Avançar para o conteúdo principal

Um pudim...

Adoro pudim! Sem qualquer sombra de duvida... Mas honestamente é algo que não me sai bem... Gosto de pudins sedosos, sem buraquinhos, mas por mais receitas que experimente correm sempre mal... Seja porque não descolam da forma, seja porque a desenformar se partem, seja porque ficam com os malditos buraquinhos... Não acerto!

Mas a vontade de comer pudim num destes dias e a insistência do Mário, que como eu, adora pudim, levou-me para a cozinha! E ainda bem que o fiz, porque apesar das mil e uma peripécias que me aconteceram, o resultado final ultrapassou as expectativas!

Quanto às peripécias... Como estou de férias e tinha apenas à mão uma daquelas formas de fundo amovível tipo IKEA, resolvi colocar lá o pudim... Em poucos segundos, o liquido começou a escapar pela ranhura, onde o fundo liga com as paredes da forma... Fiquei frustradíssima e a maldizer a sorte! Esta historia de fazer pudins está mesmo enguiçada, pensei eu! Mas não desisti!

Pensei, do alto da minha ingenuidade, que envolvendo a forma com papel de alumínio, talvez conseguisse impedir que todo o Pudim saísse da forma e assim que o colocasse no forno ele coagularia... Claro está que não houve milagres de Páscoa e acabou por sair um pouco de pudim para fora... Mas ainda assim, o pudim saiu maravilhoso!

Acho que a determinação de comer pudim foi mais forte! Claro está que o Mário ainda foi ao chinês comprar uma forma de pudim (Made in Portugal, estranhamente). Ficará para experimentar num futuro próximo a receita de pudim de ovos da minha avó. Sim, porque era essa a receita que tinha em mente... Mas, claro está, quando dei conta não tinha ovos que chegassem! Verdadeiramente enguiçada! LOL!

_____________________

Pudim flã


Ingredientes:

- 750 gr de leite (usei magro)

- 9 ovos

- 9 colheres de sopa de açúcar (usei 160 gr) + o necessário para caramelizar a forma de pudim


Preparação:

Coloque o leite no copo da Bimby e programe 4 minutos, 50º, velocidade 1. Retire e reserve.

Coloque no copo da Bimby o açúcar e os ovos inteiros e programe 2 minutos, velocidade 3.

Findo o tempo, programe mais 1 minuto, velocidade 2 e verta o leite em fio pelo bocal da tampa.

Pré-aqueça o forno a 180º com um tabuleiro com água, que irá ser utilizado para cozer o pudim em banho-maria.

Coloque açúcar numa frigideira anti-aderente (umas 100 gr) e deixe atingir ponto caramelo. Verta na forma de pudim (não utilize de fundo amovível). Coloque o pudim na forma sobre o caramelo.

Leve ao forno por 1 hora. Findo o tempo, desligue e com a porta entre-aberta deixe ficar mais 10 minutos no forno.

Desenforme ainda morno no prato de servir.


Alternativa de Preparação:

Aqueça o leite e reserve.

Bata o açúcar e os ovos inteiros e junte o leite aquecido em fio, mexendo sempre.

Pré-aqueça o forno a 180º com um tabuleiro com água que irá ser utilizado para cozer o pudim em banho-maria.

Coloque açúcar numa frigideira anti-aderente (umas 100 gr) e deixe atingir ponto caramelo. Verta na forma de pudim (não utilize de fundo amovível). Coloque o pudim na forma sobre o caramelo.

Leve ao forno por 1 hora. Findo o tempo, desligue e com a porta entre-aberta deixe ficar mais 10 minutos no forno.

Desenforme ainda morno no prato de servir.

____________________

 

Comentários

  1. Se não contasses a história, ninguém perceberia que tudo isso aconteceu :)
    O pudim está maravilhosos, sedoso, com uma cor linda e com essa fatia a pedir que a comam :)
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
  2. Olá,...
    Que aspecto magnifico ;)....Vou tirar-te umas fatias :).... Adorei a tua sugestão e apresentação como sempre de 5 ***** :D.... Beijocas...

