Avançar para o conteúdo principal

Um pudim...

Adoro pudim! Sem qualquer sombra de duvida... Mas honestamente é algo que não me sai bem... Gosto de pudins sedosos, sem buraquinhos, mas por mais receitas que experimente correm sempre mal... Seja porque não descolam da forma, seja porque a desenformar se partem, seja porque ficam com os malditos buraquinhos... Não acerto!

Mas a vontade de comer pudim num destes dias e a insistência do Mário, que como eu, adora pudim, levou-me para a cozinha! E ainda bem que o fiz, porque apesar das mil e uma peripécias que me aconteceram, o resultado final ultrapassou as expectativas!

Quanto às peripécias... Como estou de férias e tinha apenas à mão uma daquelas formas de fundo amovível tipo IKEA, resolvi colocar lá o pudim... Em poucos segundos, o liquido começou a escapar pela ranhura, onde o fundo liga com as paredes da forma... Fiquei frustradíssima e a maldizer a sorte! Esta historia de fazer pudins está mesmo enguiçada, pensei eu! Mas não desisti!

Pensei, do alto da minha ingenuidade, que envolvendo a forma com papel de alumínio, talvez conseguisse impedir que todo o Pudim saísse da forma e assim que o colocasse no forno ele coagularia... Claro está que não houve milagres de Páscoa e acabou por sair um pouco de pudim para fora... Mas ainda assim, o pudim saiu maravilhoso!

Acho que a determinação de comer pudim foi mais forte! Claro está que o Mário ainda foi ao chinês comprar uma forma de pudim (Made in Portugal, estranhamente). Ficará para experimentar num futuro próximo a receita de pudim de ovos da minha avó. Sim, porque era essa a receita que tinha em mente... Mas, claro está, quando dei conta não tinha ovos que chegassem! Verdadeiramente enguiçada! LOL!

_____________________

Pudim flã


Ingredientes:

- 750 gr de leite (usei magro)

- 9 ovos

- 9 colheres de sopa de açúcar (usei 160 gr) + o necessário para caramelizar a forma de pudim


Preparação:

Coloque o leite no copo da Bimby e programe 4 minutos, 50º, velocidade 1. Retire e reserve.

Coloque no copo da Bimby o açúcar e os ovos inteiros e programe 2 minutos, velocidade 3.

Findo o tempo, programe mais 1 minuto, velocidade 2 e verta o leite em fio pelo bocal da tampa.

Pré-aqueça o forno a 180º com um tabuleiro com água, que irá ser utilizado para cozer o pudim em banho-maria.

Coloque açúcar numa frigideira anti-aderente (umas 100 gr) e deixe atingir ponto caramelo. Verta na forma de pudim (não utilize de fundo amovível). Coloque o pudim na forma sobre o caramelo.

Leve ao forno por 1 hora. Findo o tempo, desligue e com a porta entre-aberta deixe ficar mais 10 minutos no forno.

Desenforme ainda morno no prato de servir.


Alternativa de Preparação:

Aqueça o leite e reserve.

Bata o açúcar e os ovos inteiros e junte o leite aquecido em fio, mexendo sempre.

Pré-aqueça o forno a 180º com um tabuleiro com água que irá ser utilizado para cozer o pudim em banho-maria.

Coloque açúcar numa frigideira anti-aderente (umas 100 gr) e deixe atingir ponto caramelo. Verta na forma de pudim (não utilize de fundo amovível). Coloque o pudim na forma sobre o caramelo.

Leve ao forno por 1 hora. Findo o tempo, desligue e com a porta entre-aberta deixe ficar mais 10 minutos no forno.

Desenforme ainda morno no prato de servir.

____________________

 

Comentários

  1. Se não contasses a história, ninguém perceberia que tudo isso aconteceu :)
    O pudim está maravilhosos, sedoso, com uma cor linda e com essa fatia a pedir que a comam :)
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
  2. Olá,...
    Que aspecto magnifico ;)....Vou tirar-te umas fatias :).... Adorei a tua sugestão e apresentação como sempre de 5 ***** :D.... Beijocas...

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Olá, o pudim ficou com um aspeto fantástico, mesmo com os contratempos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Enguiçado esse pudim? ninguém diria pois está lindo, com uma cor fantastica e com um aspecto bem apetitoso,
    Eu também tenho uma dessas formas que verte o liquido :-( enfim....
    Bjkas
    http://saboresleveslena.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Não acho que estivesse enguiçado :)ficou bem bonito! também acabei de fazer um pudim e estava de frente à panela de pressão a rezar e a dizer: Se este maldito sai mal voa tudo janela fora! Porque tal como a ti, os meus pudins tem tendência a desmoronar-se ao desenformar...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Ficou lindo e se não contasses a história ninguém diria que houve um problemazito técnico. O aspeto,a cor e a textura estão perfeitos!!
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  7. Quando for grande que ser assim, então enguiçado e sai com esse aspeto divino????

