Avançar para o conteúdo principal

Sopa!

Se publicasse no blog todas as receitas de sopa que faço, acho que teria de mudar o nome do blog e passar a publicar duas vezes por dia. É algo que faz parte da dieta mediterrânica e é sem dúvida uma excelente forma de comer legumes. Mesmo as crianças que os colocam de lado no prato, comem tudo na sopa. E escusam de fazer cara feita porque se formos insistindo com as crianças, habituando-os desde cedo que a sopa faz parte das refeições, eles já nem questionam… Com a Joana tem sido assim e se há cachopa exigente…

E se este hábito é importante para as crianças, nada melhor que os adultos darem o exemplo, já que também evitam comer tanta quantidade do prato principal. Já pensaram o quanto os hábitos alimentares mudaram nos últimos anos??? Antes, quase só se comia carne e peixe em alturas de festa. Agora é praticamente um hábito diário, duas vezes por dia. Será assim tão saudável? Claro que as proteínas são importantes para a nossa saúde… Mas não descuramos os legumes? Nao invertemos demasiado a pirâmide alimentar? Será sustentável já para não falar de saudável? A verdade é que as doenças cancerígenas estão na ordem do dia… Passamos a vida a fazer dietas… Não sei… Parece que invertemos um bocadinho a ordem das coisas…

Pois hoje deixo-vos essa reflexão e uma receita de sopa. Na verdade não é uma ciência exata. É só escolher os legumes que mais gosta e experimentar ora com ‘entulho’ ora em creme, tudo passadinho, como preferir.

_______________________

Sopa rica de legumes

[serve 8 pessoas]


Ingredientes:

- 220 gr de courgete (1)

- 150 gr de cenoura (3 pequeninas)

- 100 gr de bolbo de funcho (meio bolbo)

- 100 gr de cebola (meia cebola)

- 100 gr de beringela (meia beringela)

- 80 gr de nabo (1 pequenino)

- 1 litro de água

- sal e azeite qb

- 2 mãos cheias de repolho


Preparação:

Coloque todos os legumes descascados e cortados em pedaços no copo da Bimby. Adicione a água, um pouco de sal e de azeite. Coloque na varoma o repolho cortado em juliana, temperado com um pouco se sal e aplique por cima do copo. Programe 30 minutos, varoma, velocidade 1.

Findo o tempo, adicione um pouco mais de azeite e triture velocidade 3-5-7 durante 1 minuto. Adicione o repolho, retifique temperos e se necessário adicione um pouco mais de água. Programe mais 5 minutos, 100º, velocidade 1.


Alternativa de Preparação:

Coloque todos os legumes descascados e cortados em pedaços num tacho com a água, um pouco de sal e de azeite (pode e deve utilizar uma panela de pressão já que demora menos tempo e mantém as propriedades dos vegetais). Deixe cozinhar por uns 25 a 30 minutos, ou até os legumes estarem tenros.

Adicione um pouco mais de azeite e triture com uma varinha mágica. Adicione o repolho, retifique temperos e se necessário adicione um pouco mais de água. Volte a levar ao lume até que o repolho esteja cozido.

______________________

 

Comentários

  1. Pois eu por mim, podes publicar 2 vezes ao dia que nao me importo nada! E se for sopinha, tanto melhor, porque sou uma sopeira!!
    O facto de ter as criaturas em casa, há sempre uma panela de sopa! E nunca pode faltar!
    Mas agora no Verão não faço tanto, mas no Inverno sao sempre um aconchego!!
    Podes por um pratinho pra mim??
    Uma beijoca grande!

