sábado, 31 de março de 2012

O irresistível cheiro a pão quente

Cá por casa a cozinha é dividida a meias com o marido que gosta quase tanto de cozinhar como de petiscar. Partilhamos o gosto por receber. Partilhamos o prazer de fazer tudo ou quase tudo com as nossas 'mãos'.

Desde que temos bimby não voltamos a comprar iogurtes, gelados, sumos, queijo fresco e pão... Tentámos, desde sempre, rentabilizá-la ao máximo, tirar o maior proveito e hoje, dois anos depois, está de tal forma paga que ponderamos a hipotese de adquirir a segunda.

Queijo fresco e Pão são sempre da responsabilidade do meu marido. Pode-se dizer que após tantas experiências se especializou neste dois itens e conhece todos (ou quase todos) os truques para o sucesso... Pelo caminho houve alguns insucessos, mas hoje é indescritível o sabor e textura fantásticas do pão que cá por casa se faz, o cheiro do pão quente acabado de fazer, ou o prazer de comer a melhor dupla de sempre - pão quente com manteiga!

Porque o fim-de-semana chuvoso propícia a lanche em casa, deixo-vos os segredos do pão do Mário.

____________________________________________

Receita para Pão do Bom

Ingredientes:

- 1 Kg de Farinha de Trigo (tipo 65)

- 50 g de Fermento de Padeiro Fresco

- 550 g de Água

- Uma colher de sopa de Sal Grosso


Preparação:


Coloca-se no copo da Bimby 150g de água e o fermento. Dá-se 3 toques de turbo para dissolver o fermento (compramos uma barra de 500 gr e congelamos em unidoses de 50 gr cada). De seguida coloca-se a farinha, o sal e a restante água (350g). Programa-se 5 minutos velocidade espiga. Com as restantes 50g de água, ir adicionando durante o tempo em que estiver a amassar, de forma a garantir que a massa não fica pegajosa.

Retira-se da Bimby e coloca-se num recipiente (alguidar) largo para deixar levedar. Tapa-se com um pano e coloca-se num local abrigado, pelo menos 12 horas (fazemos este processo enquanto fazemos o jantar para cozer o pão pela manhã).

Findas as 12 horas, a massa deve ter levedado até 4 vezes o seu tamanho. Pré-aquece-se o forno a 180º. Quando retirar a massa do alguidar, não voltar a amassar e apenas retirar a massa para cima de um tabuleiro de ir ao forno, dando o formato ao pão que se deseja (deve fazer-se uma bola sem grandes perfeccionismos e sem voltar a amassar o pão, pegando em cada canto e puxando para cima caso a massa quando caia fique demasiado achatada) e deixa-se cozer pelo menos 40 minutos. No fim aumentar o forno para o máximo e deixar mais 5 minutos para ganhar cor. Deverá ter um pão de 1,5 Kg no final.


Para consultar o custo associado a fazer o pão em casa e poder compará-lo com o custo de compra aceda a economia doméstica.



Alternativa de preparação:


Dissolve-se o fermento num pouco de água. Numa superfície limpa ou num alguidar coloque a farinha e abra um buraco no meio. Nesse buraco coloque a água com o fermento e a restante água. Aos poucos vá fechando o buraco com a farinha e amasse bem. A massa terá de ficar bem ligada e não pode agarrar nos dedos. Deixe levedar em local abrigado por 12 horas (pode fazer à noite enquanto faz o jantar e por no forno de manhã).

Findo o tempo, a massa deverá ter aumentado 4 vezes o amanho original. Pré-aquece-se o forno a 180º. Quando retirar a massa do alguidar, não voltar a amassar e apenas retirar a massa para cima de um tabuleiro de ir ao forno, dando o formato ao pão que se deseja (deve fazer-se uma bola sem grandes perfeccionismos e sem voltar a amassar o pão, pegando em cada canto e puxando para cima caso a massa quando caia fique demasiado achatada) e deixa-se cozer pelo menos 40 minutos. No fim aumentar o forno para o máximo e deixar mais 5 minutos para ganhar cor. Deverá ter um pão de 1,5 Kg no final.






















Notas importantes:

1. Nunca cortar o pão logo que sair do forno, deixar arrefecer primeiro, embrulhar o pão em panos, ou deixá-lo sobre uma grelha para evitar que a transpiração do pão o molhe.

2. Fatie o pão com uma boa faca de serrilha e guarde no congelador. Evite utilizar o microondas para o descongelar. Deixe fora do congelador durante 30 minutos e já estará pronto para consumir.

3. A farinha mais barata do mercado é normalmente muito boa para este pão. Normalmente a farinha marca branca dos hípers, saem mais baratas e fazem um pão excelente (preço de farinha no Jumbo é € 0,33).

4. Os resultados com fermento seco não são iguais.

5. Se colocar um recipiente com água no forno durante a cozedura do pão a côdea ficará mais estaladiça.


1. Levedar

2. Massa dobra 4x
3. Colocar no tabuleiro sem amassar
4. Cortar as fatias e comer!
_______________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3 comentários:

  1. Adorei, que aspecto óptimo! Da última vez que tentei um kilo de farinha na bimby bão resultou... :( o que será que fiz mal? :/
    O pão fica bom quantos dias? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diabólicas delicias este é o pão que melhor resulta cá por casa. Se seguir as instruções a Bimby não se queixa. A ideia é ir adicionando a agua aos poucos para ir soltando a massa. Eu congelo o pão e garanto que 30 minutos cá fora é o suficiente para parecer pão acabado de fazer. É o pão mais parecido com o alentejano que conheço. Se experimentar depois diga como correu :-)

      Eliminar
  2. Olá, fico feliz que tenha respondido. Ai correu lindamente! Fiz tudo direitinho e ficou tão bom :p
    Quando saiu do forno só me apeteceu por-lhe o dente mas embrulhei-o numa toalha e esperei uma hora +/- até lhe fincar (hihihi) ainda estava quente e nem foi preciso manteiga :) Obrigada

    ResponderEliminar