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Olá, o pudim ficou com um aspeto fantástico, mesmo com os contratempos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Enguiçado esse pudim? ninguém diria pois está lindo, com uma cor fantastica e com um aspecto bem apetitoso,
    Eu também tenho uma dessas formas que verte o liquido :-( enfim....
    Bjkas
    http://saboresleveslena.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Não acho que estivesse enguiçado :)ficou bem bonito! também acabei de fazer um pudim e estava de frente à panela de pressão a rezar e a dizer: Se este maldito sai mal voa tudo janela fora! Porque tal como a ti, os meus pudins tem tendência a desmoronar-se ao desenformar...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Ficou lindo e se não contasses a história ninguém diria que houve um problemazito técnico. O aspeto,a cor e a textura estão perfeitos!!
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  7. Quando for grande que ser assim, então enguiçado e sai com esse aspeto divino????

    Dá cá uma fatia :)

    Beijos

    P.S. Chineses a vender produtos portugueses? heheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei surpreendida Paulo, mas é verdade! Claro esta, a um preço nada barato, mas... À falta de uma loja da especialidade ou hipermercado por aquelas bandas :-)

      Eliminar
  8. Se correu mal e ficou com este aspecto imagino quando correr bem...
    Eu também prefiro os pudins sedosos...sem bolhinhas :)
    beijinhos e um bom fim de semana

    ResponderEliminar
  9. Independentemente de tudo o que se passou, ficou com óptimo aspecto :) Devia estar uma delicia :)

    Beijinhos,
    Joana

    ResponderEliminar
  10. Olha a mim parece-me que ficou um pudim bem bonito :)

    Beijinhos e tem um bom fim-de-semana! :)

    ResponderEliminar
  11. Olá Sónia,
    O pudim ficou ótimo mas, os meus tb nunca me saiam bem e uma colega deu-me uma dica. Colocar a forma de pudim, fechada, na panela de pressão com um pouco de água. Assim que a panela começar a apitar, deixar cozer 10/12 minutos e desligar, Deixar arrefecer e desenformar a hora de servir. Resulta mesmo, experimenta :)
    Kiss, Susana

    ResponderEliminar
  12. Este pudim tem um aspeto maravilhoso faz me lembrar toucinho do céu hummm deve ser delicioso obrigada pelos teus comentários e pela tua visita beijca bom fim de semana

    ResponderEliminar
  13. Foi uma aventura, mas teve um final feliz.
    Beijinhos e continuação de um bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  14. Eu não gosto muito de pudim mas ficou absolutamente perfeito! :) E deve ter fica uma delicia também!

    ResponderEliminar
  15. Não se pode desistir!!! Quando à forma do chinês made in Portugal.. fiquei curiosa! Estranho realmente...
    Quando ao pudim, com ou sem peripécias ficou lindo!
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Nao entendo... Qual é o defeito do pudim?! Eu não lhe vejo nenhum defeito! E olha isso dos buraquinhos é quando se deixa cozer demais, mas nao fica menos bom por isso! E queres saber que truco uso também? Na altura de juntar os ingredientes não os bato muito. So uma mistura ligeira!!
    Olha uma dessas fatias está a dizer que a leve! Como sou uma "piquena" muito obediente, vou levar sim?
    Um beijnho
    Mena.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga pela sugestão! Assim que termine a dieta vou praticar... Com outros pudins! :-)

      Eliminar
  17. Olá querida,
    Olha, comigo acontece o mesmo. adoro pudim, mas não arranjo uma forma adequada para o fazer e então, todas as tentativas que vou fazendo noutras formas, vão sendo desastrosas, mas agora acho que vou resolver o meu problema finalmente, pois a minha mãe vem cá e já lhe pedi para me trazer uma forma das de pudim com tampa :)))!! assim posso fazer dos pudins de foro e dos que vão à panela de pressão e, finalmente, consolar-me com pudins, muitos pudins, eheheh!!!
    Ficou lindo este teu pudim!
    Beijinhos grandes,
    Lia.

