quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

A todo o vapor

Não simpatizo com pescada. O que é dramático cá em casa quando a pequena adora pescada cozida e é até o prato preferido do meu marido (como é que alguém pode amar de paixão pescada cozida????)! Assim, tento arranjar ao máximo soluções para agradar aos amantes e minimizar a repulsa, no meu caso.

Esta é sem dúvida uma das formas que mais consenso obtém. Quase que consigo dizer que adoro!!!! Bom, na verdade, com outro peixinho talvez adorasse mesmo, mas o problema para mim continua a ser o sabor da pescada.

Esta é daquelas refeições que cabem na categoria de ‘refeições em 30 minutos’. Rápida de preparar e num instante estamos à mesa a comer. A cenoura dá um sabor adocicado bastante agradável, as sementes de coentros um toque cítrico fenomenal e o vinho branco um toque bastante refinado. O facto de ser cozinhado ao vapor permite manter o peixe húmido e suculento e o resultado final uma delicia!!!! Para um jantar com família e amigos, fazer em papelotes individuais faz um brilharete e na verdade o aroma do peixe que se sente quando o papelote é aberto, é soberbo… Experimentem e contem-me como correu!

___________________

Medalhões de pescada no papelote

[serve 5 pessoas]


Ingredientes:

- 5 medalhões de pescada descongelados (pode utilizar outro peixe, ou postas de pescada)

- 1 cebola

- 1 alho francês

- 1 cenoura grandita

- raspa de meio limão

- 2 colheres de sopa de sementes de coentros (usei da marca Espiga)

- 50 a 100 ml de vinho branco

- sal qb

- azeite qb


Preparação:

Corte a cebola em meias luas. Corte o alho francês em rodelas finas. Corte a cenoura em palitos fininhos.

Numa frigideira, salteie a cebola e o alho francês até estarem mais moles. Junte a cenoura e salteie mais uns 3 a 4 minutos. Junte a raspa de limão e as sementes de coentros. Tempere com um pouco de sal.

Num papelote (pode fazer com papel vegetal de cozinha ou papel de alumínio), faça uma cama com metade do salteado e distribua os medalhões por cima. Tempere com um pouco de sal fino. Cubra com o restante salteado. Regue com um pouco de vinho branco a gosto. Pode adicionar também mais um fio de azeite.

Feche os papelotes e deixe cozinhar ao vapor por 25 minutos, ou até ver que o peixe está cozinhado. Eu utilizei a Bimby e programei 25 minutos, varoma, velocidade 1 e cozinhei ao mesmo tempo, no cesto, batatas e brócolos para acompanhar.

_____________________

 

9 comentários:

  1. Simples, rápida e deliciosa

    beijinho e tem um BOM DIA!

    ResponderEliminar
  2. Eu aprecio bastante a pescada e gosto de cozinhá-la de diferentes formas. Mas em papelote ainda não experimentei. Ficou com bom aspecto e gostei da combinação de ingredientes!

    ResponderEliminar
  3. Eu gosto muito de pescada, principalmente estufada...em papelote, deve ser delicioso, mas nunca comi! Adorei a sugestão!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  4. Só consigo comer pescada feita ao vapor ou no forno

    ResponderEliminar
  5. Gosto muito de peixe no papelote e percebo... amar pescada cozida???
    Bjs, Susana
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/
    https://www.facebook.com/Tertuliadasusy

    ResponderEliminar
  6. Para pescada tem um aspecto fantástico.
    Beijinho
    Sónia
    http://cozinhadasalexandra3.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Adoro pescada de qualquer forma... mas admito, acho que cozida é mesmo uma das minhas maiores perdições (muitas pessoas me perguntam o mesmo: como é possível??!!). Aqui por casa é ao contrário... o marido não morre de amores e tenho de inventar formas para conseguir comer peixe que ele coma também sem reclamar ;) hehehe
    Esta é uma ótima sugestão :) Tem um bom aspeto...e saudável ;)
    Beijinhos

    Vânia

    ResponderEliminar
  8. Eu adoro pescada. Aliás, foi um peixe que sempre adorei, pela brancura e textura...
    Adorei esta sugestão!
    Beijinhos grandes e bom fim de semana,
    Lia.

    ResponderEliminar
  9. Gosto imenso de papelotes e gosto muito da pescada por ser tão versátil. Mas é verdade que pescada cozida não é das receitas de peixe mais fascinantes... ;-)

    ResponderEliminar