Avançar para o conteúdo principal

Tortilhas de frango

A tentativa de comermos melhor, de forma mais saudável e equilibrada, tem continuado cá por casa. Tento chamar assim, porque o nome ‘dieta’ deixa-me com urticária e numa ansiedade imensa que se traduz numa vontade louca de comer asneiras…

Numa destas noites lembrei-me de fazer uns crepes de frango para levar no dia seguinte para o almoço no trabalho. Uns crepes simplificados, que na verdade não levam na sua composição crepes, mas tortilhas mexicanas que enrolo como se fossem wraps ou mesmo crepes… confuso?

Gramatica à parte, adoro refeições assim e normalmente preparo um molho à base de maionese e caril, que acho que liga lindamente com frango, ou então utilizo abacate esmagado, para dar a cremosidade que faz falta no conjunto. Mas os abacates na fruteira estavam demasiado verdes… E, dado que estamos a tentar comer melhor, utilizar maionese não é opção…

Em busca de inspiração abri o frigorífico e dei de caras com os queijos da Marinhas, recém recebidos, ao abrigo da parceria realizada com o blog. E quando vi a bisnaga de queijo creme claro está que percebi logo como ia dar a volta ao assunto. Especialmente porque o queijo tem menos 30% de gordura!!!!

Tenho de confessar que quando vi pela primeira vez a bisnaga pensei “quem se lembraria de colocar queijo numa bisnaga?”. Depois desta experiência fiquei certa do quanto pode ser prático de utilizar e da qualidade superior dos lacticínios. Estou ansiosa por experimentar o resto da gama! Já ando com umas ideias…. Sempre na ótica do ‘comer melhor’, prometo!

_______________________

Wraps de frango lights

[fez 6]


Ingredientes:

- queijo de bisnaga das marinhas

- rúcula

- folhas de alfarce

- 1 peito de frango

- 7 tortilhas (usei de trigo com alho e salsa do Lidl)

- 1/2 pepino

- 1 tomate

- 2 dentes de alho

- tomilho

- sal e azeite qb


Preparação:

Corte o peito em bifes e tempere com sal, e tomilho seco. Aloure num pouco de azeite e tire e desfie. Aloure o alho em lâminas e reserve.

Aqueça cada tortilha (sem gordura, numa frigideira antiaderente), para facilitar o enrolar e comece por queijo, de seguida alface, rúcula, pepino e tomate, o frango desfiado e termine com o alho. Repita até esgotar os ingredientes. Enrole e está pronto a comer ou levar na marmita!

_______________________________

 

Comentários

  1. Ficou um refeição deliciosa!
    beijinhos e um bom dia :)

    ResponderEliminar
  2. Esse queijo é fantástico, cá em casa adoramos.

    ResponderEliminar
  3. Adoro wraps, são tão simples e saudáveis! :D

    Beijinhos e tem um óptimo dia! :D

    ResponderEliminar
  4. Nunca comprei este queijo, mas confesso que fiquei tentada a experimentar :) Adoro este tipo de refeição. Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Que belo petisco, bem saudavelzinho!
    Kiss, Susana

    ResponderEliminar
  6. Estão uma delícia!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  7. Saudavel, delicioso e perfeito para levar na marmita

    ResponderEliminar
  8. Muito bom, também gosto muito. Não conheço esse queijo de bisnaga.

    Beijocas

    Paula

    ResponderEliminar
  9. Decididamente tenho que começar a mudar a minha lista de compras!!
    Mas as refeiçoes ca em casa sao solitarias e penso sempre nos catraios! MAs olha que se calhar até comeriam assim o wrapss!! Eu como de certeza e vou experimentar!! Essa do queijo na bisnaga é um invento! Evitas sujar facas!!!
    :))
    Beijinhos muitos!

    ResponderEliminar
  10. E ficou uma deliciosa refeição.
    Já usei esse queijo é mesmo muito bom.
    bjs

    ResponderEliminar
  11. Que coisa boa Sónia !!! Adoro estas refeições assim: Simples , Saborosas , Saudáveis e cheias de cor!
    Beijinhos doces amiga :)

    ResponderEliminar
  12. Adoro este tipo de wraps... a alusão a comida mexicana deixa-me logo mais bem disposta!
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Parece Delicioso… Huuuuuuuuuuuummmmmmmmmmmm!!!
    Fiquei com "água na boca" :0)
    Beijos Márcia (Rio de Janeiro - Brasil)

    http://decolherpracolher.blogspot.com

    ResponderEliminar
  14. Eu gosto muito destas refeições e com o tempo a melhorar, sabem mesmo bem pratinhos mais leves! Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Que óptima sugestão, Sónia! É uma receita até bastante simples, ideal para um piquenique, ou para um lanche ajantarado de Domingo.
    Adoro este tipo de refeição. ;)
    Beijinho.

