Avançar para o conteúdo principal

Um fim de semana...

Para mim saber que vou passar o fim de semana em Milfontes é sinónimo de enorme ansiedade durante a semana que antecede e uma enorme neura dos dias subsequentes.

Aos poucos a casinha começa a estar habitável. A cozinha está funcional e já começo a não me sentir uma estranha na minha própria casa... É complicado cozinhar longe do meu território habitual, onde tenho e sei onde estão todas as traquitanas necessárias às minhas aventuras na cozinha.

Ainda que faça um enorme esforço de organização, com diversas listas de coisas que fazem falta de umas vezes para as outras, a verdade é que há sempre algo em falta... Desta vez faltava farinha e uma batedeira... A Bimby ficou a descansar desta vez.

Resolvida a questão da farinha, resolvi provar a mim mesma que consigo fazer um bolo sem batedeira, à moda antiga, como a minha avó com certeza fazia.

Depois de uns minutos a tentar que os ingredientes ficassem ligados, lá resolvi pedir ajuda ao Mário que é melhor que uma batedeira.

De resto... A inspiração deste bolo foram as laranjas que apanhei junto à estrada num passeio pela Boavista dos Pinheiros e dois iogurtes que estavam prestes a sair da validade... Claro que a cor única do mesmo também se deve aos ovos caseiros que comprei à Dona Maria que vende na praça. Tem o dom de me fazer sentir uma verdadeira conterrânea. Passa horas a contar-me as desventuras da sua vida, alternadas por um carinhoso 'minha filha'. É assim que adoro viver. E aqui sinto-me pertença de algo.

Entre um passeio pela praia, uma sesta na rede do quintal, ganho energia para mais uma semana de loucos... Porque é hora de voltar a Lisboa, ao ritmo alucinante, às responsabilidades que pagam as contas e que me fazem dar tanto valor a esta vida simples em Milfontes... Até um dia destes...

_________________________

Bolo de Laranja caramelizado


Ingredientes:

- 6 ovos M

- 250 gr de iogurte (2 unidades)

- 500 gr de açúcar (4 copos de iogurte)

- 100 gr de óleo (1 copo de iogurte)

- 130 gr de sumo de laranja (1 copo e 1/2 de iogurte + ou -)

- 450 gr de farinha Branca de Neve (6 copos de iogurte)

-2 colheres de chá de fermento em pó

- 100 gr de açúcar para caramelizar a forma

- 2 laranjas


Preparação:

Mistura os ovos com o iogurte até que obtenha uma massa homogénea. Junte o açúcar, o óleo e o sumo de laranja e mexa bem.

Junte a farinha e o fermento peneirados. Misture bem até que a massa comece a borbulhar por cima.

Pré-aqueça o forno a 180º.

Numa frigideira anti-aderente coloque o açúcar e deixe caramelizar (deixe castanho clarinho).

Numa forma de buraco deite o caramelo. Descasque as laranjas eliminando o máximo de pele branca e corte em rodelas finas. Distribua por cima do caramelo e deite a massa do bolo por cima.

Leve ao forno por 40 minutos. Findo o tempo, aumente a temperatura para 200º e deixe cozer mais 20 minutos.

Desenforme ainda morno.


Nota: usei apenas uma colher de pau para fazer este bolo. Se preferir, utilize uma batedeira eléctrica ou outro robot de cozinha.

_________________________

 

Comentários

  1. Ficou com uma cor linda e deve estar uma delicia.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Ficou com uma cor linda e um aspeto delicioso esse bolinho :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Olá moça,
    Então estives te aqui ao pé de mim....
    O meu marido pergunta onde fica esta praia com o barco porque não conheçe e como pescador ficou intrigado porque não conhece!!!Já anda com conjecturas de onde pode ser,ehehehhe.
    Temos de combinar um cafézinho na vila está visto!!!
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana Rita temos mesmo de combinar esse cafe. So nao disse nada desta vez porque ainda andamos em inúmeras arrumações ;-(. O tempo parece que nao da para nada!
      O barco esta numa praia atras do dunas parque. Consegue lá chegar a pe descendo a falésia ou pela praia do farol indo para a direita em maré baixa. É a terceira praia.

      Temos de falar mesmo! Envie-me o contato pode ser? Sonialegre@gmail.com.

      Eliminar
  4. Ficou tão lindo o teu bolo, uma tentação!

    ResponderEliminar
  5. Esse bolo ficou com um aspecto de babar!
    beijinhos :)

    ResponderEliminar
  6. Gosto muito destes bolinhos. Este ficou bem apetitoso!
    Uma prova de que é possivel fazer delicias à moda antiga!
    Bjs
    Paula

    ResponderEliminar
  7. Que bolo lindo.
    Deve estar delicioso e a cor é realmente incrível.
    Bjs
    http://come-bebe-sorri-e-ama.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Ficou mesmo bonito o bolo!! Perfeito para o meu cha!


    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Não sabia que eras "vizinha" :) adorei o teu bolo e volta logo...

    ResponderEliminar
  10. O bolo está muito bonito e com um aspecto delicioso!*

    Essa zona é muito bonita!

    ResponderEliminar
  11. Que bolinho lindo e deve ser uma delicia :) Adoro milfontes, já há algum tempo que já nao vou, mas tenho muito boas recordações:) Ainda bem que apesar da falta da batedeira não desististe de fazer este maravilhoso bolo:) Obrigada pela partilha!

