Avançar para o conteúdo principal

A melhor massa de pizza do mundo!

Em férias o tempo dá para tudo, sinto-me com o controlo do que é meu por direito – o tempo e o que faço com ele. E ainda que devesse aproveitá-lo para descansar, uma parte considerável do tempo é passado na cozinha, cuja janela junto à bancada me inspira. Claro está que é um tempo na cozinha diferente, sem pressas, sem horários impossíveis de cumprir. É uma cozinha mais partilhada com o meu marido e com a minha pequena princesa que já começa a dar mostrar de uma enorme curiosidade culinária e de uma vontade imensa de fazer misturas, improvisações. Sim ela só tem 3 anos e meio, mas de avental vestido, muito compenetrada, até me esqueço…

Num dos serões das férias quisemos fazer pizza para experimentar a nova aquisição – um tabuleiro de granito que mandei fazer para o forno. Já tinha lido bastante sobre o assunto, das maravilhas que faz com as bases de pizza e com o pão e como é algo que fazemos com alguma frequência em casa, achamos por bem o investimento. Na verdade, sempre soube que as marcas de fornos, quase todas, têm estes tabuleiros à venda como acessórios, mas para mim gastar 200 € não era uma opção.

Lembrei-me de procurar na zona de Milfontes uma loja de mármores e acabei por encontrar uma na Boavista dos Pinheiros, a loja que habitualmente faz as pedra tumulares (!!).

Encomendei uma pedra de granito com 1 cm e meio de altura, apenas polido de um dos lados. Com a medida exata da largura de comprimento do meu forno.

E para inaugura-la, é claro, fizemos a melhor pizza do mundo, com a melhor massa de pizza da face da terra.

A pequenina quis fazer uma pizza doce para o final do rodizio de pizzas e quis ser ela a escolher os ingredientes. Confesso que pensámos que ficasse intragável… Mas não!!!!!! Ficou deliciosa!!!! Nem acredito que publico aqui a primeira receita da minha bebé! Deve ser algum record do Guiness quase de certeza.

Quanto ao tabuleiro… Foi aprovadíssimo! Fizemos uma pizza num tabuleiro vulgar e fizemos uma outra em cima da pedra. As diferenças são evidentes: uma base mais estaladiça muito semelhante às que são cozidas num forno a lenha!

Os únicos cuidados a ter são:

1. Como a pedra é porosa, deve-se ter o cuidado de nunca lavar com detergente para que a comida que se coloca a cozer em cima não fique com esse sabor.

2. Não se deve sujeitar a pedra a diferenças de temperatura muito grandes. Deve aquecer no forno e arrefecer no forno.

3. Não senti necessidade de untar a pedra, mas há quem aconselhe a untar com um pouco de óleo antes da primeira utilização.

Recomendo!

____________________

Massa de Pizza


Ingredientes:

- 10 gr de fermento de padeiro

- 320 gr de água morna

- 1 colher de café de açúcar

- 60 gr de azeite

- 500 gr de farinha T55

- 1 colher de chá de sal


Preparação:

Coloque o fermento, a água e o açúcar no copo da Bimby e deixe repousar por cerca de 5 minutos, até que comece a aparecer espuma no cimo da água. Adicione os restantes ingredientes e programe 5 minutos, velocidade espiga.

Coloque esta massa num taperware untado com um pouco de óleo vegetal e deixe repousar esta massa, tapada com película aderente, por 1 hora.

Espalhe um pouco de farinha numa bancada e amasse a quantidade que desejar e estique até que a massa obtenha a espessura que quiser.

Para fazer a pizza doce, da autoria da minha pupoca, polvilhe a base com açúcar, canela e açafrão. Remate com mirtilos e morangos e leve ao forno cerca de 5 a 10 minutos em forno pré-aquecido a 220º ou até que a massa esteja crocante.


Alternativa de Preparação:

Coloque o fermento, a água e o açúcar numa tigela e deixe repousar por cerca de 5 minutos, até que comece a aparecer espuma no cimo da água. Adicione os restantes ingredientes e amasse bem até obter uma massa macia mas firme.

Coloque esta massa num taperware untado com um pouco de óleo vegetal e deixe repousar esta massa, tapada com película aderente, por 1 hora.

Espalhe um pouco de farinha numa bancada e amasse a quantidade que desejar e estique até que a massa obtenha a espessura que quiser.

Para fazer a pizza doce, da autoria da minha pupoca, polvilhe a base com açúcar, canela e açafrão. Remate com mirtilos e morangos e leve ao forno cerca de 5 a 10 minutos em forno pré-aquecido a 220º ou até que a massa esteja crocante.