    Célio Cruz

    ResponderEliminar
  16. Que bom aspecto e agora com este solinho apetece algo mais fresco!

    ResponderEliminar
  17. Estes pratinhos mais leves sabem sempre tão bem e com os dias quentes ainda mais! Ótima sugestão!

    ResponderEliminar
  18. Olá, querida!

    Que lindas ficaram essas tortilhas!

    Vontade de fazer agora para o jantar! Perfeitas!

    Adorei.
    Um abraço, Fábio.

    ResponderEliminar
  19. Que tortilhas deliciosas, aqui em casa também gostamos muito com frango :) Ficou uma refeição bem boa. Esse queijo ainda não conheço, ver se quando for aí me lembro de trazer para experimentar:) beijinhos e bom fds

    ResponderEliminar
  20. Minha querida, obrigada pelo carinho... a palavra dieta também só me faz cometer loucuras, prefiro abster-me de pensar sequer nela... gostei bastante da tua sugestão mas o queijo é que nem em bisnaga... Assim em crú não consigo comer queijo... Mas nas férias terei de o trazer comigo pois o companheiro é apreciador e de vez em quando há que satisfazer vontades...

    beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar
  21. Olá Sonia :)

    Uma refeição bem saudável, nutritiva e deliciosa nos trazes, com a mais valia do sabor do queijo das Marinhas, que é absolutamente fantástico ! :)
    Vais adorar os outros produtos, vais ver ! :)

    Beijos

    Isabel

    ResponderEliminar
  22. Adorei esta sugestão para o meu almoço e saudável :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Pão

Pão... Fazer pão sempre foi para mim uma arte, uma técnica basilar e por essa razão sempre gostei de fazer o meu próprio pão, de experimentar receitas novas, de usar ingredientes novos, novas combinações. Embora não seja nascido no Alentejo, a minha familia é toda alentejana, os sabores sempre foram alentejanos e é a gastronomia com que mais me identifico, de onde o pão é quase a sua base culinária. 
Termos aderido a um novo conceito de alimentação, onde o trigo não entra, fez-me repensar o pão. Apesar de não precisar de pão na minha dieta, somos bombardeados de todo o lado pelo pão... nas reportagens televisivas sobre a Páscoa, nos restaurantes, nas feiras, etc., por isso resolvi pegar nas farinhas aprovadas na alimentação paleo e fazer o meu próprio pão. 
Peguei nos vários conceitos que li sobre o pão, nas várias experiências falhadas nestes meses e produzi o meu Pão, sem glutén, sem trigo e saboroso... nham. Ficou um bocadinho achatado, mas acreditem que ótimo de sabor. 
E é com est…

Cheesecake aldrabado

Se o mote da nossa vida fosse sempre simplificar, tudo seria mais simples... E delicioso.
Num destes finais de dia fiz Granola. Estava a arrefecer em cima da banca quando começamos a jantar. O cheirinho aromático fez-me ter vontade de improvisar algo para a sobremesa. 
Demorou pouco mais de 30 segundos. Sabia o que tinha no frigorífico. Requeijão de cabra, doce de morango e framboesa... Claro que só podia sair um cheesecake aldrabado. Não tivesse logo eu pensado nele quando comprei o requeijão e as framboesas... Embora estivesse longe de imaginar que a falta de tempo me impossibilitasse de fazer a versão tradicional mas fizesse chegar até mim uma alternativa à altura. O risco é só mesmo ser demasiado rápido de fazer e bom demais. Tão bom que enquanto eu tirava fotos do meu, o marido já estava a comer a segunda taça! Brutal!





Cheesecake aldrabado
Ingredientes: - Granola a gosto (ESTA) - requeijão de cabra a gosto - doce de morango e framboesa a gosto (ESTE) - framboesas para decorar
Preparação: E…