Avançar para o conteúdo principal

Leite de soja

Se deixasse de comer tudo o que, por uma razão ou por outra, faz mal, diria que morreria à fome. Mas isso não significa que não me esforce por comer o mínimo de produtos manufaturados, ou não tenha preferência por produtos biológicos. Ainda que estas escolhas sejam muitas vezes também condicionadas pelos custos dos produtos ou pelo tempo disponível que temos para substituir os produtos de compra, por produtos feitos em casa.

Comecei desta forma para vos explicar a razão porque decidi fazer leite de soja em casa.

Em primeiro lugar porque o leite de soja de compra é manufaturado (com todos os corantes e conservantes). Em segundo lugar porque é caro. Em terceiro lugar porque detesto o sabor e o acho totalmente artificial. Em quarto lugar porque me cansei de ler que o leite de soja leva químicos (alguns referem lixivia) para que sejam brancos.

Faço leite de soja uma vez por semana, cerca de 2 litros. Demoro cerca de 10 minutos a fazê-lo. Adoro o sabor suave. E não tem corantes nem conservantes. Julgo que fiz a melhor opção para mim. Com certeza será bem mais natural.

Depois de ler muito sobre o tema em alguns sites estrangeiros, decidi fazer o leite de soja de uma forma ligeiramente diferente do que tenho lido.

Se experimentarem contem-me como correu, sim

______________________________

Leite de soja

[faz 2 litros]


Ingredientes:

- 2 l de água

- 100 gr de grãos de soja (preferencialmente biológicos)

- 35 gr de flocos de aveia

- 30 gr de açúcar amarelo (opcional)


Preparação:

Coloque os grãos de soja de molho entre 8 e 12 horas. Coloque os grãos, junto com a aveia, no copo da Bimby e adicione 1 litros de água. Processe 15 segundos velocidade 5. Findo o tempo, coe por um passador fininho tendo o cuidado de voltar a colocar no copo os resíduos de soja moídos (chama-se okara e podem utilizar para enriquecer bolos, fazer hambúrgueres, etc.). Volte a juntar mais 1 litro de água e a processar mais 15 segundos velocidade 5. Coe novamente. Junte o leite de soja coado ao copo da Bimby (limpo) e adicione o açúcar. Programe 35 minutos, 100º, velocidade 2. Findo o tempo, elimine com uma colher a espuma que ficou ao de cima e está pronto a utilizar. Reserve no frigorífico depois de frio.


Nota: Caso não tenha Bimby, pode utilizar outro robot de cozinha para moer o grão e os flocos de aveia.

______________________

 

 

 

 

Comentários

  1. Boa! Por acaso sou intolerante à lactose e só bebo bebida de soja. Nunca experimentei fazer em casa e alhor para este rico copinho e a ulgar pelos ingredientes e pela cor dá-me vontade de experimentar. Vou levar comigo a receita. Obrigado pela sugestão. Ficou a dica. ;)

    Beijinhos;

    Aurea Neves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Aurea. Cá por casa todos bebemos soja, uns por opção, outros por intolerância à D. Vaca :-). Esta foi até hoje a versão que mais gostamos. Se experimentares conta sim?

      Um beijinho

      Eliminar
  2. Nunca pensei em fazer leite de soja em casa. Fiquei curiosa e com vontade de experimentar.

    Beijinhos,
    Clarinha

    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Clara! Em primeiro obrigado por mais esta visita :-). Este leite de soja é bastante bom para quem transita do leite de vaca para o leite de soja porque não tem um sabor demasiado intenso a soja. Há já muita gente que opta por fazer o leite em casa, mas de todas as receitas que experimentei está foi mesmo a que mais gostei! Espero que goste!

      Eliminar
  3. olá
    Fiz esta receita, mas com temperatura de 100º, veio tudo por fora quando começou a ferver...
    Tirando isso ficou gostoso e saudável!
    Cumprimentos de uma escorpiã tb de 11 de novembro...
    Lozinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lozinha faço esta receita todas as semanas há cerca de 1 ano e nunca veio para fora... Estranho... Não é suposto vir para fora. Atenção que os 2 litros de água acabam por traduzir-se em menos (cerca de 1,8l) depois de filtrar a soja e aveia. Será que obteve mais quantidade de líquido? Se voltar a experimentar, depois conte-me se voltou a acontecer porque nunca me aconteceu...

      É muito bom conhecer uma escorpião que ainda por cima faz anos no mesmo dia que eu :-). É rarissimo! Um beijinho grande e obrigado pela visita!

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Molho cervejeira

Quem estuda economia ou gestão costuma falar sobre a curva de crescimento das empresas. Na verdade, todas as empresas têm o seu momento de crescimento, expansão e algures no tempo, a estagnação e a morte. Mais cedo, ou mais tarde, é o que acontece. Claro que há empresas que levam mais tempo do que outras a chegar ao declínio… Veja-se a Coca-cola, veja-se a MacDonalds… Independentemente da concorrência, são empresas com história que se mantêm até hoje como lideres, que ultrapassaram todos os momentos de expansão e contração da economia.Em minha opinião isto acontece por variadas razões, seja pela gestão, pelas ações de marketing, pela publicidade, mas acima de tudo, pelo segredo que os seus produtos encerram. Pela inovação que trouxeram quando chegaram ao mercado.Tentando passar isto para o panorama nacional, veja-se a Portugália e o seu molho que se mantém inalterado desde sempre (dizem). Passou de uma cervejaria de Lisboa, a uma cadeia de restaurantes espalhada por todo o país. Ainda…

Tarte de maçã

Quando percebemos que este é o tipo de alimentação em que nos revemos uma das preocupações surgiu com as visitas para jantar. O que servir? 
Na verdade os amigos já mostram curiosidade assim que percebem que mudamos a forma de comer, embora achem que é uma moda passageira. Ainda assim, quando nos convidaram a primeira vez para almoçar ficaram apreensivos e ligaram a perguntar o que nos podiam servir ao almoço. Estavam verdadeiramente preocupados...
Claro que lhes explicamos que podiam fazer uma carne ou um peixe porque a única coisa que mudava era o acompanhamento. Aproveitei e ofereci-me para levar uma salada, que por sinal foi do agrado de todos, e ajudou a derrubar barreiras.
Num destes dias surgiu um jantar improvisado cá por casa com uns amigos de que gostamos muito. Para finalizar uma refeição soberba, que acho que foi do agrado de todos, fizemos uma tarte de maçã. Dizia-me a minha amiga "não sei como tens tantas ideias, eu nem sei por onde começar". Eu partilhei o meu se…