Nota: Esta quantidade deu para fazer ‘rolinhos de pizza’ e mais 5 pizzas (!) ao longo da semana. Basta manter a massa dentro do taperware, tapado, dentro do frigorífico.

______________________

Receita da massa de pizza inspirada DAQUI.

______________________

 

Comentários

  1. A tua menina é linda e talentosa como a Mãe.
    A pizza ficou uma maravilha.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Que linda e grande esta a Joaninha :)
    Adorei a tua pizza!!!
    Beijinhos grandes amiga :)

    ResponderEliminar
  3. Que fofinha a tua filhota! Vai longe...
    Adoram dar uma ajudinha.
    As pizzas ficaram deliciosas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Tenho saudades destes dias... Foi uma maravilha comer a pizza da minha princesinha. Amei estas pizzas e aconselho todos a experimentarem.
    Os parabens á minha Chef.

    Mário Marques, não pares princesa, mesmo em dieta, fascinas-me com os pratos confeccionados.

    ResponderEliminar
  5. Linda a tua filhota e já é mini chef.
    Adoro pizza mas com fruta nunca fiz,mas acredito que fique uma delicia.
    bom fim de semana
    bj

    ResponderEliminar
  6. Uma bela maneira de experimentar a nova aquisição, e tua filha é linda e vem ai uma excelente cozinheira :)

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Que delicia essa tua filhota.
    Bom fim de semana
    Kiss, Susana
    Nota: Ver o passatempo a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/07/4-edicao-do-projeto-escolha-do.html

    ResponderEliminar
  8. Eu já tinha lido sobre usar uma base de tijoleira, suponho que o resultado seja o mesmo. Ficou uma maravilha essa massa! E adorei as fotos da pequena cozinheira, é linda!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Que filhota mais fofa e já se nota o gosto pela cozinha, bonitas imagens estas.
    Ficou uma pizza com tão bom aspecto e esta aquisição parece ser fantástica.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Que delícia de post, do princípio ao fim! Uma menina linda e a pizza da cara é maravilhosa!
    Beijinhos
    http://amarmitalisboeta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Filho de peixe sabe nadar! hehehe :)
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Que bonitos cozinheiros ajudantes Catarina, e olha que sairam umas pizas fantásticas.

    Beijinho

    Paula

    ResponderEliminar
  13. Sónia desculpa, troquei-te o nome.

    Beijoca

    Paula

    ResponderEliminar
  14. Tens toda a razão, quando não há pressas apreciamos tudo e conseguimos fazer tudo e mais alguma coisa!
    Adorei as sugestões!

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Molho cervejeira

Quem estuda economia ou gestão costuma falar sobre a curva de crescimento das empresas. Na verdade, todas as empresas têm o seu momento de crescimento, expansão e algures no tempo, a estagnação e a morte. Mais cedo, ou mais tarde, é o que acontece. Claro que há empresas que levam mais tempo do que outras a chegar ao declínio… Veja-se a Coca-cola, veja-se a MacDonalds… Independentemente da concorrência, são empresas com história que se mantêm até hoje como lideres, que ultrapassaram todos os momentos de expansão e contração da economia.Em minha opinião isto acontece por variadas razões, seja pela gestão, pelas ações de marketing, pela publicidade, mas acima de tudo, pelo segredo que os seus produtos encerram. Pela inovação que trouxeram quando chegaram ao mercado.Tentando passar isto para o panorama nacional, veja-se a Portugália e o seu molho que se mantém inalterado desde sempre (dizem). Passou de uma cervejaria de Lisboa, a uma cadeia de restaurantes espalhada por todo o país. Ainda…

Sobras de salmão

E quando a vida nos dá sobras de salmão o que fazer? Bom, desfiá-lo e fazer um salada fria? Sim é uma hipótese. Desfiá-lo e fazer uma quiche? Porque não? Fazer umas pataniscas de salmão, ou um paté de salmão? Ora… Uns rissóis? Hum… Não! Apetecia-me algo diferente…Mistura de um lado, mistura do outro e assim nasceram estes hambúrgueres. Muito simples mas que permitiram que 200 gr de salmão, que não davam para uma refeição para dois, fizessem duas refeições para dois!!! Sim porque se à noite fui comedida e acompanhei com salada, no dia seguinte foi uma excelente opção para a marmita, entre duas fatias de pão de hambúrguer, tomate e alface. Nham!!!______________________ Hamburgueres de Salmão com mayonese de caril e cebolinho[fez 9 hamburgueres]
Ingredientes:
Para os hambúrgueres:- 200 gr de salmão cozinhado- 1 cebola pequena picada- 2 batatas médias- 1 cenoura pequena- 3 colheres de sopa de coentros picados- 10 azeitonas- 1 colher de chá de açafrão- sal e pimenta qb- pão ralado qb- azeite …