Avançar para o conteúdo principal

Caril

Adoro caril… Quem me conhece sabe que até em sobremesas gosto de caril. E assim que me lembrei de experimentar bulgur pela primeira vez, a intuição disse-me para combiná-lo com caril.

A verdade é que quando vou para a cozinha, nem sempre sei exatamente o que vou fazer. E esta foi uma dessas vezes… A ideia era fazer uma salada de bulgur, mas com um tempero de caril. Mas acabei a fazer uma pasta de caril (bem suave) que utilizei num caril de legumes com bulgur e num peixe com caril, ervilhas e pimento vermelho.

Por assim dizer, esta publicação acaba por ser um quatro em um, já que é uma forma de simplificar na cozinha, algo que é fundamental na correria habitual do dia-a-dia e a prova que nem sempre temos de sacrificar o sabor. Alguém tem dúvidas que ficou divinal?

Quanto ao bulgur, adorei!!!! Adorei a textura, adorei o sabor, adorei a combinação com o caril. Não percebo porque estive tanto tempo sem o experimentar, sem dúvida que fará parte do nosso dia-a-dia daqui para a frente.

____________________

Pasta de Caril

[fez dois pratos]


Ingredientes:

- 1 colher de café de cominhos em pó*

- 1 colher de chá de coentros em pó*

- 1 colher de chá de paprika

- 1 colher de chá de pimentão vermelho

- 1 colher de chá de açafrão

- 1 colher de chá de sal grosso

- 2 colheres de chá de garam massala

- 1 cm de gengibre fresco

- 15 gr de polpa de tomate de compra

- ½ malagueta vermelha fresca

- 10 gr de coentros

- 1 cebola média

- 2 dentes de alho

- 1 folha de louro

- 3 colheres de sopa de óleo de amendoim


* Pode utilizar em grão


Preparação:

Coloque as especiarias numa frigideira antiaderente e aqueça-as para abrir os aromas e estalar os grãos (se utilizar em vez de pó). Uns 3 minutos deve ser suficiente.

Coloque todos os ingredientes no copo da Bimby e processe 5 segundos, velocidade 5. Baixe o resíduos e volte a processar tantas as vezes quantas as necessárias até obter uma pasta (processei mais duas vezes 5 segundos, velocidade 5).

Guarde esta pasta no frigorífico durante 1 semana, caso não utilize de imediato.


Alternativa de preparação:

Coloque as especiarias numa frigideira antiaderente e aqueça-as para abrir os aromas e estalar os grãos (se utilizar em vez de pó). Uns 3 minutos deve ser suficiente.

Coloque todos os ingredientes num robot de cozinha e processe até obter uma pasta. A alternativa passa por utilizar um almofariz.

Guarde esta pasta no frigorífico durante 1 semana, caso não utilize de imediato.

_____________________

Bulgur

[acompanhou o caril de legumes, serviu 3 pessoas]


Ingredientes:

- 1 chávena de chá e meia de água

- 1/2 chávena de chá de bulgur

- 1 pernada de hortelã

- 5 a 6 fios de açafrão

- 1 colher de chá de sal grosso


* a chávena de chá tinha capacidade de 250 ml/gr.


Preparação:

Coloque a água a ferver com a hortelã, o sal e o açafrão. Quando levantar fervura adicione o bulgur e em lume brando, durante 15 minutos deixe o cereal cozer, inchar e absorver toda a água. Retire do lume e enquanto vai arrefecendo vá mexendo com um garfo para ir soltando os grãos.

Sirva como acompanhamento do caril de legumes.

_______________________

Caril de Legumes

[serve 3 pessoas]


Ingredientes:

- 2 colheres de sopa bem cheias de pasta de caril

- 2 colheres de sopa de óleo de amendoim

- 1 cenoura

- 1 nabo pequeno

- 100 gr de ervilhas congeladas

- ½ courgete

- ½ pimento vermelho

- 150 gr de grão cozido

- 8 cogumelos paris

- ½ beringela

- 200 ml de leite de coco (1/2 lata)

- 100 ml de cerveja

- temperos qb


Preparação:

Coloque a pasta de caril e o óleo numa panela e deixe refogar em lume brando. Junte a cenoura, o pimento e o nabo em cubos, as ervilhas e o grão de bico. Junte o leite de coco e a cerveja e deixe cozinhar cerca de 15 minutos. Junte a courgete em cubos e os cogumelos em quartos e deixe apurar em lume brando e terminar de cozer os legumes. Retifique os temperos e sirva com bulgur.

