Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2012

Um piquenique muito especial

No passado fim-de-semana fui a um piquenique organizado pela minha amiga Joana M. A Joana é daquelas amigas especiais que tem o condão de mobilizar pessoas, de organizar eventos, de estar sempre à frente de alguma ideia genial. Seja uma festa surpresa para alguém que faz anos, seja um 'cabaz de sobrevivência' para um amigo que vai trabalhar para o estrangeiro, ou um presente de boas vindas para um novo rebento no seio do grupo. No ano passado emigrou e todos ficamos mais pobres... Ela era a fita-cola que nos unia... De regresso ao país para férias e sedenta de saber e contar novidades e matar os desejos de comida portuguesa, resolveu organizar um piquenique. E como eu adoro piqueniques, confesso que aderi logo cheia de ideias! E apesar de na 6º feira ter trabalhado até às 22 horas, às 11 da manhã estava em Monsanto com este conjunto de iguarias, que deixo como sugestões neste tempo propício a estas patuscadas com amigos e família. É a prova de que com um pouco de organização e u…

Nham, nham...

Como tenho referido algumas vezes, adoro petiscar. Petiscar na verdadeira acepção da palavra. Coisas pequeninas, que tenham um aspecto tentador e que de uma dentada só me façam levitar. À minha pequena (grande) biblioteca de livros de culinária juntei recentemente "O livro essencial dos Aperitivos". Um livro fantástico, cheio de ideias, para os apreciadores de comida à séria em tamanho de brincar, como costumo dizer. Inicialmente ainda pensei que as fotos fantásticas que nos abrem o apetite, não correspondessem ao sabor (quantas desilusões já tive a este respeito). Mas depois de experimentar esta, confesso que me sinto tentada a experimentar as 300 páginas de receitas. Esta receita fiz para o piquenique organizado na semana passada pela minha amiga Joana M. E fez sucesso. Ainda assim, teria ganho muito mais se tivesse estado permanentemente no frio até ao momento de servir. Os sabores ligam na perfeição e ainda que pareça muito complexa de montar, a verdade é que o resultado…

Fritos...

Quando perguntei á minha amiga Joana M. que petiscos queria que eu fizesse para o piquenique do fim-de-semana passado, ela disse-me, sem qualquer margem para excitação, PEIXINHOS DA HORTA!!!! Confesso que fazer fritos não é a coisa que mais gosto de fazer, especialmente às 7:00 da manhã... Mas já que estava com a 'mão na massa' lembrei-me logo de outras coisas que poderia fazer para juntar ao menu do piquenique. Uma das coisas que mais adoro é beringela frita. Sei que ali para os lados da terra do meu pai (Fundão) é uma receita algo comum e já que tinha uma no frigorífico... Normalmente passo só por farinha e ovo e frito em óleo/azeite bem quente. Mas como desta vez tinha a polme dos peixinhos da horta, acabei por passar cada rodela por esta mistura, acabando por ser uma surpresa mais do que positiva. Outra das opções de que me lembrei foi fazer uns nuggets de frango. Como iriam lá estar crianças, achei por bem arranjar uma solução rápida, que se comesse facilmente e que fosse d…

Tarte para um piquenique

As minhas primeiras aventuras gastronómicas remontam aos meus 14 anos... Muito timidamente, tentei colmatar uma lacuna da grande cozinheira que é a minha mãe - os doces... Ela nunca foi muito de fazer doces e para além das gelatinas ou dos pudins mandarins, pouco ou nada aparecia lá por casa ou, se aparecesse, era da casa da minha avó (essa sim uma grande doceira, apesar de não saber ler ou escrever, tem uma base de dados mental infindável). Uma das sobremesas mais apreciadas era a minha tarte de maçã escondida. Não havia festa em que não fosse pedida. Esta receita foi-me dada já nem eu sei bem por quem, mas vim a encontrá-la mais tarde num livro bem antigo - 'O livro Doce da Nestlé'. Claro está que fui fazendo algumas adaptações ao longo do tempo, mas confesso que é daquelas tartes que sai sempre bem. E apesar de já não a fazer há muito tempo (tal foi o 'enjoo' de tantas vezes a fazer no passado) lembrei-me dela por ocasião do piquenique na minha amiga Joana M. Ficou ma…

