Avançar para o conteúdo principal

Bolo sem farinha

Hoje trago mais uma daquelas receitas que mostram que a simplicidade por vezes é o melhor ingrediente. Quatro ingredientes que criam pura magia e me fazem babar só de me lembrar do sabor e do aroma pela casa fora enquanto o bolo coze no forno.

Tenho-me esquecido de partilhar convosco esta receita. Faço-a algumas vezes mas normalmente não conseguimos resistir tempo suficiente para a fotografar.

Desta vez fi-la de propósito para a Susana do blog Tertúlia da Susy e para o seu projeto "A escolha do ingrediente". O ingrediente deste mês é o chocolate e o blog residente é A Alfacinha.

Com muita pena minha, o tempo para participar em todos os passatempos e desafios que diariamente nascem na blogosfera é cada vez menor... E se este é até um dos que mais gosto, nem sempre consigo arranjar forma de participar. Ou por sorte tenho uma receita preparada para publicar, que tem o ingrediente do mês, ou dificilmente tenho tempo para criar algo do zero.

A verdade é que as prioridade neste momento já ocupam cerca de 26 horas do meu dia... E se cozinho diariamente, o ritual de preparar algo para publicar não é expedito. Tudo é medido exaustivamente. Tudo é fotografado, ainda que com menos rigor do que gostaria. E claro, há o tempo para escrever, para dar um pouco de mim, doutra forma não valeria a pena...

Este post serve por isso para pedir desculpa a todos(as) os(as) bloggers com quem estou em falta. As visitas até se mantêm, mas o tempo para comentar ou participar em todos os desafios que me colocam, é uma utopia... As minhas desculpas por todos os aniversários e giveaways a que tenho faltado e todos os comentários que não retribui. Assim que conseguir, vou tentando voltar à "normalidade".

No entanto, sendo o chocolate o meu maior vicio, desta vez acabei por virar o bico ao prego. Isto é, aproveitei-me da existência do desafio para justificar um bolo de chocolate cá em casa...

E porque a Maria João e o seu blog Ponto de Rebuçado faz 1 ano de vida e o tema é o mesmo, aproveito para usar esta receita para lhe desejar muitas felicidades neste seu projeto! Só assim consigo desdobrar-me, hehehe!

Para quem gosta deste ingrediente, duvido que fique indiferente a esta receita onde o chocolate tem o papel principal. Espero que gostem.

__________________

Bolo de chocolate sem farinha


Ingredientes:

- 4 ovos XL

- 190 gr de manteiga

- 100 gr de chocolate com 70% cacau

- 100 gr de chocolate de culinária

- 200 gr de açúcar


Preparação:

Pré-aqueça o forno a 200º.

Bata os ovos inteiros com o açúcar até obter um creme fofo (cerca de 8 minutos).

No microondas e sempre a vigiar, derreta o chocolate misturado com a manteiga. Vá parando o microondas e vá mexendo.

Adicione o creme de chocolate aos ovos, mexendo sempre.

Coloque numa forma forrada com papel vegetal e leve a cozer por 30 minutos.

Desenforme apenas quando estiver frio e se quiser pode polvilhar com um pouco de açúcar em pó.

____________________

 

Comentários

  1. Uiii que pecado maravilhoso.. já estou a sentir a trinca que lhe vou dar..hehehe.

    Beijinhos e uma boa semana
    Mafalda
    http://masterchefdealgibeira.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. E eu adoro este bolo!! É um dos nossos favoritos cá por casa, ainda bem que o meu ingrediente preferido é tão consensual, que permitiu a tua presença na minha festa com esta delícia!! :D
    Beijinhos e obrigada, querida!

    ResponderEliminar
  3. :) Na verdade, não podíamos mesmo deixar de partilhar estas fotos connosco. Logo pela manhã, ver esse intenso chocolate, como uma mousse fosse, mas daquelas que vai ao forno, vem à fatia e que, mesmo assim, se derrete na boca!
    Todos nós sabemos como é correria do dia a dia, as milhares de coisas que temos/queremos fazer e as outras tantas que queríamos ter feito/adiantado e não conseguimos. Da minha parte, não tens do que desculpar.

    Boa semana :),
    Aida

    ResponderEliminar
  4. Adoro bolos de chocolate assim húmidos, perfeitos mesmo.
    Bjs, Susana

    ResponderEliminar
  5. Também fiz este fim-de-semana. É um bolo fantástico.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Quase uma mousse de chocolate no forno... what else? beijinhos e boa semana. Gostei de te ver com os teus bolinhos de vegetais.

    ResponderEliminar
  7. Eu gosto muito de chocolate, mas em bolos não é qualquer um que me tenta.
    Este sim, é tipico bolo de chocolate que me tira do sério e me deixa deliciada!!
    Maravilhoso :)

    ResponderEliminar
  8. Que delícia de bolo!!

    Obrigada pela tua participação.

    Beijinhos

    http://aalfacinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Hum... que tentação! uma receita que vai ter que ir comigo! ;)
    Bjs

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Molho cervejeira

Quem estuda economia ou gestão costuma falar sobre a curva de crescimento das empresas. Na verdade, todas as empresas têm o seu momento de crescimento, expansão e algures no tempo, a estagnação e a morte. Mais cedo, ou mais tarde, é o que acontece. Claro que há empresas que levam mais tempo do que outras a chegar ao declínio… Veja-se a Coca-cola, veja-se a MacDonalds… Independentemente da concorrência, são empresas com história que se mantêm até hoje como lideres, que ultrapassaram todos os momentos de expansão e contração da economia.Em minha opinião isto acontece por variadas razões, seja pela gestão, pelas ações de marketing, pela publicidade, mas acima de tudo, pelo segredo que os seus produtos encerram. Pela inovação que trouxeram quando chegaram ao mercado.Tentando passar isto para o panorama nacional, veja-se a Portugália e o seu molho que se mantém inalterado desde sempre (dizem). Passou de uma cervejaria de Lisboa, a uma cadeia de restaurantes espalhada por todo o país. Ainda…

Licor de framboesa

Já referi aqui algumas vezes o quanto os meus gostos têm mudado ao longo da vida. Disso foi esse exemplo este ano ter aprendido a gostar de maracujá e frutos vermelhos. Mas muitos outros exemplos houve e a verdade é que à medida que vamos evoluímos, os nossos gostos também evoluem.Para mim o grande salto aconteceu quando comecei a cozinhar. Não gostava de cebola, ervas aromáticas, pimentos, favas, cogumelos, enfim. A lista era infindável. E a verdade é que até mesmo carne de vaca, que já não comia há mais de 15 anos, por não suportar o sabor, no outro dia abri uma exceção num curso que fiz e… GOSTEI!O importante é termos a mente aberta e dar o primeiro passo para experimentar e insistir se necessário for. Porque só assim conseguimos tirar a teima se é simplesmente um ‘não gostar’ daqueles de quem nunca provou, ou um ‘não gostar’, à séria, de quem não suporta o ingrediente x ou y.As framboesas entraram na minha vida este ano. E era daquelas antipatias crónicas. Era comum ouvirem dizer-…