Avançar para o conteúdo principal

Para depois da praia.

Nos fins-de-semana quentes de verão, propícios a idas à piscina ou à praia, não há tempo para grandes elaborações culinárias...

Todas as actividades ao ar livre abrem o apetite e muitas vezes o tempo que resta para preparar uma refeição é pouco mais do que o tempo de as criaturas esfomeadas tomarem banho.

E, a não ser que queira ou possa, a verdade é que nem sempre comer fora é uma opção...

Assim, porque não juntar o útil ao agradável e reunir a familia numa mesa na varanda e comer algo simples e rápido? Seja almoço, ou jantar, seja em casa ou num piquenique, claro está que pode tirar ou adicionar os ingredientes que preferir. É sucesso garantido.

_______________________________________

Quiche rápida com manjericão, aneto e tomilho

[serve 6 pessoas]




Ingredientes:




Para a massa:

- 200 gr de farinha T65

- 90 gr de becel líquida

- 45 gr de água

- ½ colher de chá de sal

- ½ colher de chá de açúcar




Para o recheio:

- 50 gr de alho francês

- 160 gr de cogumelos brancos

- 140 gr de milho

- 45 gr de pimento vermelho

- 40 gr de azeitonas descaroçadas

- 8 folhas de manjericão

- 2 mãos cheias de queijo mozzarela

- 1 rodela de tomate

- 4 ovos

- 200 gr de natas de soja

- uma mão cheia de aneto fresco

- tomilho qb

- azeite qb

- sal qb




Preparação:

Coloque todos os ingredientes da massa no copo da Bimby e programe 5 segundos, velocidade 6. Findo o tempo programe 2 minutos, velocidade espiga. Retire a massa e forre uma tarteira de fundo amovível.

Coloque o alho francês cortado em rodelas no copo da Bimby e um fio de azeite e programe 5 minutos, velocidade 1. Adicione os cogumelos laminados e o milho e tempere de sal. Programe mais 5 minutos, velocidade 1. Retire do copo e deixe arrefecer.

Coloque os ovos e as natas no copo e programe 15 segundos, velocidade 5. Reserve.

Pré-aqueça o forno a 180º.

Coloque por cima da massa reservada os cogumelos e o milho. Adicione as azeitonas descaroçadas e disponha ao centro a rodela de tomate e em torno o pimento vermelho cortado em tiras e as folhas de manjericão. Espalhe a mistura de ovos e natas reservada.

Espalhe tomilho a gosto e o aneto. Adicione o queijo mozarella.

Leve ao forno por 25 minutos ou até ficar douradinho.


Alternativa de Preparação:

Coloque todos os ingredientes da massa num robot de cozinha e processe no programa de amassar. Em alternativa pode amassar à mão ou utilizar massa quebrada de compra. Forre uma tarteira de fundo amovível.

Numa frigideira anti-aderente deite um fio de azeite e aloure o alho francês. Junte os cogumelos laminados fininhos e o milho e tempere com um pouco de sal. Misture rapidamente, não deixando mais do que 3 minutos. Retire e deixe arrefecer.

Misture bem os ovos e as natas. Reserve.

Pré-aqueça o forno a 180º.

Coloque por cima da massa reservada os cogumelos e o milho. Adicione as azeitonas descaroçadas e disponha ao centro a rodela de tomate e em torno o pimento vermelho cortado em tiras e as folhas de manjericão. Espalhe a mistura de ovos e natas reservada.

Espalhe tomilho a gosto e o aneto. Adicione o queijo mozarella.

Leve ao forno por 25 minutos ou até ficar douradinho.

_______________________________________






 

Comentários

  1. A tua sugestão é bem apetitosa e óptima para uma refeição leve!
    E o melhor é que tanto é bom quente como frio.

    ResponderEliminar
  2. Óptimo para os dias de calor!
    Ficou com muito bom aspecto!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. O Verão só pede estas coisas fresquinhas :-)

    ResponderEliminar
  4. Já usamos a receita várias vezes, gostamos muito. Vamos alterando os ingredientes e é todo o ano :-)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Molho cervejeira

Quem estuda economia ou gestão costuma falar sobre a curva de crescimento das empresas. Na verdade, todas as empresas têm o seu momento de crescimento, expansão e algures no tempo, a estagnação e a morte. Mais cedo, ou mais tarde, é o que acontece. Claro que há empresas que levam mais tempo do que outras a chegar ao declínio… Veja-se a Coca-cola, veja-se a MacDonalds… Independentemente da concorrência, são empresas com história que se mantêm até hoje como lideres, que ultrapassaram todos os momentos de expansão e contração da economia.Em minha opinião isto acontece por variadas razões, seja pela gestão, pelas ações de marketing, pela publicidade, mas acima de tudo, pelo segredo que os seus produtos encerram. Pela inovação que trouxeram quando chegaram ao mercado.Tentando passar isto para o panorama nacional, veja-se a Portugália e o seu molho que se mantém inalterado desde sempre (dizem). Passou de uma cervejaria de Lisboa, a uma cadeia de restaurantes espalhada por todo o país. Ainda…

Sobras de salmão

E quando a vida nos dá sobras de salmão o que fazer? Bom, desfiá-lo e fazer um salada fria? Sim é uma hipótese. Desfiá-lo e fazer uma quiche? Porque não? Fazer umas pataniscas de salmão, ou um paté de salmão? Ora… Uns rissóis? Hum… Não! Apetecia-me algo diferente…Mistura de um lado, mistura do outro e assim nasceram estes hambúrgueres. Muito simples mas que permitiram que 200 gr de salmão, que não davam para uma refeição para dois, fizessem duas refeições para dois!!! Sim porque se à noite fui comedida e acompanhei com salada, no dia seguinte foi uma excelente opção para a marmita, entre duas fatias de pão de hambúrguer, tomate e alface. Nham!!!______________________ Hamburgueres de Salmão com mayonese de caril e cebolinho[fez 9 hamburgueres]
Ingredientes:
Para os hambúrgueres:- 200 gr de salmão cozinhado- 1 cebola pequena picada- 2 batatas médias- 1 cenoura pequena- 3 colheres de sopa de coentros picados- 10 azeitonas- 1 colher de chá de açafrão- sal e pimenta qb- pão ralado qb- azeite …