Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2013

E se um dia virem as vossas receitas... Numa revista?

Pouco mudou na minha forma de pensar e sentir desde que criei o blog. Na altura não me achava profissional, nem dotada de uma herança gastronómica digna de nota, nem tinha a ambição de seguir uma carreira neste mundo (já tenho duas carreiras que me completam). Para mim, o blog, tal como em tudo na vida, tem sido mais uma forma de aprendizagem porque para explicar, ensinar como se faz, esforço-me por testar, medir à exaustão e apontar para voltar a testar e só depois publicar.Mesmo com tantas cautelas, calculo que não seja infalível e haverá, com certeza receitas, que nos encheram as medidas lá por casa mas depois foram experimentadas por outros que já não gostaram assim tanto. Faz parte.Sempre fui humilde e sempre tive um enorme prazer em partilhar o que faço, sem truques, sem esconder técnicas, sem esconder ingredientes. Se faço bem algo, sinto prazer em passar essa informação tal qual a faço, sem rodeios, ou segredos e sei que o maior retorno que posso ter é saber que a receita x ou…

Vamos fazer bolachas!

Há desafios na blogosfera culinária em que participo sempre que posso, pelo prazer de inovar, de improvisar, de inventar com este ou aquele ingrediente, ou a propósito deste ou daquele tema. A Manuela do Cravo e Canela tem um desafio mensal que me fascina sempre - fazer bolachinhas! Desde a primeira edição que tento participar e de todas as vezes que o tento fazer acabo, por uma razão ou outra, por não publicar... Seja porque não tenho determinado ingrediente para a receita que escolhi, seja por falta de tempo e/ou vontade de acender o forno, seja por puro esquecimento, seja por adiar até já ser tarde demais. Enfim, quem diz a verdade não merece castigo e se tenho sempre imensa vontade de participar, a verdade é que acaba por não se traduzir em acções... Nada a fazer!Este mês, estando de férias e sendo recorrente o pedido para fazer bolachas por parte da minha pipoca, resolvi meter mãos à obra e fazer uma Senhora fornada de bolachas! Nem mais nem menos do que 140 bolachas!Claro está q…

Pasteis Vegetais

Quando partilhamos a blogosfera com tanta gente e lemos tanta coisa e partilhamos tanta coisa, é natural que sintamos que temos maior afinidade com esta ou aquela pessoa, mesmo não conhecendo a outra pessoa, a outra cara do outro lado do ecrã… Há blogs a que vou porque adoro as fotos, verdadeira pornografia gastronómica. Há blogs que visito porque adoro a forma simples como cozinha comida do dia-a-dia e onde me inspiro, muitas vezes a criar. Há blogs que leio porque têm sentido de humor, porque me deixam bem disposta. E há blogs que visito porque há uma energia por trás que me lembra a minha própria vida e existência… Ainda que o que seja escrito não o seja diretamente, ainda que nunca tenhamos trocado uma linha de diálogo. Por vezes não há uma explicação lógica. Apenas uma admiração latente que me leva, quase numa base diária, a visitas mais ou menos prolongadas. É isto que sinto pelo Suvelle Cuizine.São muitas as receitas marcadas para experimentar e não conseguindo ser organizada… …

Sobremesa - Batalha de Blogues

E para finalizar com chave de ouro o menu de verão que criei especialmente para a Batalha de Blogues da Parmalat, hoje sugiro esta tarte fresca de framboesas.O chocolate e a framboesa são aliados de peso, daqueles sabores que foram feitos para estar juntos. E melhor do que chocolate e framboesa só mesmo chantilly, chocolate e framboesa. Uma tarte simples, não muito doce, mas que em que cada migalha tem inscrita no seu ADN a frescura do verão... Vai uma fatia??Aproveito para agradecer à Parmalat os produtos fantásticos que me enviou e por ter pensado no blog para fazer parte deste projeto. Conhecendo a qualidade dos restantes blogues a concurso, cozinhas que sigo e que admiro, só posso desejar boa sorte a todas e tenho a certeza que independentemente da escolha da Parmalat, o prémio é mais que merecido! Quem quiser recordar as outras duas receitas, deixo a ENTRADA e o PRATO PRINCIPAL..._________________________
Tarte fresca de framboesas
Ingredientes:
Para a massa sable de chocolate:- 80…

Nabo gratinado

Foi em passeio pela FEI-TUR em Milfontes, como contei AQUI, que conheci a Neuza e a associação que representava – AHSA Associação de Horticultores do Sudoeste Alentejano. Uma simpatia de criatura que foi responsável por nos abrir um mundo quase infinito de coisas boas que as terras de Odemira veem nascer e que infelizmente quase não passam pelas casas portuguesas, já que vão direitinhas para exportação.Bom, a verdade é que em exposição vimos produtos fantásticos mas havia um nabo que não teimava em piscar-me o olho… Um nabo que julgo ser maior que a minha cabeça, se assim posso utilizar como termo de comparação. A balança de cozinha lá de casa não o conseguiu pesar inteiro e só o cortado em partes foi possível chegar à conclusão que tinha cerca de 4 kg de peso! Pensei eu, cá com os meus botões, esta coisa deve ter fio até mais não, isto se não estiver totalmente oco por dentro, mas que gostava que saltasse para a minha cozinha, lá isso gostava! E no último dia da feira, a Neuza oferece…