    Beijinhos,
    Joana

    ResponderEliminar
  12. Das melhores férias que tive, foi em Milfontes :)

    ResponderEliminar
  13. Ficou lindo e com um aspecto fabuloso!!!
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Bem amiga ... que delicia de bolo deve ter ficado.E ainda por cima batido de colher de pau , À moda antiga... fez lembrar-me dos bolos que a minha avó fazia :)
    Beijinho grande e bem docinho para ti :)

    ResponderEliminar
  15. Olá amiga, parece que andamos em sintonia ;) Adorei o teu bolo, que ficou lindo! Bjs

    ResponderEliminar
  16. Olá amiga Sónia, gosto de mil fontes, em pequena passava lá férias. Gosto muito do teu bolinho tem um aspecto delicioso! Muitos beijinhos e uma boa semana!

    ResponderEliminar
  17. Que bolo magnífico e sim, que cor linda!!
    Adoro Mil fontes e passei lá férias, vários anos e sim, as pessoas no mercado, são as que nos fazem sentir mais "em casa" e parte de algo. É fantástica essa sensação!!
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  18. Lindas imagens e lindo bolo, adorei.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Lindas fotos, o bolo está com um aspecto maravilhoso, adorei!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  20. Querida,

    Adoro Milfontes e toda essa linda costa vicentina ! :)
    São paisagens deliciosas que nos transmitem paz e serenidade...

    O teu bolo ficou com uma tonalidade fabulosa, adoro a laranja nos bolos e advinho-lhe um sabor fantástico !

    Beijinhos grandes amiga

    Isabel

    ResponderEliminar
  21. o iogurte e natural ou de laranja

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem duvida uma questão pertinente ja que nao referi, mas utilizei natural!

      Eliminar
  22. Experimentei hoje para o dia do pai. De imagem fica excelente e de sabor divinal. Muito húmido.... Já tenho pedidos para repetir ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado por contar. Enche-me o coração saber que experimentou e aprovou!

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Pão

Pão... Fazer pão sempre foi para mim uma arte, uma técnica basilar e por essa razão sempre gostei de fazer o meu próprio pão, de experimentar receitas novas, de usar ingredientes novos, novas combinações. Embora não seja nascido no Alentejo, a minha familia é toda alentejana, os sabores sempre foram alentejanos e é a gastronomia com que mais me identifico, de onde o pão é quase a sua base culinária. 
Termos aderido a um novo conceito de alimentação, onde o trigo não entra, fez-me repensar o pão. Apesar de não precisar de pão na minha dieta, somos bombardeados de todo o lado pelo pão... nas reportagens televisivas sobre a Páscoa, nos restaurantes, nas feiras, etc., por isso resolvi pegar nas farinhas aprovadas na alimentação paleo e fazer o meu próprio pão. 
Peguei nos vários conceitos que li sobre o pão, nas várias experiências falhadas nestes meses e produzi o meu Pão, sem glutén, sem trigo e saboroso... nham. Ficou um bocadinho achatado, mas acreditem que ótimo de sabor. 
E é com est…

Aguardentes & Licores

O ano passado lancei-me na 'arte' de fazer licores para oferecer nos cabazes de Natal. Comprei uma aguardente de boa qualidade e segui duas receitas publicadas na revista da Bimby "Momentos de Partilha". O resultado final foi muito apreciado pelos convivas a quem ofereci, já que por casa ninguém é apreciador de álcool, nem nas maçãs assadas (felizmente só se estraga uma casa) e por isso nem provamos o resultado final.Este ano tentei perceber um pouco mais sobre este universo das aguardentes (a base dos licores). Em jeito de 'Resumo' tenha em atenção o seguinte:O primeiro factor a ter em consideração, quando se faz um licor, tem a ver com o teor alcoólico da aguardente porque a quantidade de água e açúcar que se vai utilizar depende disso. Isto é, se tiver um teor de álcool de 40º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar cerca de 500 gr de açúcar e 650 ml de água. Se tiver um teor de álcool de 70º, para 1 litro de aguardente, deve-se utilizar a mesma prop…

Cheesecake aldrabado

Se o mote da nossa vida fosse sempre simplificar, tudo seria mais simples... E delicioso.
Num destes finais de dia fiz Granola. Estava a arrefecer em cima da banca quando começamos a jantar. O cheirinho aromático fez-me ter vontade de improvisar algo para a sobremesa. 
Demorou pouco mais de 30 segundos. Sabia o que tinha no frigorífico. Requeijão de cabra, doce de morango e framboesa... Claro que só podia sair um cheesecake aldrabado. Não tivesse logo eu pensado nele quando comprei o requeijão e as framboesas... Embora estivesse longe de imaginar que a falta de tempo me impossibilitasse de fazer a versão tradicional mas fizesse chegar até mim uma alternativa à altura. O risco é só mesmo ser demasiado rápido de fazer e bom demais. Tão bom que enquanto eu tirava fotos do meu, o marido já estava a comer a segunda taça! Brutal!





Cheesecake aldrabado
Ingredientes: - Granola a gosto (ESTA) - requeijão de cabra a gosto - doce de morango e framboesa a gosto (ESTE) - framboesas para decorar
Preparação: E…