    Dá cá uma fatia :)

    Beijos

    P.S. Chineses a vender produtos portugueses? heheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei surpreendida Paulo, mas é verdade! Claro esta, a um preço nada barato, mas... À falta de uma loja da especialidade ou hipermercado por aquelas bandas :-)

      Eliminar
  8. Se correu mal e ficou com este aspecto imagino quando correr bem...
    Eu também prefiro os pudins sedosos...sem bolhinhas :)
    beijinhos e um bom fim de semana

    ResponderEliminar
  9. Independentemente de tudo o que se passou, ficou com óptimo aspecto :) Devia estar uma delicia :)

    Beijinhos,
    Joana

    ResponderEliminar
  10. Olha a mim parece-me que ficou um pudim bem bonito :)

    Beijinhos e tem um bom fim-de-semana! :)

    ResponderEliminar
  11. Olá Sónia,
    O pudim ficou ótimo mas, os meus tb nunca me saiam bem e uma colega deu-me uma dica. Colocar a forma de pudim, fechada, na panela de pressão com um pouco de água. Assim que a panela começar a apitar, deixar cozer 10/12 minutos e desligar, Deixar arrefecer e desenformar a hora de servir. Resulta mesmo, experimenta :)
    Kiss, Susana

    ResponderEliminar
  12. Este pudim tem um aspeto maravilhoso faz me lembrar toucinho do céu hummm deve ser delicioso obrigada pelos teus comentários e pela tua visita beijca bom fim de semana

    ResponderEliminar
  13. Foi uma aventura, mas teve um final feliz.
    Beijinhos e continuação de um bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  14. Eu não gosto muito de pudim mas ficou absolutamente perfeito! :) E deve ter fica uma delicia também!

    ResponderEliminar
  15. Não se pode desistir!!! Quando à forma do chinês made in Portugal.. fiquei curiosa! Estranho realmente...
    Quando ao pudim, com ou sem peripécias ficou lindo!
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Nao entendo... Qual é o defeito do pudim?! Eu não lhe vejo nenhum defeito! E olha isso dos buraquinhos é quando se deixa cozer demais, mas nao fica menos bom por isso! E queres saber que truco uso também? Na altura de juntar os ingredientes não os bato muito. So uma mistura ligeira!!
    Olha uma dessas fatias está a dizer que a leve! Como sou uma "piquena" muito obediente, vou levar sim?
    Um beijnho
    Mena.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga pela sugestão! Assim que termine a dieta vou praticar... Com outros pudins! :-)

      Eliminar
  17. Olá querida,
    Olha, comigo acontece o mesmo. adoro pudim, mas não arranjo uma forma adequada para o fazer e então, todas as tentativas que vou fazendo noutras formas, vão sendo desastrosas, mas agora acho que vou resolver o meu problema finalmente, pois a minha mãe vem cá e já lhe pedi para me trazer uma forma das de pudim com tampa :)))!! assim posso fazer dos pudins de foro e dos que vão à panela de pressão e, finalmente, consolar-me com pudins, muitos pudins, eheheh!!!
    Ficou lindo este teu pudim!
    Beijinhos grandes,
    Lia.

    ResponderEliminar
  18. Adoro Pudim :)

    E este tem um aspecto tão bom!!

    ResponderEliminar
  19. Querida Sónia,

    Eu então não me importo minimamente com buraquinhos no pudim ! lol
    Quero lá saber, quero é que ele seja bom, delicioso ! :)

    E o teu parece-me assim de facto, conseguiste evitar os buraquinhos, conseguiste uma cor magnifica, uma textura macia e deve ser mesmo uma delicia, as fotos estão lindas e não lhe vejo problema algum, por isso minha linda, deixa lá o perfeccionismo e "enjoy" !!!

    Ainda me ri à brava contigo ! :))))

    Beijinhos grandes (não sabia que ainda continuas de férias) :)

    ResponderEliminar
  20. No outro dia estava a fazer uma tarte, usei uma tarteira fundo amovivel e aconteceu-me o mesmo!
    Deixa estar... olha que mesmo assim ficou com optimo aspecto

    ResponderEliminar
  21. Minha querida, olha que não se nota nada... essas coisas acontecem a todos!
    Gostei muito do aspecto do teu pudim e devia estar muito saboroso!
    beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  22. Adorei o pudim! A fatia é mesmo tentadora. Ontem também comi um muito bom :)

    ResponderEliminar
  23. Obrigado pela companhia que me fazem por aqui :-)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Molho cervejeira

Quem estuda economia ou gestão costuma falar sobre a curva de crescimento das empresas. Na verdade, todas as empresas têm o seu momento de crescimento, expansão e algures no tempo, a estagnação e a morte. Mais cedo, ou mais tarde, é o que acontece. Claro que há empresas que levam mais tempo do que outras a chegar ao declínio… Veja-se a Coca-cola, veja-se a MacDonalds… Independentemente da concorrência, são empresas com história que se mantêm até hoje como lideres, que ultrapassaram todos os momentos de expansão e contração da economia.Em minha opinião isto acontece por variadas razões, seja pela gestão, pelas ações de marketing, pela publicidade, mas acima de tudo, pelo segredo que os seus produtos encerram. Pela inovação que trouxeram quando chegaram ao mercado.Tentando passar isto para o panorama nacional, veja-se a Portugália e o seu molho que se mantém inalterado desde sempre (dizem). Passou de uma cervejaria de Lisboa, a uma cadeia de restaurantes espalhada por todo o país. Ainda…

Tarte de maçã

Quando percebemos que este é o tipo de alimentação em que nos revemos uma das preocupações surgiu com as visitas para jantar. O que servir? 
Na verdade os amigos já mostram curiosidade assim que percebem que mudamos a forma de comer, embora achem que é uma moda passageira. Ainda assim, quando nos convidaram a primeira vez para almoçar ficaram apreensivos e ligaram a perguntar o que nos podiam servir ao almoço. Estavam verdadeiramente preocupados...
Claro que lhes explicamos que podiam fazer uma carne ou um peixe porque a única coisa que mudava era o acompanhamento. Aproveitei e ofereci-me para levar uma salada, que por sinal foi do agrado de todos, e ajudou a derrubar barreiras.
Num destes dias surgiu um jantar improvisado cá por casa com uns amigos de que gostamos muito. Para finalizar uma refeição soberba, que acho que foi do agrado de todos, fizemos uma tarte de maçã. Dizia-me a minha amiga "não sei como tens tantas ideias, eu nem sei por onde começar". Eu partilhei o meu se…