    ResponderEliminar
  18. Adoro Pudim :)

    E este tem um aspecto tão bom!!

    ResponderEliminar
  19. Querida Sónia,

    Eu então não me importo minimamente com buraquinhos no pudim ! lol
    Quero lá saber, quero é que ele seja bom, delicioso ! :)

    E o teu parece-me assim de facto, conseguiste evitar os buraquinhos, conseguiste uma cor magnifica, uma textura macia e deve ser mesmo uma delicia, as fotos estão lindas e não lhe vejo problema algum, por isso minha linda, deixa lá o perfeccionismo e "enjoy" !!!

    Ainda me ri à brava contigo ! :))))

    Beijinhos grandes (não sabia que ainda continuas de férias) :)

    ResponderEliminar
  20. No outro dia estava a fazer uma tarte, usei uma tarteira fundo amovivel e aconteceu-me o mesmo!
    Deixa estar... olha que mesmo assim ficou com optimo aspecto

    ResponderEliminar
  21. Minha querida, olha que não se nota nada... essas coisas acontecem a todos!
    Gostei muito do aspecto do teu pudim e devia estar muito saboroso!
    beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  22. Adorei o pudim! A fatia é mesmo tentadora. Ontem também comi um muito bom :)

    ResponderEliminar
  23. Obrigado pela companhia que me fazem por aqui :-)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Pão

Pão... Fazer pão sempre foi para mim uma arte, uma técnica basilar e por essa razão sempre gostei de fazer o meu próprio pão, de experimentar receitas novas, de usar ingredientes novos, novas combinações. Embora não seja nascido no Alentejo, a minha familia é toda alentejana, os sabores sempre foram alentejanos e é a gastronomia com que mais me identifico, de onde o pão é quase a sua base culinária. 
Termos aderido a um novo conceito de alimentação, onde o trigo não entra, fez-me repensar o pão. Apesar de não precisar de pão na minha dieta, somos bombardeados de todo o lado pelo pão... nas reportagens televisivas sobre a Páscoa, nos restaurantes, nas feiras, etc., por isso resolvi pegar nas farinhas aprovadas na alimentação paleo e fazer o meu próprio pão. 
Peguei nos vários conceitos que li sobre o pão, nas várias experiências falhadas nestes meses e produzi o meu Pão, sem glutén, sem trigo e saboroso... nham. Ficou um bocadinho achatado, mas acreditem que ótimo de sabor. 
E é com est…

Cheesecake aldrabado

Se o mote da nossa vida fosse sempre simplificar, tudo seria mais simples... E delicioso.
Num destes finais de dia fiz Granola. Estava a arrefecer em cima da banca quando começamos a jantar. O cheirinho aromático fez-me ter vontade de improvisar algo para a sobremesa. 
Demorou pouco mais de 30 segundos. Sabia o que tinha no frigorífico. Requeijão de cabra, doce de morango e framboesa... Claro que só podia sair um cheesecake aldrabado. Não tivesse logo eu pensado nele quando comprei o requeijão e as framboesas... Embora estivesse longe de imaginar que a falta de tempo me impossibilitasse de fazer a versão tradicional mas fizesse chegar até mim uma alternativa à altura. O risco é só mesmo ser demasiado rápido de fazer e bom demais. Tão bom que enquanto eu tirava fotos do meu, o marido já estava a comer a segunda taça! Brutal!





Cheesecake aldrabado
Ingredientes: - Granola a gosto (ESTA) - requeijão de cabra a gosto - doce de morango e framboesa a gosto (ESTE) - framboesas para decorar
Preparação: E…