilhe com os frutos secos torrados reservados. Delicie-se!


Se os morangos não forem suficientemente doces, eventualmente irá sentir falta de um pouco de mel.

Inspirei-me em algo que vi na blogosfera, não sei precisar onde, e por isso infelizmente não consigo dar os devidos créditos. As minhas desculpas. 

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Cheesecake aldrabado

Se o mote da nossa vida fosse sempre simplificar, tudo seria mais simples... E delicioso.

Num destes finais de dia fiz Granola. Estava a arrefecer em cima da banca quando começamos a jantar. O cheirinho aromático fez-me ter vontade de improvisar algo para a sobremesa. 

Demorou pouco mais de 30 segundos. Sabia o que tinha no frigorífico. Requeijão de cabra, doce de morango e framboesa... Claro que só podia sair um cheesecake aldrabado. Não tivesse logo eu pensado nele quando comprei o requeijão e as framboesas... Embora estivesse longe de imaginar que a falta de tempo me impossibilitasse de fazer a versão tradicional mas fizesse chegar até mim uma alternativa à altura. O risco é só mesmo ser demasiado rápido de fazer e bom demais. Tão bom que enquanto eu tirava fotos do meu, o marido já estava a comer a segunda taça! Brutal!

 
 
 
 

Cheesecake aldrabado

Ingredientes:
- Granola a gosto (ESTA)
- requeijão de cabra a gosto
- doce de morango e framboesa a gosto (ESTE)
- framboesas para decorar

Preparação:
Em cada taça espalhe um pouco de Granola no fundo. Esfarele grosseiramente por cima um pouco de requeijão de cabra. Coloque por cima doce a gosto e finalize com mais Granola e framboesas para decorar. E depois tente comer com moderação. :-)

domingo, 28 de maio de 2017

Granola

Nunca me lembro de ter comprado cereais ou Granola. Desde sempre a fiz em casa e embora não fosse um ritual comer-se cereais com leite ou iogurte, sempre gostamos de petiscar a granola como um snack.

Uma das razões porque sempre fizemos Granola em casa foi porque a minha Joana sempre me pediu e é uma das que mais a consome. Adora passas e frutas secas, que coloco sempre, e que ela pesca entre um floco e outro.

Antes fazia com uma mistura de flocos de diversos cereais e tinha o cuidado de que fossem integrais. Hoje sei que o problema está na utilização de cereais, sejam eles mais ou menos integrais... 

Agora faço com aveia sem glúten, numa proporção substancialmente inferior à dos restantes ingredientes. Para uma Granola totalmente paleo substitua a chávena e meia de aveia sem glúten apenas por frutos secos e sementes. 

Esta é a versão cá de casa. Pelo menos esta semana... Andamos sempre a por e tirar ingredientes e ficam sempre únicas. 

Com esta Granola, ainda morninha fizemos um cheesecake aldrabado que ficam de chorar por mais... Em breve partilho convosco.

 

  

Granola
[um frasco de 1 litro]

Ingredientes:
- 1 chávena e meia de flocos de aveia sem glúten
- 1 chávena de mistura de nozes com cajus
- 1 chávena de mistura de amêndoas, avelãs e sementes de abóbora
- 1/2 chávena de lascas de coco ou coco ralado desidratado
- 1/2 chávena de mistura de passas, figos secos e ananás seco
- 1 colher de sopa de mel (opcional)
- 1 colher de sopa de óleo de coco
- raspa de 1 laranja
- sumo de 1/2 laranja

Preparação:
Pré aqueça o forno a 160º. 

Coloque a aveia, os frutos secos e o coco num robot de cozinha e processe umas 5 vezes. O objetivo é obter pedaços de diferentes tamanhos. Distribua em cima de um tabuleiro forrado com papel vegetal.

Junte o óleo de coco, o mel e o sumo de laranja e misture bem.

Leve ao forno por 12 minutos e findo o tempo misture. Volte a levar mais 12 minutos e volte a misturar. Deixe por mais 5 minutos e desligue. Delicie-se... O aroma e sabor a laranja é celestial.