    ResponderEliminar
  2. Olá.......
    Magnifica :D............
    Beijocas
    Leonor

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Olá! ficou uma sopa deliciosa... gosto tanto, um prato de sopa é algo delicioso e reconfortante!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Olá!!!!! Desculpa a ausência!!! Estou como tu, se eu publicasse todas as sopas que faço... Uiii Era xandasoup :D ahahaha! Cá em casa não sei quem faz a pior cara se o mais novo se o mais velho!! :P Mas dia sim dia não lá calha sopa na mesa!! ;) Gostei da tua!! Tem um aspecto.... Hoje a minha tem acelga!!! ;) Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  5. Essa sopinha só pode estar DIVINA!!!
    Quando tiver um tempinho, vem me fazer uma visita, tem receitinha nova no Blog :0)
    Beijos Márcia (Rio de Janeiro - Brasil)

    http://decolherpracolher.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Que sopinha fantástica! Eu gosto muito de sopa, mas no Verão não me apetece tanto... Agora, a olhar para as tuas fotos, deu-me uma vontade, hummm...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Quando era miúda não gostava nada de sopa... Cresci , tive os meus filhotes e a sopa passou a ser obrigatória lá em casa! A Laura ainda reclama, mas como tem de comer , quer reclame quer não, lá se teve de habituar à sopa diária.
    Hoje faço sopa de tudo e mais alguma coisa, e tal como tu vou variando os legumes e a textura, assim mesmo que sobre uma sopa passada do dia anterior , no seguinte junta-se uns feijões ou umas massinhas e fica logo com outra cara !
    A tua ficou bem ao meu gosto! Está bemmmm apetitosa :))
    Beijinhos bem doces amiga e tem um dia muito feliz !

    ResponderEliminar
  8. Adoro sopa! Mas confesso que me sabe melhor no inverno. No verão opto mais por saladas.

    Esta têm aspecto perfeito. Cremosa :)

    ResponderEliminar
  9. Gosto bastante de sopa em creme, tanto de verão ou inverno, está está com uma cor deliciosa, e tão bonita que ficou, adorei.
    Podes publicar às vezes que desejares ao ia eu passo por cá sempre, mesmo que atrasada.

    beijinho

    ResponderEliminar
  10. esta sua sopinha esta maravilhosa amei bjus grandes

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Pão

Pão... Fazer pão sempre foi para mim uma arte, uma técnica basilar e por essa razão sempre gostei de fazer o meu próprio pão, de experimentar receitas novas, de usar ingredientes novos, novas combinações. Embora não seja nascido no Alentejo, a minha familia é toda alentejana, os sabores sempre foram alentejanos e é a gastronomia com que mais me identifico, de onde o pão é quase a sua base culinária. 
Termos aderido a um novo conceito de alimentação, onde o trigo não entra, fez-me repensar o pão. Apesar de não precisar de pão na minha dieta, somos bombardeados de todo o lado pelo pão... nas reportagens televisivas sobre a Páscoa, nos restaurantes, nas feiras, etc., por isso resolvi pegar nas farinhas aprovadas na alimentação paleo e fazer o meu próprio pão. 
Peguei nos vários conceitos que li sobre o pão, nas várias experiências falhadas nestes meses e produzi o meu Pão, sem glutén, sem trigo e saboroso... nham. Ficou um bocadinho achatado, mas acreditem que ótimo de sabor. 
E é com est…

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Cheesecake aldrabado

Se o mote da nossa vida fosse sempre simplificar, tudo seria mais simples... E delicioso.
Num destes finais de dia fiz Granola. Estava a arrefecer em cima da banca quando começamos a jantar. O cheirinho aromático fez-me ter vontade de improvisar algo para a sobremesa. 
Demorou pouco mais de 30 segundos. Sabia o que tinha no frigorífico. Requeijão de cabra, doce de morango e framboesa... Claro que só podia sair um cheesecake aldrabado. Não tivesse logo eu pensado nele quando comprei o requeijão e as framboesas... Embora estivesse longe de imaginar que a falta de tempo me impossibilitasse de fazer a versão tradicional mas fizesse chegar até mim uma alternativa à altura. O risco é só mesmo ser demasiado rápido de fazer e bom demais. Tão bom que enquanto eu tirava fotos do meu, o marido já estava a comer a segunda taça! Brutal!





Cheesecake aldrabado
Ingredientes: - Granola a gosto (ESTA) - requeijão de cabra a gosto - doce de morango e framboesa a gosto (ESTE) - framboesas para decorar
Preparação: E…