_____________________

Caril de Peixe com ervilhas e pimento vermelho

[serve 3 pessoas]


Ingredientes:

- 6 filetes de linguado

- 2 colheres de sopa bem cheias de pasta de caril

- 4 colheres de sopa de coco ralado

- 2 colheres de sopa de óleo de amendoim

- 80 gr de ervilhas congeladas

- ½ pimento vermelho (a outra metade)

- 200 gr de leite de coco (a restante ½ lata)

- 100 gr de água

- temperos qb


Preparação:

Coloque a pasta de caril e o óleo numa panela e deixe refogar em lume brando. Junte as ervilhas e o pimento vermelho em cubos. Junte o leite de coco, o coco ralado e a água e deixe cozinhar cerca de 10 minutos. Junte o peixe e deixe cozinhar mais uns 10 minutos em lume brando com a tampa. Retifique os temperos e sirva com bulgur ou arroz branco.

_______________________________

 

Comentários

  1. Tens a noção e que me contagiaste com o caril ! Dou por mim a experimenta-lo em tudo!!! :D
    Ficou uma refeição bem saborosa (só lhe tirava as ervilhas :P )
    Beijinhos doces amiga ! Boa semana !!!

    ResponderEliminar
  2. Ando há tempos para fazer um caril de vegetais e acho que encontrei "A" receita!! Obrigada ;)

    ResponderEliminar
  3. Mas que montra, nem sei para onde me virar e cada um melhor do que o outro.
    Kiss, Susana
    Nota: Ver o passatempo a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/p/passatempos.html

    ResponderEliminar
  4. uau amei tudo esta tudo perfeito parabens bjinhops doces
    www.artesdasadhianacozinha.com

    ResponderEliminar
  5. Adoro o sabor do caril.
    As sugestôes são todas uma delicia.
    Adoro bulgur e gostei da sugestão, quero experementar.
    Bj

    ResponderEliminar
  6. Eu adoro caril :)
    Vou ter que experimentar este e em especial a pasta :)
    Jinhus

    ResponderEliminar
  7. Olá...
    Adoro caril também.... Uso muito nos cozinhados fica com um aroma delicioso... O teu pratinho está com um aspecto super delicioso ... Adorei...

    Beijocas...

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Olha eu ficaria mesmo por um pouco de todos.. gosto muito de caril... excelente post!!

    Beijocas

    Margarida

    ResponderEliminar
  9. Infelizmente não gosto de caril, mas tem tudo muito aspeto :)

    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Nunca experimentei bulgur, mas gostei da sugestão. Ficou com optimo aspecto

    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Minha linda,

    Adoro caril, adorei as receitas e muito em especial a da pasta de caril que vou anotar para fazer um destes dias, porque isso todos gostam por aqui !

    Agora bulgur ainda não experimentei, um destes dias tenciono comprar a ver como é que o pessoal aqui encara "a coisa" ! lolol

    Adorei as tuas sugestões, parecem ser todas super-deliciosas ! :)

    Beijocas grandes

    Isabel

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Pão

Pão... Fazer pão sempre foi para mim uma arte, uma técnica basilar e por essa razão sempre gostei de fazer o meu próprio pão, de experimentar receitas novas, de usar ingredientes novos, novas combinações. Embora não seja nascido no Alentejo, a minha familia é toda alentejana, os sabores sempre foram alentejanos e é a gastronomia com que mais me identifico, de onde o pão é quase a sua base culinária. 
Termos aderido a um novo conceito de alimentação, onde o trigo não entra, fez-me repensar o pão. Apesar de não precisar de pão na minha dieta, somos bombardeados de todo o lado pelo pão... nas reportagens televisivas sobre a Páscoa, nos restaurantes, nas feiras, etc., por isso resolvi pegar nas farinhas aprovadas na alimentação paleo e fazer o meu próprio pão. 
Peguei nos vários conceitos que li sobre o pão, nas várias experiências falhadas nestes meses e produzi o meu Pão, sem glutén, sem trigo e saboroso... nham. Ficou um bocadinho achatado, mas acreditem que ótimo de sabor. 
E é com est…

Cheesecake aldrabado

Se o mote da nossa vida fosse sempre simplificar, tudo seria mais simples... E delicioso.
Num destes finais de dia fiz Granola. Estava a arrefecer em cima da banca quando começamos a jantar. O cheirinho aromático fez-me ter vontade de improvisar algo para a sobremesa. 
Demorou pouco mais de 30 segundos. Sabia o que tinha no frigorífico. Requeijão de cabra, doce de morango e framboesa... Claro que só podia sair um cheesecake aldrabado. Não tivesse logo eu pensado nele quando comprei o requeijão e as framboesas... Embora estivesse longe de imaginar que a falta de tempo me impossibilitasse de fazer a versão tradicional mas fizesse chegar até mim uma alternativa à altura. O risco é só mesmo ser demasiado rápido de fazer e bom demais. Tão bom que enquanto eu tirava fotos do meu, o marido já estava a comer a segunda taça! Brutal!





Cheesecake aldrabado
Ingredientes: - Granola a gosto (ESTA) - requeijão de cabra a gosto - doce de morango e framboesa a gosto (ESTE) - framboesas para decorar
Preparação: E…