Avançar para o conteúdo principal

Jantar a correr

Por vezes cozinhar é uma maratona. Chego a casa, depois de uma dia de trabalho, a Joana eufórica a pedir-me atenção e ainda tenho o jantar para fazer… Eu até podia passar com um prato de sopa ou de cereais mas não me parece que a minha princesa ficasse bem só com isso… e não tem qualquer culpa do cansaço da mãe…

Naqueles dias em que o relógio aperta e a Joana se torna impaciente de volta das minhas pernas “mãe papa!”, confesso que me apetecia ter uma varinha mágica (daquelas das fadas madrinhas) e providenciar um jantar em 3 segundos! Mas como não tenho varinha, aprendi a ter alguns truques na manga para dias de aperto…

Uma das soluções que adoptei é ter sempre molho de tomate fresco no congelador… Rapidamente lhe junto uma carne picada e faço uma bolonhesa ou um peixe e faço um estufado, ou simplesmente utilizo como base numa pizza.

Estes bifes de peru surgiram num desses dias de aflição… A Joana adora pratos com molho e apresentar-lhe um bife grelhado não é opção… Assim, se mascarar com molho de tomate e se lhe juntar azeitonas, então é o delírio. A cachopa resolveu herdar o gosto por azeitonas do pai! E que sorte, estas até já estão descaroçadas!

Quando tenho um pouco mais de tempo, ainda levo estes bifinhos a gratinar e ficam ainda mais deliciosos (e calóricos). Mas, muito honestamente, não precisam de tanto para ser maravilhosos. Comida mediterrânea com certeza! De fast food tem pouco…

_____________________________________


Bifes de Peru com tomate, manjericão e azeitonas

[serve 4 pessoas]




Ingredientes:




Para o molho de tomate:

- 500 gr de tomate maduro

- 4 colheres de sopa de polpa de tomate

- 100 ml de vinho branco

- 1 cebola

- 2 dentes de alho

- azeite qb

- orégãos qb (usei 2 colheres de sopa de orégãos secos)

- sal qb (usei 1 colher de chá)

- açúcar qb (usei 2 colheres de chá)




Para a montagem:

- 6 bifes de peru

- 150 gr de azeitonas descaroçadas

- mozzarela qb

- folhas de manjericão frescas

- folhas de sálvia frescas

- azeite qb

- sal qb




Preparação:

Tempere os bifes de peru com sal. Se forem muito grandes divida-os ao meio.

Coloque um fio de azeite numa frigideira e passe ligeiramente os bifes cerca de 2 a 3 minutos de cada lado. Reserve.

Se for utilizar molho de tomate previamente feito (e descongelado), adicione à frigideira onde fritou os bifes e adicione as azeitonas. Deixe ferver e adicione os bifes.

Se não tiver molho de tomate feito, siga a receita AQUI. Depois de feito siga a receita como indicado acima.

Se quiser uma refeição rápida, fique por aqui. Acompanhe estes bifes de peru com arroz branco soltinho.

Se tiver um pouco mais de tempo, coloque os bifes de peru com o molho de tomate num pirex de forno e junte umas folhas de salvia e manjericão frescas. Termine com uma boa dose de queijo mozzarela (ou outro) por cima e leve a gratinar ao forno a cerca de 200º. Quando o queijo estiver derretido e tiver ganho cor, está pronto (cerca de 15 minutos). Acompanhe com um arroz branco bem soltinho.

_____________________________________

 

Comentários

  1. A tua sugestão é mesmo muito boa e rápida, como se quer!

    ResponderEliminar
  2. Gostei bastante da tua sugestão !Super rápida de fazer ;)
    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. E que sorte teve a Joana, pois o prato ficou muito bonito e bem apetitoso, aposto que ela adorou.

    Eu também gostei de passar pela sua cozinha, vou passar a fazer-lhe companhia. :-)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Muito obrigado e visite-me sempre que quiser. Terei muito gosto em recebê-la!
    Obrigado a todos pelos comentários que me incentivam :-)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Pão

Pão... Fazer pão sempre foi para mim uma arte, uma técnica basilar e por essa razão sempre gostei de fazer o meu próprio pão, de experimentar receitas novas, de usar ingredientes novos, novas combinações. Embora não seja nascido no Alentejo, a minha familia é toda alentejana, os sabores sempre foram alentejanos e é a gastronomia com que mais me identifico, de onde o pão é quase a sua base culinária. 
Termos aderido a um novo conceito de alimentação, onde o trigo não entra, fez-me repensar o pão. Apesar de não precisar de pão na minha dieta, somos bombardeados de todo o lado pelo pão... nas reportagens televisivas sobre a Páscoa, nos restaurantes, nas feiras, etc., por isso resolvi pegar nas farinhas aprovadas na alimentação paleo e fazer o meu próprio pão. 
Peguei nos vários conceitos que li sobre o pão, nas várias experiências falhadas nestes meses e produzi o meu Pão, sem glutén, sem trigo e saboroso... nham. Ficou um bocadinho achatado, mas acreditem que ótimo de sabor. 
E é com est…

Cheesecake aldrabado

Se o mote da nossa vida fosse sempre simplificar, tudo seria mais simples... E delicioso.
Num destes finais de dia fiz Granola. Estava a arrefecer em cima da banca quando começamos a jantar. O cheirinho aromático fez-me ter vontade de improvisar algo para a sobremesa. 
Demorou pouco mais de 30 segundos. Sabia o que tinha no frigorífico. Requeijão de cabra, doce de morango e framboesa... Claro que só podia sair um cheesecake aldrabado. Não tivesse logo eu pensado nele quando comprei o requeijão e as framboesas... Embora estivesse longe de imaginar que a falta de tempo me impossibilitasse de fazer a versão tradicional mas fizesse chegar até mim uma alternativa à altura. O risco é só mesmo ser demasiado rápido de fazer e bom demais. Tão bom que enquanto eu tirava fotos do meu, o marido já estava a comer a segunda taça! Brutal!





Cheesecake aldrabado
Ingredientes: - Granola a gosto (ESTA) - requeijão de cabra a gosto - doce de morango e framboesa a gosto (ESTE) - framboesas para decorar
Preparação: E…