segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Risottos há muitos...

Adoro risotto! Um risotto bem feito aconchega-nos a alma e faz-nos esquecer as correrias do dia-a-dia... E sem duvida que toda a energia e tempo despendido a fazê-lo valem a pena. Comigo resulta!

O risotto é daqueles pratos versáteis... Daqueles onde vale quase tudo, onde podemos incluir tudo o que entendermos e que o resultado final é sempre (ou quase sempre) soberbo! Sejam vegetarianos, com peixe ou marisco ou carne, a verdade é que já me rendi a esta forma de cozinhar e comer arroz...

Confesso que a primeira vez não fiquei fã... Gosto de arroz agulha, de arroz bem feito, de grão solto e al dente. O primeiro risotto fez-me uma certa confusão... Parecia uma papa, apesar dos sabores serem agradáveis. Mais tarde percebi que estava simplesmente... mal confeccionado. E não tardei a fazer as minhas primeiras experiências por casa... A minha mãe torce o nariz, para ela arroz é acompanhamento, não prato principal! Mas a verdade é que... por mim, comia risotto todos os dias... Não fosse a Joana só gostar de arroz branco, garantidamente não me enjoaria...

A receita que deixo hoje fez sucesso lá por casa... Confesso que estava inspirada nesse dia... Ficou para lá de soberbo... Este fiz no fogão. Quando tenho tempo, prefiro fazê-lo "a desejo" (uma expressão alentejano que significa fazer as coisas com vagar, com tempo). Mas fica igualmente bom feito na Bimby, com a vantagem de não se ter de estar agarrada ao fogão. Espero que gostem.

________________________________

Risotto de cogumelos, maçã e agrião com chévre

[serve 3 pessoas]


Ingredientes:

- 250 gr de arroz para risotto

- 1 cebola pequena

- 2 dentes de alho

- azeite qb

- 100 ml de vinho branco

- 950 gr de água

- 100 gr de queijo chévre

- 35 + 20 gr de agrião

- 200 gr de cogumelos Paris

- 85 gr de maçã vermelha

- 10 gr de queijo parmesão

- sal qb


Preparação:

Corte a cebola e o alho miudinhos e refogue ligeiramente com um fio de azeite. Adicione o arroz e deixe cozinhar uns 2 minutinhos. Adicione o vinho branco e quando evaporar vá juntando água aos poucos, sempre em pequenas quantidades até que toda a água evapore.

Um risotto demora cerca de 20 minutos a cozer. Durante esses 20 minutos deve ir regando tantas as vezes quanto o necessário para o arroz cozer. Tente não mexer em demasia para não libertar muito amido e não quebrar tanto o grão de arroz.

A quantidade de água a utilizar depende muito da qualidade do arroz, mas também se gosta do risotto mais ou menos molhadinho. Tenha isso em consideração e por isso vá adicionando a água à medida que o arroz vai absorvendo ao longo da cozedura.

Ao fim de 15 minutos, contando a partir do momento em que adicionou o arroz, adicione os cogumelos e 35 gr de agrião. Tempere com um pouco de sal (não muito porque os queijos são salgados). Continue a adicionar líquido.

Corte a maçã, com casca, em cubos pequenos e adicione. Adicione o parmesão ralado.

Perfazendo os 20 minutos, ou em alternativa quando o arroz estiver cozido o suficiente para o seu gosto, desligue o fogão e adicione o restante agrião, o chévre (eliminei a parte branca exterior) em cubos.

Sirva de imediato.

________________________________

1 comentário:

  1. Esta combinação é algo de extraordinariamente divino e delicioso!
    Beijinhos grandes,
    Lia.

    ResponderEliminar