Saladas frescas

Lembram-se do galaró do outro dia? Feito no carvão? Sim, era apenas meio frango. Mas estes galarós são mesmo grannnnndes. E como é obvio nada se estraga, tudo se transforma aqui por esta cozinha.Com um pouco de imaginação, quaisquer sobras ficam com um ar diferente, em muitos casos, tornam-se verdadeiras novas refeições. A verdade é que um peito aquecido, pouca graça tinha e não dava para três pessoas. Mas desfiado e misturado numa salada, acabou por se tornar uma verdadeiro festim. Em poucos minutos.Nesta atura de maior calor, em que as saladas abundam cá por casa, acabo por utilizar um truque, para não andar a lavar a alface às prestações e ter sempre alface fresca pronta a utilizar, sem ter de recorrer aos pacotes que são práticos, mas um rombo no orçamento. O que faço é lavar bem cada folha, escorre-la bem, eliminando qualquer vestígio de água embrulhá-la nu pouco de papel de cozinha e coloca-la num saco de plástico na gaveta dos legumes do frigorífico. Está sempre boa e pronta a …

Mirtilos

Como prometido AQUI, hoje trago uma das utilizações que dei aos mirtilos que comprei em férias. Quando os vi pela primeira vez sabia que seria difícil resistir à compulsão de os comer às caixas… O sabor acre e doce é muito equilibrado e é quase impossível resistir a comer apenas uma baga de cada vez.Claro está que escondi uma caixa bem escondidinha porque queria fazer uma surpresa ao Mário. Sempre que temos a oportunidade de ir a Londres alimentasse, praticamente, de Muffins de Mirtilos comprados numa loja, estilo Starbuck, da capital. A verdade é que nenhum português que goste de comer, consegue alimentar-se decentemente naquela cidade, sem gastar uma exorbitância de dinheiro… E para enganar a fome, e alimentar a gula, são muitos os muffins que se comem. E a eleição vão para os de mirtilos. Por essa razão e tendo-os frescos na minha posse, jamais poderia deixar escapar a oportunidade de lhe fazer a surpresa.Como podem ver pelas fotos, ficaram linnnnndoooooos. O cheiro pela cozinha, e…

No carvão.

Acho que é unânime a opinião que o sucesso de um prato está grandemente dependente da qualidade dos produtos que utilizamos.Sempre que estou em Milfontes tenho a prova claro e inequívoca desta “lei básica”. Produtos, que nem aparentemente, são parecidos com os que adquiro em Lisboa. Fico perplexa… Não percebo como, num país pequenino como o nosso, possam existir tantas diferenças entre dois sítios que distam apenas 200 km entre eles.No outro dia via chegar ao talho de Milfontes os frangos que me são vendidos. Uma carrinha frigorífica normalíssima, com a inscrição ‘Avibom’. Vi os frangos saírem, serem colocados na banca, frango que comprei e trouxe comigo para casa. Não percebo porque no talho em que compro em Lisboa (para mim o melhor do distrito), os mesmos frangos Avibom são tão diferentes… Faz sentido a minha dúvida? Sendo uma empresa nacional, os frangos que produz não deveriam ser iguais? Estamos a falar da mesma tipologia de frango – frango do campo. Porquê que o frango do campo…

Batalha de Blogues - Prato Principal

Hoje é dia de Batalha de Blogues, patrocinada pela Parmalat! Há uma semana atrás publiquei a entrada e hoje é a vez do prato principal deste menu de verão que aos poucos e poucos está a ser construído. Cá por casa verão é época de saladas, comida boa no carvão e refeições feitas e comidas em família. De preferência sem horários, sem pressas, sem grandes complicações.Este foi o nosso jantar de ontem, depois de uma tarde de praia... Entre o banho da criança e a arrumação habitual... Mas poderia bem ser o almoço de qualquer outro dia. É a comida cá de casa, simples, despretensiosa. Mas nem por isso menos deliciosa. Espero que gostem e experimentem.Aproveito para sugerir que visitem os outros blogs a concurso. Estou mais que certa que serão sugestões surpreendentes e cheias de qualidade!_______________________ Lulas grelhadas com batatas recheadas e manteiga de pimentos[serve 3 pessoas]
Ingredientes:
Para as lulas:- 6 lulas grandinhas (1,2 kg)- sal qb
Para as batatas recheadas:- 3 batatas gr…