Avançar para o conteúdo principal

De férias...

Depois de um ano de loucos e de um final de 'época' com uma fractura no cóccix, finalmente vim de férias! Pela primeira vez para apartamento, sem refeições contratadas, mas com a minha Bimby a tiracolo.

Os cortes deste ano foram brutais lá por casa, já que somos ambos 'funcionários públicos' e o destino de férias acabou por ser o nosso país, que tantas coisas giras tem para ver e tanto precisa de um empurrão...

Como no primeiro ponto da estadia tínhamos grelhador na rua, muitas das refeições foram grelhados. O Mário estreou-se na arte de acender o lume e sem dúvida os anos de experiência inscritos no seu ADN (herança dos seus antepassados pré-históricos) resultaram em refeições fantásticas, sem mácula de inexperiência.

E a primeira refeição foi um soberbo frango assado! A desvantagem foi ter sobrado metade, assim como metade de um pacote de espinafres baby que tinha comprado para fazer sopa. A dimensão do frigorifico não permite armazenar grandes restos por muito tempo pelo que tive de pensar rapidamente numa solução.

Pois bem resolvi fazer uma frittata! Muito honestamente não sei se frittata ou tortiha... Não sei se tecnicamente existe diferença para além do nome... Mas seja qual for o nome, ficaram as sobras de cara lavada e muito honestamente seria uma refeição que pediria sem problema num restaurante... Tão divinal que ficou!

Apesar da foto não fazer jus ao sabor, resolvi partilhá-la porque no dia-a-dia é corrente procurarmos soluções para aproveitamentos.

___________________________________

Frittata/tortilha de frango, espinafres e lascas de parmesão

[serve 2 pessoas]




Ingredientes:

- 6 ovos

- 1/2 pacote de espinafres baby (cerca de 120 gr)

- restos de frango assado desfiado (usei o equivalente a um peito e uma perna)

- uma mão cheia de salsa picada

- 2 dentes de alho

- manteiga qb (usei matinal magra)

- 100 gr (+ ou -) de queijo parmesão em lascas

- sal qb (dê o devido desconto devido ao sal do parmesão e da salsa)

- azeite qb


Preparação:

Bata bem os ovos, com um pouco de sal e junte salsa picada a gosto.

Numa frigideira anti-aderente coloque um fio de azeite e aloure ligeiramente o alho cortado miudinho. Adicione os espinafres e salteie com o lume forte cerca de 1 minuto. Tempere com um pouco de sal e reserve.

Numa frigideira anti-aderente (deve ser do tamanho que se quer a frittata/tortilha) coloque uma noz de manteiga e espalhe bem por toda a superfície para posteriormente não agarrar.

Coloque metade dos ovos batidos e deixe cozinhar lentamente em lume baixo até que o ovo esteja cozido. Com uma espátula de silicone vá verificando se toda a tortilha desgruda bem da superfície da frigideira. Com cuidado, passe esta tortilha para um prato (coloque o prato por cima da frigideira e verta o conteúdo num só golpe rodando a frigideira para baixo).

Coloque mais uma noz de manteiga na frigideira e verta a restante mistura de ovo (deixe apenas o equivalente a duas colheres de sopa que vá ser utilizada mais tarde para unir). Repita os passos anteriores, mas quando formar uma crosta espalhe o frango desfiado, o salteado de espinafres com alho e por fim as lascas de parmesão.

Coloque o restante ovo batido reservado por cima e coloque por cima, com muito cuidado para não partir, a primeira tortilha feita.

Com a espátula calque bem para unir.

Coloque o prato por cima da frigideira e verta de um golpe só o conteúdo para o prato. Coloque a parte que estava para cima da tortilha na frigideira, arrastando com cuidado.

Deixe cozinhar bem, calcando ligeiramente, mais 2 minutos na frigideira.

Todas estas operações devem ser feitas com o lume brando.

Pode saltar todos este passos se fizer no forno. Deve proceder da seguinte forma: colocar na frigideira em camadas o frango desfiado, os espinafres salteados e as lascas de parmesão e por fim regar tudo com o ovo batido. Levar a frigideira ao forno até o ovo estar cozinhado. [como o apartamento não tinha forno, tive de fazer no fogão da velhinha forma, mas se quiser uma refeição mais rápida, já sabe!]

Nota: acompanhe com uma boa salada verde.

___________________________________

 

Comentários

  1. Rápidas melhoras!
    A tua sugestão tem um excelente aspecto!

    ResponderEliminar
  2. Adorei a sugestão !
    Simples e bem saborosa :)
    Beijinho doce, as melhoras e boas férias!!!

    ResponderEliminar
  3. Otima sugestão, umas descansadas férias que tudo corre pelo melhor.

    Bjs.

    Paula

    ResponderEliminar
  4. Espero que estejas a recuperar rapidamente e bem e que tudo melhore.
    A tua fritatta está com um aspecto sublime!
    Beijocas,
    Lia.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Molho cervejeira

Quem estuda economia ou gestão costuma falar sobre a curva de crescimento das empresas. Na verdade, todas as empresas têm o seu momento de crescimento, expansão e algures no tempo, a estagnação e a morte. Mais cedo, ou mais tarde, é o que acontece. Claro que há empresas que levam mais tempo do que outras a chegar ao declínio… Veja-se a Coca-cola, veja-se a MacDonalds… Independentemente da concorrência, são empresas com história que se mantêm até hoje como lideres, que ultrapassaram todos os momentos de expansão e contração da economia.Em minha opinião isto acontece por variadas razões, seja pela gestão, pelas ações de marketing, pela publicidade, mas acima de tudo, pelo segredo que os seus produtos encerram. Pela inovação que trouxeram quando chegaram ao mercado.Tentando passar isto para o panorama nacional, veja-se a Portugália e o seu molho que se mantém inalterado desde sempre (dizem). Passou de uma cervejaria de Lisboa, a uma cadeia de restaurantes espalhada por todo o país. Ainda…

Tarte de maçã

Quando percebemos que este é o tipo de alimentação em que nos revemos uma das preocupações surgiu com as visitas para jantar. O que servir? 
Na verdade os amigos já mostram curiosidade assim que percebem que mudamos a forma de comer, embora achem que é uma moda passageira. Ainda assim, quando nos convidaram a primeira vez para almoçar ficaram apreensivos e ligaram a perguntar o que nos podiam servir ao almoço. Estavam verdadeiramente preocupados...
Claro que lhes explicamos que podiam fazer uma carne ou um peixe porque a única coisa que mudava era o acompanhamento. Aproveitei e ofereci-me para levar uma salada, que por sinal foi do agrado de todos, e ajudou a derrubar barreiras.
Num destes dias surgiu um jantar improvisado cá por casa com uns amigos de que gostamos muito. Para finalizar uma refeição soberba, que acho que foi do agrado de todos, fizemos uma tarte de maçã. Dizia-me a minha amiga "não sei como tens tantas ideias, eu nem sei por onde começar". Eu partilhei o meu se…