Avançar para o conteúdo principal

Pasteis Vegetais

Quando partilhamos a blogosfera com tanta gente e lemos tanta coisa e partilhamos tanta coisa, é natural que sintamos que temos maior afinidade com esta ou aquela pessoa, mesmo não conhecendo a outra pessoa, a outra cara do outro lado do ecrã… Há blogs a que vou porque adoro as fotos, verdadeira pornografia gastronómica. Há blogs que visito porque adoro a forma simples como cozinha comida do dia-a-dia e onde me inspiro, muitas vezes a criar. Há blogs que leio porque têm sentido de humor, porque me deixam bem disposta. E há blogs que visito porque há uma energia por trás que me lembra a minha própria vida e existência… Ainda que o que seja escrito não o seja diretamente, ainda que nunca tenhamos trocado uma linha de diálogo. Por vezes não há uma explicação lógica. Apenas uma admiração latente que me leva, quase numa base diária, a visitas mais ou menos prolongadas. É isto que sinto pelo Suvelle Cuizine.

São muitas as receitas marcadas para experimentar e não conseguindo ser organizada… Não as tenho identificadas por ingredientes, ou sequer arrumadas numa só pasta do pc… Estão espalhadas por navegadores, do telemóvel ou do Ipad, estou impressas por todo o lado, servem algumas de marcação de livros que não abro habitualmente…

Mas há receitas que nos ficam na memória, só porque sim… E quando vi ESTA no blog Suvelle Cuizine, sabia que as iria fazer. Porque adoro legumes, porque adoro salgados, petiscos.

E com a quantidade industrial de legumes que me chegam semanalmente do PROVE, é claro que tenho de arranjar ideias para os transformar. Claro que da receita original pouco se aproveita, mas não quis deixar de referenciá-la porque foi ela que me inspirou a fazer estes pasteis que mais parecem bahjis indianos.

Não se assustem com os ingredientes ‘esquisitos’, são aromas indianos que comprei numa loja da especialidade, mas que por serem aromas, devem ser ajustados ao paladar de cada um. Pode substituir perfeitamente por orégãos, sementes de coentros, tomilho seco, alho em pó, enfim… O que quiser, ou mesmo deixá-los simples apenas temperados de sal. Não deixem de experimentar porque são soberbos e uma forma bastante saudável de comer legumes!

_____________________

Pasteis Vegetais

[serve 2 pessoas]

 

Ingredientes:

- 40 gr de cebola (1/2 cebola)

- 5 gr de alho (1 dente)

- 70 gr de cenoura ralada (1 cenoura)

- 120 gr de courgete ralada (1/2 courgete, era grande)

- sementes de anjuão *

- asafoetida **

- 1 colher de chá de açafrão

- 1 ovo M

- 35 gr de farinha Branca de Neve

- 30 gr de pão ralado


Preparação:

Pré-aqueça o forno a 200º.

Rale a cenoura e a courgete (deixei a casca nesta última). Coloque entre dois papéis absorventes para que seja escorrida a maior parte da água. Faça o mesmo procedimento ao alho e à cebola.

Num recipiente, misture o ovo, o açafrão, as sementes e a asafoetida. Junte a farinha e o pão ralado até obter um tipo de polme. Junte os legumes reservados e misture bem. Com as mãos enfarinhadas molde bolas e espalme ligeiramente para que fiquem com o aspeto de bolinhos. Se preferir pode optar por moldar na forma de hambúrgueres.

Disponha os bolinhos em cima de um tapete de silicone e leve ao forno por 15 minutos. Findo o tempo, volte-os e deixe cozer por mais 15 minutos. Claro está que este tempo é referencial porque depende do tamanho dos bolinhos. Eu preferi fazer do tamanho de bolachinhas.


* Sementes de anjuão são da família dos cominhos e da salsa e é muito importante na dieta vegetariana. Liga muito bem com legumes e peixe – muito comum nos bahji de cebola que se come nos restaurante indianos. É bastante utilizada no foro da medicina Ayurveda, ajudando em doenças do trato digestivo. Podem ser consumidas em pó ou em sementes.

