Avançar para o conteúdo principal

Comida marroquina

Hoje trago uma receita de frango deliciosa. Cá por casa é uma das carnes que mais cozinhamos e ando sempre à procura de novas receitas para experimentar. As raízes desta receita são marroquinas e a inspiração veio dos limões de conservas que estão finalmente prontos a utilizar!

Há dois meses que esperava por eles e finalmente dei uso a uns poucos. Gostamos tanto que já começo a magicar ideias para os restantes que sobraram. Até porque depois do frasco aberto não podemos demorar muito tempo a utilizá-los e não conto deixá-los estragar.

A receita é simples e inspirada no mesmo livro – "O livro essencial da cozinha mediterrânica". Como é habitual, a ideia surgiu de lá mas pouco, ou muito pouco tem, a ver na sua versão final. Não quis, no entanto, deixar de partilhar a fonte de inspiração. É incrível o conjunto de receitas que são a transcrição da receita original do livro e que estão espalhadas pela blogosfera sem que sejam atribuídos os respetivos créditos… Mesmo não sendo sequer parecida, não podia deixar de referir a fonte.

___________________________

Frango no forno com limão de conserva e azeitonas

[serve 2 pessoas]


Ingredientes:

- ½ frango do campo

- 1 cebola

- 2 dentes de alho

- ½ cubo de caldo de galinha

- 1 colher de chá bem cheia de Ras-el-Hanout*

- ½ colher de chá de canela em pó

- 1 mão cheia de azeitonas verdes

- 2 limões de conserva

- azeite qb

- farinha qb

- 1 folha de louro

- sal qb

- coentros qb


Preparação:

Aqueça o forno a 180º.

Tempere o frango, cortado em pedaços, com um pouco de sal e o Ras-el-Hanout e reserve (não exagere no sal porque o limão de conserva é apaladado assim como o caldo de galinha).

Numa frigideira coloque um pouco de azeite e aloure o frango passado previamente por um pouco de farinha. O objetivo não é panar o frango, mas retirar o excesso de água que possa ter e ajudar a alourar. Assim que todas as partes do frango estejam com uma cor dourada retire e adicione a cebola cortada em luas e os alhos laminados. Deixe alourar ligeiramente.

Adicione os pedaços de frango, as azeitonas, o limão de conserva, a canela em pó e o cubo de galinha diluído num pouco de água morna (usei cerca de 250 ml). Caso tenha caldo de galinha caseiro é sempre preferível…

Regue o frango e deixe levantar fervura. Coloque numa assadeira de forno, distribua o limão de conserva e leve ao forno por cerca de 45 minutos ou até verificar que a carne está cozinhada. Se o molho secar, junte um pouco mais de líquido.

Sirva polvilhado com coentros picados e acompanhe com um couscous bem aromático, se for fã.


* Nota 1: O ras-el-Hanout é uma mistura de especiarias marroquinas assim como o caril é uma mistura de especiarias indiana. Quero com isto dizer que cada fabricante, cada vendedor tem um ras-el-hanout diferente, dependendo da quantidade que coloca de cada. A verdade é que a base tem normalmente sal, cominhos, gengibre, açafrão, canela, pimenta branca, pimenta preta, pimenta de caiena, pimenta da Jamaica e cravinho, todos moídos, mas poderá ter uma mistura de mais de 100 outras especiarias. Podem consultar este blog onde falam sobre o tema e onde podem adquirir - http://flordetavira.blogspot.pt/2010/10/ras-el-hanout-mistura-de-ervas-e_27.html. O meu ras-el-hanout trouxe-me um amigo das praças coloridas de Marrocos.

Nota 2: Para quem não quer comprar, pode simplesmente substituir por uma colher de chá de mistura de gengibre em pó e açafrão.

______________________

Receita inspirada no livro "O livro essencial da cozinha mediterrânica".

______________________

 

Comentários

  1. Que aspeto fantástico. Deve ter ficado uma refeição muito aromática e saborosa!!!.
    Gostei muito da sugestão e da apresentação.
    Resto de boa semana.
    Nel

    ResponderEliminar
  2. Taooo boooom!!!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Que delicioso aspeto, até já tenho fome...
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Frango é mesmo o tipo de carne que mais consumimos e mais gostamos, que excelente sugestão!

    ResponderEliminar
  5. Fiquei curiosa, não conhecia essa mistura de especiarias marroquina, nem os limões em conserva!
    O aspecto é delicioso!

    ResponderEliminar
  6. que frango mais apetitoso, adorei mesmo.


    www.ocantinhodosgulosos.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Adoro experimentar coisas novas.
    Ficou com um aspecto delicioso.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/02/quinze-dias-com-james-martin-e-peixe.html

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Pão

Pão... Fazer pão sempre foi para mim uma arte, uma técnica basilar e por essa razão sempre gostei de fazer o meu próprio pão, de experimentar receitas novas, de usar ingredientes novos, novas combinações. Embora não seja nascido no Alentejo, a minha familia é toda alentejana, os sabores sempre foram alentejanos e é a gastronomia com que mais me identifico, de onde o pão é quase a sua base culinária. 
Termos aderido a um novo conceito de alimentação, onde o trigo não entra, fez-me repensar o pão. Apesar de não precisar de pão na minha dieta, somos bombardeados de todo o lado pelo pão... nas reportagens televisivas sobre a Páscoa, nos restaurantes, nas feiras, etc., por isso resolvi pegar nas farinhas aprovadas na alimentação paleo e fazer o meu próprio pão. 
Peguei nos vários conceitos que li sobre o pão, nas várias experiências falhadas nestes meses e produzi o meu Pão, sem glutén, sem trigo e saboroso... nham. Ficou um bocadinho achatado, mas acreditem que ótimo de sabor. 
E é com est…

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Cheesecake aldrabado

Se o mote da nossa vida fosse sempre simplificar, tudo seria mais simples... E delicioso.
Num destes finais de dia fiz Granola. Estava a arrefecer em cima da banca quando começamos a jantar. O cheirinho aromático fez-me ter vontade de improvisar algo para a sobremesa. 
Demorou pouco mais de 30 segundos. Sabia o que tinha no frigorífico. Requeijão de cabra, doce de morango e framboesa... Claro que só podia sair um cheesecake aldrabado. Não tivesse logo eu pensado nele quando comprei o requeijão e as framboesas... Embora estivesse longe de imaginar que a falta de tempo me impossibilitasse de fazer a versão tradicional mas fizesse chegar até mim uma alternativa à altura. O risco é só mesmo ser demasiado rápido de fazer e bom demais. Tão bom que enquanto eu tirava fotos do meu, o marido já estava a comer a segunda taça! Brutal!





Cheesecake aldrabado
Ingredientes: - Granola a gosto (ESTA) - requeijão de cabra a gosto - doce de morango e framboesa a gosto (ESTE) - framboesas para decorar
Preparação: E…