Avançar para o conteúdo principal

Panquecas dois um um

Tomar o pequeno almoço todas as manhãs em casa e sentir que não é sempre a mesma coisa, e ainda aliar isso a pequenos almoços saudáveis e agradáveis a qualquer criança, começa a ser uma tarefa difícil... Juntar saudável e criança nem sempre é fácil, mas é de certeza desafiante para qualquer pai e mãe.

No nosso caso com uma menina adorável, mas esquisita com qualquer sabor que tenha aparência, sabor, textura, cor, cheiro ou ideia de que é diferente de leite com chocolate e cereais... torna-se um desafio do género de batalha de titãs.

Desta vez fizemos umas panquecas saudáveis mas da cor, cheiro e textura muito similares a outra qualquer panqueca... e... não notou a diferença é comeu algo que achamos ser muito mais saudável.

Esta versão já sofreu muitas mudanças e cada dia que passa terá sempre uma pequena alteração de acordo com a época do ano, ou com os ingredientes disponíveis no momento, mas... mas a base nunca mudará... dois ovos... uma colher de sopa de farinha de côco... uma colher de sopa de farinha de amêndoa... Exprimentem e degustem. 





Panquecas dois um um 

Ingredientes:
- 5 ovos de galinhas felizes (4+1 para acertar a consistência)
- 2 colheres de sopa de farinha de côco 
- 2 colheres de sopa de farinha de amêndoa 
- 2 colheres de sopa de iogurte grego sem açúcar 
- 1 colher de chá de fermento para bolos
- 1 colher de chá de mel
- raspa de 1 limão 
- 1 colher de chá de farinha de alfarroba (só usar no fim da preparação)

Preparação:

Coloque todos os ingredientes, com exceção de um ovo e da farinha de alfarroba, num processador de alimentos e misture durante 1 minuto. A mistura deverá ficar com uma consistência líquida espessa, mas não dura. Se estiver muito dura juntar o ovo reservado e voltar a misturar.

Separe metade da mistura para um recipiente e reserve.

Na outra metade junte a farinha de alfarroba e volte a misturar por mais 30 segundos.

Numa frigideira coloque uma colher de café de óleo de côco e aqueça. Retire o excesso de gordura e mantenha lume brando.

Coloque duas colheres de sopa da mistura na frigideira e faça um pequeno círculo com cerca de 8 cm de diâmetro. Deixe cozinhar por 1 minuto até a parte debaixo da panqueca fica seca o suficiente para a conseguir voltar.

As panquecas deverão ficar secas por fora e húmidas e fofas por dentro.

Repita a operação com as duas misturas.

No final faça camadas com panquecas com e sem alfarroba e recheie a gosto.

Recheio:

Para o recheio usámos:

- iogurte grego
- nozes
- mel
- doce de cerejas caseiro e sem açúcar 


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Molho cervejeira

Quem estuda economia ou gestão costuma falar sobre a curva de crescimento das empresas. Na verdade, todas as empresas têm o seu momento de crescimento, expansão e algures no tempo, a estagnação e a morte. Mais cedo, ou mais tarde, é o que acontece. Claro que há empresas que levam mais tempo do que outras a chegar ao declínio… Veja-se a Coca-cola, veja-se a MacDonalds… Independentemente da concorrência, são empresas com história que se mantêm até hoje como lideres, que ultrapassaram todos os momentos de expansão e contração da economia.Em minha opinião isto acontece por variadas razões, seja pela gestão, pelas ações de marketing, pela publicidade, mas acima de tudo, pelo segredo que os seus produtos encerram. Pela inovação que trouxeram quando chegaram ao mercado.Tentando passar isto para o panorama nacional, veja-se a Portugália e o seu molho que se mantém inalterado desde sempre (dizem). Passou de uma cervejaria de Lisboa, a uma cadeia de restaurantes espalhada por todo o país. Ainda…

Sobras de salmão

E quando a vida nos dá sobras de salmão o que fazer? Bom, desfiá-lo e fazer um salada fria? Sim é uma hipótese. Desfiá-lo e fazer uma quiche? Porque não? Fazer umas pataniscas de salmão, ou um paté de salmão? Ora… Uns rissóis? Hum… Não! Apetecia-me algo diferente…Mistura de um lado, mistura do outro e assim nasceram estes hambúrgueres. Muito simples mas que permitiram que 200 gr de salmão, que não davam para uma refeição para dois, fizessem duas refeições para dois!!! Sim porque se à noite fui comedida e acompanhei com salada, no dia seguinte foi uma excelente opção para a marmita, entre duas fatias de pão de hambúrguer, tomate e alface. Nham!!!______________________ Hamburgueres de Salmão com mayonese de caril e cebolinho[fez 9 hamburgueres]
Ingredientes:
Para os hambúrgueres:- 200 gr de salmão cozinhado- 1 cebola pequena picada- 2 batatas médias- 1 cenoura pequena- 3 colheres de sopa de coentros picados- 10 azeitonas- 1 colher de chá de açafrão- sal e pimenta qb- pão ralado qb- azeite …