** Asafoetida é um resina que não é originária da India mas que é de uso comum na gastronomia e na medicina indiana ancestral. É utilizada, normalmente, em pó e hoje é vendida misturada com farinha de arroz. Tem um cheiro intenso e atribui um aroma muito agradável à comida onde é adicionado. Deve ser utilizado com moderação e se não apreciar o sabor muito intenso a cebola e a alho, não misture este ingredientes com o pó de asafoetida. Em termos médico é muito utilizado como um auxiliar digestivo e no tratamento de bronquite e asma.

_____________________

 

 

Comentários

  1. Adorei esta tua sugestão e estes bolinhos têm a minha cara :)

    ResponderEliminar
  2. Que delícia amiga!
    Não estou familiarizada com estes temperos, mas sou menina para experimentar e adapta-los!!! àhhh pois sou!!!! e Ainda por cima no forno, não podia ser melhor !

    Adorei a sugestão :)
    Beijoquinhas doces e bom fim de semana !

    ResponderEliminar
  3. Que maravilha! Tenho de procurar esses aromas...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Concordo com as tuas palavras e realmente há blogues que não nos deixam indiferentes e até marcam a diferença pelas suas fotos e carisma. Também adoro o Suvelle, por toda a elegância.

    É sem dúvidas das sugestões mais práticas e diferentes para os produtos da época que tenho visto :)

    Beijinho *

    ResponderEliminar
  5. O Suvelle cuisine também é um dos meus blogues preferidos, as fotos, as receitas e os textos são incríveis!

    ResponderEliminar
  6. Estes pasteis ficaram simplesmente fantásticos que vontade de os provar imediatamente :) Também gosto muito do blogue Suvelle Cuisine :P

    Beijinhos
    Joana

    ResponderEliminar
  7. Que bom aspecto, dá vontade de provar, hum... bjs

    Visita o meu blog http://ocantinhodasnia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Adorei o aspecto destes pastéis, ficaram maravilhosos! E imagino que o sabor das especiarias lhes dê um toque delicioso :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  9. Adorei esta sugestão, os pastéis têm um aspeto delicioso!!
    também costumo visitar Suvelle Cuisine pois adoro as fotos...que bom ter um marido fotógrafo!!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Esses pasteis ficaram com tão bom aspeto hummm

    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Ficaram tão lindos,adoraria provar.
    Bom fim de semana
    bjs

    ResponderEliminar
  12. Olá Sónia,
    estes pastéis estão perfeitos, gostei muito do fatode serem feitos no forno.
    As fotos apelam aos sentidos e à vontade de roubar alguns :
    Vou levar a receita
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
  13. Gostei muito destes pastéis e embora não esteja familiarizada com as especiarias que utilizaste, podemos sempre substituí-las por outras da nossa preferência. Receitinha anotada.
    Bjn
    márcia

    ResponderEliminar
  14. Adorei estes pastei, vou levar a receita

    Beijokas
    http://saboresleveslena.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. É um dos meus blogs preferidos, estes pastéis têm um aspecto fantástico

    ResponderEliminar
  16. Depois de ler as tuas palavras, não há muito que possa dizer.
    É de facto uma honra saber que há opiniões tão boas acerca daquilo que possamos fazer e receber esse feedback é dos retornos mais importantes que podemos ter.
    Quanto à receita, adorei a forma como a reinventaste, está absolutamente fantástica.
    Um enorme beijinho e um gigante Obrigada pelas tuas palavras :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi so uma simples homenagem de quem admira o teu trabalho. <3

      Eliminar
  17. Sonia querida,

    A Cozinha da Su e suas receitas são uma tónica inspiradora, com notas invulgares e deerto deliciosas !
    Assim como estes teus pastéis que ficaram com uma cor fabulosa, já os tinha mirado e admirado no Facebook !
    E no forno ! Perfeitos amiga ! :)

    Beijinho grande, grande *

    Isabel
    www.blogdochocolate.com
    http:\\brisa-maritima.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  18. Obrigado a todas pela visita :-). Sem duvida que ficaram deliciosos e por isso fizeram sucesso! :-) experimentem e contem! :-)

    ResponderEliminar
  19. Muitos parabens pelos pasteis... Ainda tenho o sabor gravado na memória. Foi uma grande refeição cheia de encantos e que me transportou para o país das mil e uma noites. Obrigado mesmo... E... Repete por favor.

