Avançar para o conteúdo principal

Soja de frutos vermelhos

Nunca fui muito amiga de leite de vaca. Mas sempre gostei de iogurtes, natas, queijos, enfim… Mas quando a homeopata me proibiu totalmente os lacticínios confesso que achei que iria ser mais fácil de desabituar...

Penso que o problema foi mesmo tentar substituir o anterior pequeno almoço por uma alternativa de pequeno almoço. Leite com café troca para leite de soja com café. As torradas com manteiga a sério por torradas com manteiga de soja. Os iogurtes gulosos a meio da manhã por iogurtes de soja. Talvez se tivesse optado por simplesmente mudar o paradigma a coisa tivesse corrido melhor. Porque a tendência para comparar sabores acabou por me dificultar, em muito, a tarefa.

Odiei o leite de soja de compra… Tem “sabor”, é doce, não é neutro e acaba por se sobrepor ao sabor do café. Não simpatizei com a manteiga de soja, prefiro mil vezes a de vaca. E os iogurtes de soja correram-me verdadeiramente mal… As primeiras 5 fornadas… De tal forma que acabei por comprar uma iogurteira, mesmo quando tinha jurado a mim própria nunca o fazer.

Sim, podia ter comido iogurtes de compra, até porque os tenho de comprar habitualmente à minha filha que é intolerante à proteína da vaca… Mas se dou entre 2,50 €-3,50 € para ela (porque a escola exige que os iogurtes tenham inscrito a data de validade), não me consigo imaginar a gastar 5 €-10 € por semana em iogurtes para a família. É uma questão de princípio.

Tentei de tudo. Li inúmeras fontes. Usei leite de soja de compra, leite de soja feito em casa, iogurtes da marca x e da marca y, agar-agar de duas marcas diferentes, com e sem iogurteira… Enfim, um disparate. Mas saíram sempre líquidos. Estava a começar a arrancar cabelos e a pensar que não conseguia quando vi no facebook que um amigo fazia, sem problemas, iogurtes de soja na Bimby. E depois de alguns encontros e desencontros telefónicos, lá conseguimos conversar e ele finalmente explicou-me como conseguir chegar a bom porto.

Luís fico-te eternamente grata. Têm sido um sucesso.

As experiências cá por casa vão continuar porque um novo mundo começou por aqui… E aos poucos e poucos vou-me ajustando a esta nova realidade.

O leite de soja feito em casa já não o dispenso, pelo menos o sabor é mais neutro, menos doce, para além de mais barato e saudável, sem conservantes e corantes.

E por aí? Também têm problemas com lacticínios? Como é que deram a volta ao assunto?

___________________________

Iogurte de soja de frutos vermelhos

[faz 8 iogurtes]


Ingredientes:

- 80 gr de cerejas, morangos e amoras (usei congeladas)

- 60 gr de açúcar amarelo

- 1 litro de leite de soja (faço ESTA receita, mas pode usar leite de compra)

- 1 pacote de gelatina de frutos vermelhos (uso Condi)

- 40 gr de aveia

- 1 iogurte de soja natural


Preparação:

Coloque as framboesas e o açúcar no copo da Bimby e programe 8 minutos, varoma, velocidade 1.

Junte o leite de soja, o pacote de gelatina e a aveia e programe 7 minutos , 60º, velocidade 4.

Findo o tempo, programe 20 segundos, velocidade 7.

Retire o copo da base e deixe arrefecer.

Quando chegar aos 50º, adicione o iogurte de soja e programe 5 minutos, 50º, velocidade 4.

Coloque em copinhos esterilizados e abafe cerca de 8 horas ou coloque-os na iogurteira. Findo o tempo, coloque no frigorifico até prender.

Estes iogurtes ficam bem consistente.


Alternativa de Preparação:

Coloque as framboesas e o açúcar num tachinho e deixe cozinhar até obter uma polpa.

Junte o leite de soja, o pacote de gelatina e a aveia deixe levantar fervura, mexendo sempre.

Coloque num liquidificador, ou use uma varinha mágica e desfaça bem.

Deixe arrefecer até conseguir colocar o dedo dentro da misture, apesar de estar morno.

Adicione o iogurte de soja misture bem.

Coloque em copinhos esterilizados e abafe cerca de 8 horas ou coloque-os na iogurteira. Findo o tempo, coloque no frigorifico até prender.

Estes iogurtes ficam bem consistente.

___________________________

 

Comentários

  1. Que aspeto fantástico, até têm cara de sobremesa! É chato quando se tem intolerâncias ou alergias, principalmente quando não há produtos realmente bons e a preços acessíveis. Mas ainda bem que encontraste esta alternativa. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Hummm gostei da sugestão.
    A ver se faço com a minha iogurteira.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://www.receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2016/03/feliz-dia-do-pai-e-uns-muffins-de-amora.html

    ResponderEliminar
  3. Bela sugestão!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Obrigada pela receita vou fazer a minha filha é intolerante a lactose e eu andava messo a procura de receitas de iogurtes de soja :) Os teus iogurtinhos tem um aspecto delicioso!
    Beijinhos
    Ana
    http://receitasfaceisrapidasesaborosas.pt/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Molho cervejeira

Quem estuda economia ou gestão costuma falar sobre a curva de crescimento das empresas. Na verdade, todas as empresas têm o seu momento de crescimento, expansão e algures no tempo, a estagnação e a morte. Mais cedo, ou mais tarde, é o que acontece. Claro que há empresas que levam mais tempo do que outras a chegar ao declínio… Veja-se a Coca-cola, veja-se a MacDonalds… Independentemente da concorrência, são empresas com história que se mantêm até hoje como lideres, que ultrapassaram todos os momentos de expansão e contração da economia.Em minha opinião isto acontece por variadas razões, seja pela gestão, pelas ações de marketing, pela publicidade, mas acima de tudo, pelo segredo que os seus produtos encerram. Pela inovação que trouxeram quando chegaram ao mercado.Tentando passar isto para o panorama nacional, veja-se a Portugália e o seu molho que se mantém inalterado desde sempre (dizem). Passou de uma cervejaria de Lisboa, a uma cadeia de restaurantes espalhada por todo o país. Ainda…

Tarte de maçã

Quando percebemos que este é o tipo de alimentação em que nos revemos uma das preocupações surgiu com as visitas para jantar. O que servir? 
Na verdade os amigos já mostram curiosidade assim que percebem que mudamos a forma de comer, embora achem que é uma moda passageira. Ainda assim, quando nos convidaram a primeira vez para almoçar ficaram apreensivos e ligaram a perguntar o que nos podiam servir ao almoço. Estavam verdadeiramente preocupados...
Claro que lhes explicamos que podiam fazer uma carne ou um peixe porque a única coisa que mudava era o acompanhamento. Aproveitei e ofereci-me para levar uma salada, que por sinal foi do agrado de todos, e ajudou a derrubar barreiras.
Num destes dias surgiu um jantar improvisado cá por casa com uns amigos de que gostamos muito. Para finalizar uma refeição soberba, que acho que foi do agrado de todos, fizemos uma tarte de maçã. Dizia-me a minha amiga "não sei como tens tantas ideias, eu nem sei por onde começar". Eu partilhei o meu se…