quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Uma refeição... A sós!

Hoje decidi ficar em casa sozinha de férias... Tirar tempo para mim, organizar-me, descansar e recuperar da azáfama natalícia que começou muitos meses antes e teve o apogeu nesta semana. Fiquei exausta...

Aproveitei para organizar roupas, actualizar as minhas visitas aos blogues que sigo, publicar receitas e ver como estamos de participações para o primeiro passatempo do blog.

Claro está que com tanta azáfama natalícia, as participações são poucas ou nenhumas, como esperava :-(... E por isso resolvi voltar à carga! E porque não fazê-lo dando o exemplo?? Afinal o prazo só termina dia 6! E o cabaz de prémios é fantástico!

Pois bem! Para mim estar sozinha em casa não significa deixar de cozinhar e claro arregacei as mangas, escolhi o produto Parmalat que ia utilizar e fiz um almoço soberbo... Mas de tal forma soberbo que irá ser repetido muitas vezes... Porque fazer refeições para um não significa algo penoso e sem sentido! Faz todo o sentido e há algumas refeições, como esta, bem rápidas, que nos dão a verdadeira sensação de sermos mimadas!

E o Natal não é só dia 25 de Dezembro cá por casa... Há comida que sobrou (neste caso, uns camarões cozidos trazidos pelo sogro) que, com a ajuda da Parmalat, se transforma em refeições com cara nova! Porque estragar comida é impensável cá por casa e as sobras não têm sempre de ter cara de sobras. Basta um pouco de imaginação!

Esta dose é para um, não se esqueçam de aumentar os ingredientes em proporção do número de pessoas à mesa! Bom apetite!

E 'bora lá concorrer!

_________________________

Linguine negro com camarão e ervilhas

[para um]


Ingredientes:

- 6 camarões cozidos

- 1 dente de alho

- 1 folha de louro

- 1 punhado de ervilhas

- 6 colheres de sopa de Natas Parmalat Levíssima

- 1 colher de sopa de polpa de tomate

- 1 colher de sopa de agua de cozedura da massa

- azeite qb


Preparação:

Coloque um tacho ao lume com água abundante, temperada de sal grosso e um fio de azeite. Junte ervilhas a gosto (+ ou - um punhado). Assim que levantar fervura, retire as ervilhas e adicione o linguine. Deixe cozinhar por 6 minutos (al dente) e reserve uma colher de sopa de água de cozedura.

Numa frigideira anti-aderente pique um alho e aloure ligeiramente num fio de azeite com a folha de louro. Adicione o camarão cozido descascado (eu abri ao meio).

Junte a polpa de tomate e as natas e deixe ferver. Junte a água de cozedura da massa e as ervilhas e envolva bem com o linguine. Sirva quente.

_______________________________

 

3 comentários:

  1. Olá!
    Pura coincidência :) hoje fiz esse linguine com tinta de choco, mas de modo diferente. Surpreendeu-me o tamanho da massa depois de cozida!!
    Gostei do teu prato, ficou lindo :)
    Vou tentar concorrer com uma coisa bem simples.
    Bjns
    Isabel
    http://emocaoascolheradas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste micro mundo blogger às vezes há coincidências assim :-) Li fico a aguardar a tua participação. Tenho a certeza que vira carregada de coisas boas e muito carinho :-). São as coisas simples que normalmente fazem a diferença :-).

      Eliminar
  2. Olá!!!! Adoro esta massa ! Ficou com um excelente aspecto!
    Aguarda notícias minhas durante a próxima semana ;) ehehehhe
    Beijinho doce e bom fim de semana !

    ResponderEliminar