    Mário Marques, para a minha Chef "princesa yasmine"

    ResponderEliminar
  20. Estão com tão bom aspeto, devem ser deliciosos.

    Bjs.
    Paula

    ResponderEliminar
  21. Tenho que experimentar. Ficaram com um ar deveras apetitoso!
    Tenho a assa fétida em casa. :) Já as sementes, nem por isso, mas tenho um monte de especiarias indianas. :D

    Beijitos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida usa sementes de coentros. É um bom substituto! <3

      Eliminar
  22. Cara srª Sónia
    Onde posso comprar sementes de anjuão e a asafoetida?
    tentei no continente mas não encontrei,
    mesmo em venda pela net não encontrei anjuão.
    Estou ansioso por provar, só falta comprar esses ingredientes, para a minha mãe não ter desculpa para não fazer :)
    Cumprimentos
    Rui

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rui. Se for da zona de Lisboa, pode encontrar na loja Ayur. Se não for, pode encomendar online:

      http://www.ayur.com.pt/especiarias-indianas/507-fudco-ajwain-seeds.html
      http://www.ayur.com.pt/especiarias-indianas/2570-po-de-assafetida-hing-powder-.html


      Espero que goste. Se não quiser comprar as especiarias, pode usar sementes de coentros que fuça lindamente! Espero que goste, porque são muito bonnnnnns!

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Pão

Pão... Fazer pão sempre foi para mim uma arte, uma técnica basilar e por essa razão sempre gostei de fazer o meu próprio pão, de experimentar receitas novas, de usar ingredientes novos, novas combinações. Embora não seja nascido no Alentejo, a minha familia é toda alentejana, os sabores sempre foram alentejanos e é a gastronomia com que mais me identifico, de onde o pão é quase a sua base culinária. 
Termos aderido a um novo conceito de alimentação, onde o trigo não entra, fez-me repensar o pão. Apesar de não precisar de pão na minha dieta, somos bombardeados de todo o lado pelo pão... nas reportagens televisivas sobre a Páscoa, nos restaurantes, nas feiras, etc., por isso resolvi pegar nas farinhas aprovadas na alimentação paleo e fazer o meu próprio pão. 
Peguei nos vários conceitos que li sobre o pão, nas várias experiências falhadas nestes meses e produzi o meu Pão, sem glutén, sem trigo e saboroso... nham. Ficou um bocadinho achatado, mas acreditem que ótimo de sabor. 
E é com est…

Cheesecake aldrabado

Se o mote da nossa vida fosse sempre simplificar, tudo seria mais simples... E delicioso.
Num destes finais de dia fiz Granola. Estava a arrefecer em cima da banca quando começamos a jantar. O cheirinho aromático fez-me ter vontade de improvisar algo para a sobremesa. 
Demorou pouco mais de 30 segundos. Sabia o que tinha no frigorífico. Requeijão de cabra, doce de morango e framboesa... Claro que só podia sair um cheesecake aldrabado. Não tivesse logo eu pensado nele quando comprei o requeijão e as framboesas... Embora estivesse longe de imaginar que a falta de tempo me impossibilitasse de fazer a versão tradicional mas fizesse chegar até mim uma alternativa à altura. O risco é só mesmo ser demasiado rápido de fazer e bom demais. Tão bom que enquanto eu tirava fotos do meu, o marido já estava a comer a segunda taça! Brutal!





Cheesecake aldrabado
Ingredientes: - Granola a gosto (ESTA) - requeijão de cabra a gosto - doce de morango e framboesa a gosto (ESTE) - framboesas para decorar
Preparação: E…