Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2012

Salada de grão

Mais uma vez, uma salada fresca, desta vez de grão com bacalhau... Se fujo da salada de feijão frade com atum como o Diabo da Cruz, nem sei exprimir o que sinto pela salada de grão com bacalhau....Alguém que tenha dó de mim... Eu sei que de vez enquanto também tenho de cozinhar coisas que o Mário adora, mas é preciso ser tudo o que DE-TES-TO?!?!? E tudo na mesma semana??Pois bem, duas vezes numa semana não aguento e resolvi tomar medidas drásticas e tornar esta salada em algo mais ao meu gosto...O Mário foi olhando de lado para mim, com aquela cara que diz 'ela não sabe o que está a fazer... Não é assim que se faz salada de bacalhau com grão!'E quando a salada foi para ser fotografada, veio já meio 'ratada'... E já à mesa, com um sorriso trocista, vi a salada ser verdadeiramente devorada! E foi com enorme orgulho e satisfação que vi o Mário dizer que gostava mais desta versão! Eu também!Mas... Já fui esconder uma segunda lata de grão que para aqui tenho na gaveta, é qu…

Feijão frade

Verão pede saladas frescas mas eu confesso que fujo de salada de feijão frade com atum, como o Diabo da Cruz... Mas, como o marido adora, e como os enlatados são óptimas soluções em férias em apartamentos, lá me rendi e fiz esta salada para almoço num destes dias...Não publico a receita da pólvora, calculo que todos já tenham feito esta salada... Mas resolvi deixar o meu contributo, mais uma vez, para aqueles que procuram inspiração diária para decidir o que fazer de refeição.____________________________ Salada de feijão frade com atum[serve 4 pessoas]
Ingredientes:- 2 latas de atum de azeite- 2 latas pequenas de feijão frade- 2 ovos M- 1/2 cebola- uma mão cheia de salsa picada- folhas de alface e de agrião qb (opcional)- 1/2 pepino (opcional)- sal, azeite e vinagre qb
Preparação:Coza os ovos em água com um pouco de sal. Deixe arrefecer e depois de frios, tire a casca.Numa saladeira coloque o feijão frade (previamente lavado e escorrido). Adicione o atum meio desfeito (igualmente escorri…

Bananas & Iogurte = Batido!

Tal como prometido, venho deixar a receita do belo de um batido de banana que fiz para um destes pequenos-almoços de férias... Dois iogurtes naturais a saírem da validade, uma banana de casca muito negra, de estar no frigorífico e uma laranja deram origem a um verdadeiro festim. Tenho aprendido muito sobre a arte de cozinhar em férias, com poucos ingredientes e em como dar a volta àquele aroma que queríamos, mas está a alguns kms de distância... Por exemplo, quando pensei neste batido achei que ficaria soberbo com canela. Mas como é lógico, quando estava a fazer a mala a última coisa que me ocorreu foi que iria precisar de canela... Trouxe caril e açafrão, tomilho, óregãos, sal e alho em pó. Os básicos para mim. A canela ficou! Pois bem, não me rendi e lembrei-me de adicionar uma tirinha fininha de casca de laranja. Ficou para lá de soberbo... É óptimo aprendermos coisas novas todos os dias e provarmos que a simplicidade é quase sempre uma mais-valia.________________________________

Ba…

Lulas, hummmmm....

Adoro lulas... Grelhadas, em espetada, de caril, estufadas, fritas, na cataplana, enfim, adoro lulas...Em Lisboa tenho alguma dificuldade em confiar na frescura das lulas que estão à venda... Acabo sempre por preferir comprar congeladas. E quando tenho confiança, pedem-me sempre um preço tão alto, que acabo por não comprar...Em Milfontes vinguei-me... Comprei umas lulas fresquíssimas... Aliás todo o peixe recém apanhado em mar alto prova-me o que tanto leio nas revistas - o peixe fresco não cheira a peixe... Mas a mar! É totalmente verdade... Deixo-vos uma das formas de que mais gosto de comer lulas, espero que gostem. Mais um vez a grandeza do simples... ____________________________ Salada de lulas grelhadas com coentros[serve 2 pessoas]
Ingredientes:- 3 lulas grandinhas- 5 dentes de alho- sal qb- sumo de 1/2 lima- uma mão cheia de coentros picados- 1 folha de louro- azeite qb
Preparação: Grelhe as lulas com pele e sem separar a cabeça do corpo (ficam melhores no carvão, mas pode sempre …

Compota de aproveitamentos

Isto de estar de férias duas semanas, em apartamentos, com a casa às costas, tem que se lhe diga, mas confesso... Que, de certa forma, prefiro! Há inúmeras vantagens: gasta-se menos, come-se de forma mais equilibrada e em menos quantidade, come-se às horas que se quer (ou melhor, que a Joana quer) e normalmente tem-se mais espaço do que num quarto de hotel.Desde que a Joana nasceu que comer em restaurantes pode ser um problema... Porque nem sempre gosta do mesmo que nós, porque estraga mais do que come e porque muitas vezes os horários em que tem fome, não se coadunam com os horários de serviço... Isto significa que muitas vezes saímos para comer só porque ela diz que tem fome, come uma garfada e tudo o resto ou acaba por ser desperdício ou comido por nós, muitas vezes já sem apetite.Assim, vamos comer fora apenas quando queremos, bem como comemos em casa quando nos apetece. É apenas mais uma opção, o que com crianças acaba por ser fantástico.Pois bem, depois de uma semana pelo litora…

Sumo para começar o dia...

Pela primeira vez a minha Bimby veio de férias e não poderia estar mais contente. Mesmo de férias, há fruta a estragar-se e a pedir para ser transformada em sumo, compota ou gelado e, pela rapidez com que é possível fazê-lo, faço-o!E quem disse que existe monotonia nos pequenos-almoços? E desde quanto é necessário pagar 15 € por pessoa, diariamente, por um pequeno-almoço de hotel? Enquanto a pequena é vestida e lavada, enquanto se dobram as toalhas para levar para a praia e enquanto o papá vai ao supermercado da esquina comprar pão fresco (não há forno no apartamento por isso não podemos fazê-lo) o meu braço direito - Bimby - termina uma compota e um belo sumo de fruta!Mesmo a tempo, todos estão prontos e à mesa vorazes de fome! Quem diria que umas bananas meio negras e umas uvas meio amassadas pela viagem dariam um sumo tão fantástico... 100% vitaminas, 0% desperdício (não usei a casca da banana, mas...) e com um resultado acima da média - uma família saudável e saciada!_____________…

Improvisos no reino do pão

Recentemente compramos um novo livro de pão e temos sido verdadeiramente inspirados com a variedade de receitas fantásticas que inclui. No entanto, na hora H, na hora de fazer pão, parece impossível mas quase sempre nos esquecemos de abrir o livro. Parece que é mais prático abrir o armário, ver as farinhas que por lá há e deixar soltar o novelo da imaginação.Este pão foi um desses exemplos, fruto da vontade de fazer um pão mais escuro do que o habitual, mas sem sacrificar o sabor e a textura. Parece que acertamos em cheio. Ficou, uma vez mais, fantástico. Começo a achar que o Mário na outra encarnação era padeiro..._______________________________ Pão de mistura com tomilho e sementes de girassol



Ingredientes:- 500 gr de água- 20 gr de farelo de trigo- 1000 gr de farinha T65- 2 colheres de sopa de azeite- 1 colher de chá de sal marinho- 60 gr de fermento de padeiro fresco- 2 colheres de sopa de tomilho seco- 20 gr de sementes de girassol
Preparação:Coloque no copo da Bimby todos os ingred…

Uma surpresa

Às vezes somos surpreendidos... Confesso que, para quem me rodeia, é praticamente missão impossível... Arranjo sempre forma de descobrir o que planeiam, ou o que tencionam oferecer-me, ou onde vou passear... Não só é mau para quem gosta de mim, mas também para mim já que torna tudo, de certa forma, previsível...Pois bem, um destes dia, o Mário conseguiu surpreender-me... Ficou de fazer ele o pequeno-almoço de sábado. E como tínhamos fruta no frigorifico a estragar-se resolveu fazer uma mistura de melão e melancia para acompanhar uma bela tosta de queijo em pão de passas. Qualquer pessoa teria cortado uma fatia de melão e uma de melancia e teria servido cortada aos cubos, ou em barco, enfim, o trivial... Mas o Mário não... E quando me sentei enfim à mesa, confesso que não conseguia parar de rir... Acho que ele ficou, inclusive, um pouco zangado comigo... Eu sou prática e quando cozinho raramente me lembro de fazer algo assim. A pressão do tempo e de colocar a comida na mesa a tempo e…

De férias...

Depois de um ano de loucos e de um final de 'época' com uma fractura no cóccix, finalmente vim de férias! Pela primeira vez para apartamento, sem refeições contratadas, mas com a minha Bimby a tiracolo. Os cortes deste ano foram brutais lá por casa, já que somos ambos 'funcionários públicos' e o destino de férias acabou por ser o nosso país, que tantas coisas giras tem para ver e tanto precisa de um empurrão...Como no primeiro ponto da estadia tínhamos grelhador na rua, muitas das refeições foram grelhados. O Mário estreou-se na arte de acender o lume e sem dúvida os anos de experiência inscritos no seu ADN (herança dos seus antepassados pré-históricos) resultaram em refeições fantásticas, sem mácula de inexperiência. E a primeira refeição foi um soberbo frango assado! A desvantagem foi ter sobrado metade, assim como metade de um pacote de espinafres baby que tinha comprado para fazer sopa. A dimensão do frigorifico não permite armazenar grandes restos por muito tempo …

Uma experiência de pão

Cá por casa está mais que instituído o hábito de fazer pão. Semanalmente já faz parte das rotinas desde que temos Bimby, assim como fazer iogurtes. Há quem ache que somos loucos... E ninguém percebe como tendo uma criança com dois anos e meio, tendo um trabalho de 7 horas por dia e ainda dando aulas e organizando alguns espectáculos de dança, conseguimos ter tempo e pachorra para fazer pão, quando seria mais fácil ir à padaria por trás da nossa casa e simplesmente... Comprá-lo.Pois posso garantir que não só é uma questão de hábito, como também um verdadeiro prazer. E na verdade o processo de amassar demora muito pouco tempo e em nada depende de nós. E depois o processo de fermentação até pode ser moroso, mas não é preciso intervir. E por fim a parte da cozedura implica apenas que o coloquemos no forno e o tiremos. Simples? Sim na verdade é. E o prazer de comer pão quente é impagável, assim como os ganhos em termos de saúde são inúmeros - usamos a farinha que queremos assim como a qua…

Alentejo

Antes de vir de férias já andava em modo 'Alentejo', não fosse eu uma fã incondicional. E como antes de virmos estivemos numa de 'limpeza' da arca congeladora e do frigorifico, encontrei numa das gavetas um lombo de porco preto fatiado que tinha comprado e uma amêijoas vietnamitas congeladas.Claro que poderia ter pensado em milhares de pratos diferentes, mas porco e amêijoas casam perfeitamente e nada melhor do que feitinho à moda alentejana.Claro está que aldrabei e fiz muito mais à minha moda. Mas servi num belo prato alentejano que tinha comprado no Curval, perto de Reguengos de Monsaraz, o que fez deste prato tipicamente alentejano, ora pois!_______________________________ Lombo de Porco com amêijoas

[serve 3 pessoas]
Ingredientes:- lombo de porco preto fatiado (cerca de 700 gr)- 2 mãos cheias de amêijoa- 4 dentes de alho- 2 folhas de louro- 100 ml de vinho branco- sal, alho em pó e azeite qb- coentros qb
Preparação:Tempere a carne com sal e alho em pó a gosto. Core a …

Apetece-me algo...

Sabem daqueles dias em que nos apetece um bolo, mas não um bolo qualquer, um bolo simples, daqueles caseiros, tipo bolo de acompanhar chá? Foi o que me aconteceu esta semana...Não me apetecia bolos elaborados, com creme, ou com chocolate (logo eu que sou viciada em chocolate!). Apetecia-me um bolo de maça, simples, mas com uma cobertura crocante. Com tantos livros de receitas e revistas coleccionadas bem que podia ter dado uma vista de olhos em alguma das receitas marcadas para mais tarde repetir... Mas não me apeteceu e fui navegar na internet à busca de inspiração. E encontrei-a num site inglês - www.ardrossfarm.co.uk. Claro está que não segui a receita à risca, sou totalmente indisciplinada, mas a inspiração foi mesmo daqui. E o resultado final aprovadissimo!_______________________________ Bolo de maçã com cobertura crocante
Ingredientes:
Para o bolo:- 100 de manteiga de soja (pode usar normal)- 100 gr de açúcar refinado- 3 ovos biológicos- 100 gr de farinha- 1 colher de chá de fermen…

Uma vez mais Koala

Em Julho fiz um workshop fantástico, "patrocinado" pela Koala e realizado na QB Essence em Oeiras (veja AQUI). Todos os pratos realizados eram fantásticos, mas houve um que me encheu verdadeiramente as medidas - um gelado de bolacha e doce de leite com redução de maracujá.Assim que vi o maracujá torci logo o nariz... Não sou fã de frutos ácidos e achei que não ia gostar de todo. Pois bem, foi uma enorme surpresa... Não só porque o gelado em si era divinal, mas a própria redução completava na perfeição a sobremesa. Claro que esta foi a primeira receita que quis fazer cá em casa para mostrar o que tinha aprendido no curso! Até porque a Koala tinha gentilmente oferecido um cabaz de produtos onde se incluía uma lata de polpa de maracujá. Claro está que também o Mário torceu o nariz ao Maracujá... Mas no final, também ficou fã da receita na integra, com a redução. Sem surpresa.
Aqui está uma receita para repetir muitas e muitas vezes. E como a redução rende bastante, ainda deu p…

Sopa diferente

Quando penso em sopa, penso em sopa feita da forma como se faz na casa dos meus pais ou dos meus avós. Um creme de legumes passados com 'entulho' (legumes verdes). O creme de legumes lá tinha a sua variante quando o puré era de leguminosas (feijão ou grão) mas sopa na sua verdadeira acepção da palavra é assim... Pois bem... Ver programas de TV sobre culinária e ler livros sobre a temática, tem-me dado vontade de experimentar coisas diferentes. E foi nessa busca de novos sabores que resolvi fazer a minha primeira experiência... Nada de coisas muito complexas, mas um primeiro passo, espero eu, para a descoberta de novas sopas fantásticas... Resolvi fazer um creme de abóbora assada com umas beldroegas. O formato de sopa mantive, isto é, creme com 'entulho'. Mas sem duvida que a intensidade de sabores, mostrou-me um caminho que não conhecia. As beldroegas utilizadas foram apanhadas na horta da Quinta do Chocalhinho. Sem duvida têm um paladar muito diferente das de venda/est…

Say Cheeeese... Cheesecake!

Com a abertura oficial da época das amoras, resolvi fazer uma sobremesa bem fresca com as que escaparam ao doce - um Cheesecake. Não é a sobremesa mais original do mundo, tenho de dar a mão à palmatória, mas ao fazê-la com alguns dos produtos que trouxe de Odemira, fez toda a diferença... Sem duvida que a qualidade do produto de base influencia e muito o resultado final de um prato.Na mesma semana fiz três cheesecakes: dois de amoras e um de maracujá. Os de amora, um foi feito com requeijão de cabra da Queijaria do Mira e o outro com queijo fresco de compra... A diferença foi abismal... Quem me dera ter este requeijão mais à mão...Deixo-vos a receita. Espero que gostem.____________________________________ Cheesecake de Amoras Silvestres
Ingredientes:- 250 gr de açúcar- 350 gr de bolachas digestivas (ou Maria)- 100 gr de manteiga sem sal- 400 gr de natas frescas- 400 gr de queijo fresco (ou 250 gr de requeijão de cabra)- 10 folhas de gelatina- 300 gr de amoras
Preparação:Coloque o açúcar …