Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Chia com amoras e maracujá

Raramente tenho fome a meio das refeições, mas não dispenso um pequeno snack, não vá dar-me a fome num dos dias. As máquinas de vending não são opção e fico com fome só de pensar... Em ter fome. Sou como aquelas pessoas que precisam de ter um maço de cigarros na mala, embora estejam a deixar de fumar... 
Normalmente tenho frutos secos, uma peça de fruta, qualquer coisa muito simples. Mas às vezes apetecem-me coisas mais elaboradas (ou não), especialmente em algumas alturas do mês... 
Seja para um pequeno almoço, seja para um lanche, seja para uma sobremesa, deixo-vos uma sugestão com sementes de chia e duas das frutas da estação - amoras e maracujás... Esta última uma fruta que aprendi a gostar muito recentemente, quando o palato se desabituou do açúcar e todas as frutas me passaram a parecer doces! Deliciosamente doces! 
E quando tenho a sorte de me cruzar com uma empresa que produz maracujás sem químicos, sem aditivos, então isso é ouro sobre azul! Sempre privilegio empresas familiares…
Mensagens recentes

Espetadas de salmão

Não, hoje não vos vou ensinar a fazer espetadas. Hoje trago uma sugestão que adoramos cá por casa, especialmente a mais pequena. E todos os truques do mundo são poucos quando queremos po-los a comer peixe, certo? Cá por casa descobrimos que as espetadas são uma ótima forma de por as crianças a comer... Seja peixe, seja carne, seja fruta. Vá lá saber-se porquê... Mas resulta!
Como sabemos que o salmão chega à 3ª e 5ª a Portugal, num desses dias vamos à makro e compramos um salmão inteiro. Desse salmão cortamos lombos para fazer no forno ou grelhar, cortamos cubos para espetadas e as aparas guardamos para saltear com legumes, quando não são usadas para sashimi improvisado.
Como é um peixe que comemos muito cá por casa, esta foi a forma que encontramos de rentabilizar o investimento. Comprar postas de salmão a vulso sai mais caro, sabiam? O mesmo se aplica a comprar peitos de frango ou pernas. Sai sempre mais caro do que comprar o frango inteiro.
Claro está que se o salmão for selvagem, tan…

Pão saudável

Desde 2009 que faço o nosso próprio pão. Primeiro com todos os ingredientes “normais” de um pão (falo em especial do trigo) e em todos os formatos que conhecemos... mas com a mudança de estilo de vida, em que os cereais e o açúcar deixaram de fazer parte da nossa lista de ingredientes, foi necessário ler outras receitas, testar outras técnicas e adaptar o pão ao novo estilo de vida. Embora a base da nossa alimentação seja carne, peixe, fruta e vegetais, ficaram para trás 50 anos de alimentação mediterrânea em que o pão tem presença obrigatória e mais ainda quando temos raízes alentejanas.
Não somos celíacos, nem diabéticos, nem temos doenças conhecidas, mas mudar faz parte da vida e foi o mudar que nos permitiu conhecer outros sabores e outras realidades. Não somos radicais ou fundamentalistas, embora hoje em dia, quebrar com o status quo, seja sempre considerado radicalismo ou seita ou dieta da moda... ou algo depreciativo, que a industria alimentar e farmacêutica vai incutindo em tod…

Feijão verde de tomatada

O que se faz quando recebemos no cabaz da semana tomate carnudo, biológico, maduro, vermelho, intenso e feijão verde para um regimento??? Aqui por casa fazemos um prato delicioso que nos enche as medidas... Feijão verde de tomatada! Com ovos escalfados. Nunca provaram? Mas fazem ideia da lacuna grave? Vão lá fazer que eu conto! Não se vão arrepender...



Feijão verde de tomatada
[serve 2 pessoas]
Ingredientes: - 800 gr de tomate maduro - 400 gr de feijão verde (peso já preparado) - 1 cebola - 2 dentes de alho - azeite, sal e oregãos qb - 30 ml de vinho branco - 4 ovos de galinhas felizes
Preparação: Prepare o feijão verde. Corte as pontas e com um descascador de batatas elimine o fio. Corte o feijão ao meio, no sentido do comprimento.
Pique a cebola e os alhos e aloure no azeite. Prepare o tomate, descasque-o e abra no sentido longitudinal. Retire as sementes e pique bem. Adicione a polpa ao refogado, junte sal a gosto e deixe apurar uns 15 minutos. Vá refrescando com o vinho branco e vá juntando ág…

Tarte rústica de cereja e chocolate

Antes de ir para férias costumo fazer uma lista de receitas que quero fazer/experimentar. É em férias que tenho mais tempo para dedicar à cozinha, à criação de sabores novos com que mimo os meus. Há quem goste de ler, ouvir música, estar deitado na praia. Eu gosto de tudo isto, mas gosto muito de mais de cozinhar... 
Uma das receitas que levava para fazer era uma tarte rústica que tinha espreitado AQUI. O difícil não foi arranjar tempo, mas arranjar cerejas que não desaparecessem logo a seguir a serem compradas... E em duas semanas, foram algumas as vezes as que as comprei e muitas as vezes em que desapareceram. E mesmo no último dia, no domingo, já em compras para a semana de trabalho lá comprei as benditas cerejas, arregacei as mangas e fiz finalmente a tarte! Mesmo ao fechar do pano destas férias que me souberam tão bem. 
A receita guardada foi o mote, mas acabei por adaptar a receita de galette que sempre fiz cá em casa (ESTA), aos novos ingredientes que usamos. E assim fizemos uma …

Salmão com salsa de manga

É quando estou de férias que me sinto mais inspirada na cozinha. Não que não saiba bem ter alguém que cozinhe para nós em férias, já que passamos tantos dias da semana a cozinhar. Mas porque normalmente comer fora em férias é uma dor de cabeça... Filas intermináveis, mau serviço, preços inflacionados, comida de baixa qualidade. São tão raras as exceções, que opto por me organizar e comer a maioria das refeições em casa. 
Para não me ocupar demasiado tempo, opto sempre por refeições práticas e rápidas. Com ingredientes simples e acompanhamentos versáteis.
Durante a semana tenho publicado na página de facebook do blog algumas fotos de almoços de verão, rapidos e simples e hoje trago uma receita também ela muito pratica e rápida. A salsa de manga já não é novidade por aqui, mas conjugá-la com salmão foi uma experiência feliz. A minha Joana, que é esquisita até mais não, adorou. 
O doce e salgado ligam lindamente. Experimentem e contem-me se é ou não uma refeição soberba! Feita em pouco mais…

Scones saudáveis

Manter pequenos almoços saudáveis diariamente e que não levem ao enjoo de ser sempre a mesma coisa, exige alguma pesquisa, invenção e tempo. Não que seja preciso muito tempo de manhã para o confecionar, mas porque a Sónia dispende algum tempo do dela a procurar outras soluções e depois faz me o favor de me as enviar para eu ter opção de escolha. 
Fazer pequenos almoços dá-me prazer, pena tenho de ainda não ter conseguido que a minha princezinha de 8 anos ainda não tenha percebido que existe muita coisa boa para comer para alem do leite com cereais... De vez em quando lá a conseguimos demover da regra dela, quando tem o espirito mais aberto e está mais bem disposta... e depois lá diz que gosta muito e gosta de ser “pálida”...
Gosto de scones, ainda me lembro da primeira vez que os comi, foi no centro comercial do Saldanha, na cave e acompanharam com um chá Earl Grey... junto com um amigo de trabalho... no meio de dois turnos na informática do banco onde trabalhamos... já lá vão uns anos.