quarta-feira, 12 de junho de 2013

Noite de Santo António!

E dado que hoje é noite de Santo António e estou longe de Lisboa, não podia deixar de fazer aqui por casa um caldo verde! Provavelmente uma das sopas que mais gosto e este caldo verde é caseirinho, entregue pelo PROVE! Uma delicia!

Acho que nunca vos contei que quando era miúda tive uma ama chamada Bia. Estive com ela dos 4 aos 6 anos e confesso que nunca ninguém me marcou tanto como ela, adorava-a!

E foi com esta tenra idade que aprendi a fazer o melhor caldo verde do mundo e os melhores rissois de camarão do mundo. Claro que na altura não sabia escrever e não pude apontar a receita... E quando fui para a escola e ela faleceu, acabei por nunca ter tido a oportunidade de apontar tudo. Apesar de os fazer até à exaustão!

Quando fecho os olhos, consigo lembrar-me de cada pormenor de cada receita. Nunca conheci ninguém que cozinhasse como ela.

Para ela o caldo verde era cozido à parte do creme e só adicionado no momento de servir, regado com um fio de azeite. Assim garantia-se que não deixava de ser verde. E lembro-me com 4 anitos, agarrada a uma faca (espero que a minha mãe não esteja a ler isto) a cortar caldo verde de umas maravilhosas couves portuguesas... Bons tempos!

Realmente tempos em que havia tempo. Com a Bimby quaze consigo fazer parecido. Cozo o caldo verde na Varoma, ao vapor e quase me sabe àquelas paladares tão saudosos...

_______________________

Caldo verde da Bia

[serve 8 pessoas]


Ingredientes:

- 15 gr de alho (6 dentes)

- 60 gr de nabo

- 400 gr de batata (usei olho de perdiz que faz uma base mais cremosa)

- 1/2 cebola (80 gr)

- Sal e azeite qb

- 1,2 litros de água

- 120 gr de caldo verde

- chouriço a gosto


Preparação:

Coloque todos os ingredientes, com excepção do caldo verde e do chouriço, no copo da Bimby e programe 35 minutos, varoma, velocidade 1.

Escalde o caldo verde com água a ferver e coloque na varoma, bem como o chouriço cortado as rodelas. Vão cozer ao mesmo tempo que o resto do creme.

Findo o tempo, passe a sopa programando velocidades 3-5-7 durante 1 minuto. Prove e rectifique temperos.

No momento de servir, coloque o creme no prato, adicione a couve e rodelas de chouriço a gosto. Sirva com um fio de azeite.


Alternativa de Preparação:

Coloque a cozer as batatas, o nabo, a cebola e os dentes de alho em água temperada com sal e um fio de azeite.

Escalde o caldo verde com água a ferver e coloque a cozer numa panela à parte.

Quando os legumes estiverem cozidos, reduza a puré. Prove e rectifique temperos e se necessário junte um pouco de água. Adicione o chouriço às rodelas para acabar de cozer na sopa quente.

No momento de servir, coloque o creme no prato, adicione a couve e rodelas de chouriço a gosto. Sirva com um fio de azeite.


Nota: diz a tradição que se deve comer com uma fatia de broa e uma sardinha a pingar.

_____________________

 

 

9 comentários:

  1. Gosto muito de caldo verde! Este parece ser uma delícia!

    ResponderEliminar
  2. Parece que a Bia era uma cozinheira de mão cheia :) Mas este caldinho parece deveras delicioso!
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Gosto muito de caldo verde, mas dispenso o chouriço......o que me me cativa mais no caldo verde é o sabor acentuado a alho!!!
    Bjs e boa noite de S. João

    ResponderEliminar
  4. Maravilhoso caldo, hoje tambem o farei por aqui.

    beijinho

    ResponderEliminar
  5. Que memórias tão bonitas :) E que caldo verde tão apetitoso! :)

    Beijinhos e tem um bom resto de dia :D

    ResponderEliminar
  6. Olá...
    Que aspecto fantástico :).... E eu não gosto de caldo verde, mas vou ter que gostar :).....
    Beijocas...
    Leonor

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Adoro Caldo Verde... Seu Blog é uma TENTAÇÃO... Huuuuuuummmmmm!!!
    Beijos Márcia (Rio de Janeiro - Brasil)

    http://decolherpracolher.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Não é noite de festa popular sem um caldo verde!!!

    ResponderEliminar
  9. Oh querida...
    Memórias ternas que tens enraizadas...
    A Bia ficará decerto orgulhosa de ti e deste teu gesto ! :)
    E como era possível que já fizesses caldo verde e rissóis com essa idade ?
    De facto eram outros tempos... :)

    O teu caldo verde está lindos, as couves tão verdinhas... :)

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar