Avançar para o conteúdo principal

A melhor massa de pizza do mundo!

Em férias o tempo dá para tudo, sinto-me com o controlo do que é meu por direito – o tempo e o que faço com ele. E ainda que devesse aproveitá-lo para descansar, uma parte considerável do tempo é passado na cozinha, cuja janela junto à bancada me inspira. Claro está que é um tempo na cozinha diferente, sem pressas, sem horários impossíveis de cumprir. É uma cozinha mais partilhada com o meu marido e com a minha pequena princesa que já começa a dar mostrar de uma enorme curiosidade culinária e de uma vontade imensa de fazer misturas, improvisações. Sim ela só tem 3 anos e meio, mas de avental vestido, muito compenetrada, até me esqueço…

Num dos serões das férias quisemos fazer pizza para experimentar a nova aquisição – um tabuleiro de granito que mandei fazer para o forno. Já tinha lido bastante sobre o assunto, das maravilhas que faz com as bases de pizza e com o pão e como é algo que fazemos com alguma frequência em casa, achamos por bem o investimento. Na verdade, sempre soube que as marcas de fornos, quase todas, têm estes tabuleiros à venda como acessórios, mas para mim gastar 200 € não era uma opção.

Lembrei-me de procurar na zona de Milfontes uma loja de mármores e acabei por encontrar uma na Boavista dos Pinheiros, a loja que habitualmente faz as pedra tumulares (!!).

Encomendei uma pedra de granito com 1 cm e meio de altura, apenas polido de um dos lados. Com a medida exata da largura de comprimento do meu forno.

E para inaugura-la, é claro, fizemos a melhor pizza do mundo, com a melhor massa de pizza da face da terra.

A pequenina quis fazer uma pizza doce para o final do rodizio de pizzas e quis ser ela a escolher os ingredientes. Confesso que pensámos que ficasse intragável… Mas não!!!!!! Ficou deliciosa!!!! Nem acredito que publico aqui a primeira receita da minha bebé! Deve ser algum record do Guiness quase de certeza.

Quanto ao tabuleiro… Foi aprovadíssimo! Fizemos uma pizza num tabuleiro vulgar e fizemos uma outra em cima da pedra. As diferenças são evidentes: uma base mais estaladiça muito semelhante às que são cozidas num forno a lenha!

Os únicos cuidados a ter são:

1. Como a pedra é porosa, deve-se ter o cuidado de nunca lavar com detergente para que a comida que se coloca a cozer em cima não fique com esse sabor.

2. Não se deve sujeitar a pedra a diferenças de temperatura muito grandes. Deve aquecer no forno e arrefecer no forno.

3. Não senti necessidade de untar a pedra, mas há quem aconselhe a untar com um pouco de óleo antes da primeira utilização.

Recomendo!

____________________

Massa de Pizza


Ingredientes:

- 10 gr de fermento de padeiro

- 320 gr de água morna

- 1 colher de café de açúcar

- 60 gr de azeite

- 500 gr de farinha T55

- 1 colher de chá de sal


Preparação:

Coloque o fermento, a água e o açúcar no copo da Bimby e deixe repousar por cerca de 5 minutos, até que comece a aparecer espuma no cimo da água. Adicione os restantes ingredientes e programe 5 minutos, velocidade espiga.

Coloque esta massa num taperware untado com um pouco de óleo vegetal e deixe repousar esta massa, tapada com película aderente, por 1 hora.

Espalhe um pouco de farinha numa bancada e amasse a quantidade que desejar e estique até que a massa obtenha a espessura que quiser.

Para fazer a pizza doce, da autoria da minha pupoca, polvilhe a base com açúcar, canela e açafrão. Remate com mirtilos e morangos e leve ao forno cerca de 5 a 10 minutos em forno pré-aquecido a 220º ou até que a massa esteja crocante.


Alternativa de Preparação:

Coloque o fermento, a água e o açúcar numa tigela e deixe repousar por cerca de 5 minutos, até que comece a aparecer espuma no cimo da água. Adicione os restantes ingredientes e amasse bem até obter uma massa macia mas firme.

Coloque esta massa num taperware untado com um pouco de óleo vegetal e deixe repousar esta massa, tapada com película aderente, por 1 hora.

Espalhe um pouco de farinha numa bancada e amasse a quantidade que desejar e estique até que a massa obtenha a espessura que quiser.

Para fazer a pizza doce, da autoria da minha pupoca, polvilhe a base com açúcar, canela e açafrão. Remate com mirtilos e morangos e leve ao forno cerca de 5 a 10 minutos em forno pré-aquecido a 220º ou até que a massa esteja crocante.


Nota: Esta quantidade deu para fazer ‘rolinhos de pizza’ e mais 5 pizzas (!) ao longo da semana. Basta manter a massa dentro do taperware, tapado, dentro do frigorífico.

______________________

Receita da massa de pizza inspirada DAQUI.

______________________

 

Comentários

  1. A tua menina é linda e talentosa como a Mãe.
    A pizza ficou uma maravilha.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Que linda e grande esta a Joaninha :)
    Adorei a tua pizza!!!
    Beijinhos grandes amiga :)

    ResponderEliminar
  3. Que fofinha a tua filhota! Vai longe...
    Adoram dar uma ajudinha.
    As pizzas ficaram deliciosas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Tenho saudades destes dias... Foi uma maravilha comer a pizza da minha princesinha. Amei estas pizzas e aconselho todos a experimentarem.
    Os parabens á minha Chef.

    Mário Marques, não pares princesa, mesmo em dieta, fascinas-me com os pratos confeccionados.

    ResponderEliminar
  5. Linda a tua filhota e já é mini chef.
    Adoro pizza mas com fruta nunca fiz,mas acredito que fique uma delicia.
    bom fim de semana
    bj

    ResponderEliminar
  6. Uma bela maneira de experimentar a nova aquisição, e tua filha é linda e vem ai uma excelente cozinheira :)

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Que delicia essa tua filhota.
    Bom fim de semana
    Kiss, Susana
    Nota: Ver o passatempo a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/07/4-edicao-do-projeto-escolha-do.html

    ResponderEliminar
  8. Eu já tinha lido sobre usar uma base de tijoleira, suponho que o resultado seja o mesmo. Ficou uma maravilha essa massa! E adorei as fotos da pequena cozinheira, é linda!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Que filhota mais fofa e já se nota o gosto pela cozinha, bonitas imagens estas.
    Ficou uma pizza com tão bom aspecto e esta aquisição parece ser fantástica.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Que delícia de post, do princípio ao fim! Uma menina linda e a pizza da cara é maravilhosa!
    Beijinhos
    http://amarmitalisboeta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Filho de peixe sabe nadar! hehehe :)
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Que bonitos cozinheiros ajudantes Catarina, e olha que sairam umas pizas fantásticas.

    Beijinho

    Paula

    ResponderEliminar
  13. Sónia desculpa, troquei-te o nome.

    Beijoca

    Paula

    ResponderEliminar
  14. Tens toda a razão, quando não há pressas apreciamos tudo e conseguimos fazer tudo e mais alguma coisa!
    Adorei as sugestões!

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Pão

Pão... Fazer pão sempre foi para mim uma arte, uma técnica basilar e por essa razão sempre gostei de fazer o meu próprio pão, de experimentar receitas novas, de usar ingredientes novos, novas combinações. Embora não seja nascido no Alentejo, a minha familia é toda alentejana, os sabores sempre foram alentejanos e é a gastronomia com que mais me identifico, de onde o pão é quase a sua base culinária. 
Termos aderido a um novo conceito de alimentação, onde o trigo não entra, fez-me repensar o pão. Apesar de não precisar de pão na minha dieta, somos bombardeados de todo o lado pelo pão... nas reportagens televisivas sobre a Páscoa, nos restaurantes, nas feiras, etc., por isso resolvi pegar nas farinhas aprovadas na alimentação paleo e fazer o meu próprio pão. 
Peguei nos vários conceitos que li sobre o pão, nas várias experiências falhadas nestes meses e produzi o meu Pão, sem glutén, sem trigo e saboroso... nham. Ficou um bocadinho achatado, mas acreditem que ótimo de sabor. 
E é com est…

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Cheesecake aldrabado

Se o mote da nossa vida fosse sempre simplificar, tudo seria mais simples... E delicioso.
Num destes finais de dia fiz Granola. Estava a arrefecer em cima da banca quando começamos a jantar. O cheirinho aromático fez-me ter vontade de improvisar algo para a sobremesa. 
Demorou pouco mais de 30 segundos. Sabia o que tinha no frigorífico. Requeijão de cabra, doce de morango e framboesa... Claro que só podia sair um cheesecake aldrabado. Não tivesse logo eu pensado nele quando comprei o requeijão e as framboesas... Embora estivesse longe de imaginar que a falta de tempo me impossibilitasse de fazer a versão tradicional mas fizesse chegar até mim uma alternativa à altura. O risco é só mesmo ser demasiado rápido de fazer e bom demais. Tão bom que enquanto eu tirava fotos do meu, o marido já estava a comer a segunda taça! Brutal!





Cheesecake aldrabado
Ingredientes: - Granola a gosto (ESTA) - requeijão de cabra a gosto - doce de morango e framboesa a gosto (ESTE) - framboesas para decorar
Preparação: E…