Ausência Forçada

Queridos amigos faz hoje uma semana que a minha Bimby da informática (leia-se Ipad) foi para arranjar. Um pequeno acidente, mas que poderá levar-me a estar cerca de 60 dias sem o meu objecto de culto, que me permite diariamente alimentar o blog. Para quem trabalha 7 horas diariamente e ainda tem um segundo emprego com uma carga horária de 7 horas semanais (tudo isto acumulado com uma filha bebé), um aparelho destes é imprescindível porque torna possível arranjar tempo onde há muito já não o há... Seja numa pausa entre tarefas diárias, seja no carro a caminho do segundo trabalho, seja no sofá entre uma brincadeira e outra com a Joaninha... Sem o Ipad torna-se impossível actualizar o blog com a frequência que desejo, ficando dependente de um tempo livre para me sentar e escrever no pc de casa (o que, como devem calcular, será uma proeza, para não dizer uma verdadeira utopia).
Enfim... Estou já cheia de saudades... E resta-me dizer-vos 'até já'... E pedir desculpa pelas claras dif…

Jantar a correr

Por vezes cozinhar é uma maratona. Chego a casa, depois de uma dia de trabalho, a Joana eufórica a pedir-me atenção e ainda tenho o jantar para fazer… Eu até podia passar com um prato de sopa ou de cereais mas não me parece que a minha princesa ficasse bem só com isso… e não tem qualquer culpa do cansaço da mãe…Naqueles dias em que o relógio aperta e a Joana se torna impaciente de volta das minhas pernas “mãe papa!”, confesso que me apetecia ter uma varinha mágica (daquelas das fadas madrinhas) e providenciar um jantar em 3 segundos! Mas como não tenho varinha, aprendi a ter alguns truques na manga para dias de aperto…Uma das soluções que adoptei é ter sempre molho de tomate fresco no congelador… Rapidamente lhe junto uma carne picada e faço uma bolonhesa ou um peixe e faço um estufado, ou simplesmente utilizo como base numa pizza.Estes bifes de peru surgiram num desses dias de aflição… A Joana adora pratos com molho e apresentar-lhe um bife grelhado não é opção… Assim, se mascarar co…

Dia internacional da amizade

Sendo hoje o dia internacional da amizade queria aproveitar para deixar um agradecimento muito especial a todos os amigos que ganhei desde que criei o blog. É com as vossas criticas, sugestões e elogios que vou crescendo. É com o vosso apoio incondicional desde o inicio que me vou realizando enquanto pessoa. Um beijo muito especial carregado de amizade a todos os meus amigos 'físicos' e virtuais, que são hoje mais que muitos... A amizade é haver uma alma em dois corpos.
(Aristóteles)


Os amigos verdadeiros são aqueles que vêm compartilhar a nossa felicidade quando os chamamos, e a nossa desgraça sem serem chamados.
(Demetrio de Falera)


__________________________________________

Foto extraída do google.

______________________________________



Peixe grelhado

Às vezes as refeições mais simples são realmente as que nos saciam mais. Desde que experimentei fazer dourada com laranja (uma receita da Susana Gomes do blog nosoup-for-you) nunca mais deixei de grelhar e experimentar novos sabores e combinações, seja com carne, seja com peixe. Nem sabia, tão pouco, que o forno tinha uma função grill!!!!Tinha muita pena de não viver numa casa que me permitisse ter um grelhador a carvão, onde pudesse fazer grelhados ‘à séria’. Mas desde que experimentei esta forma, confesso que me passou a ideia… Porque realmente é limpo, rápido e não muito diferente em termos de sabor.Desta vez fiz uns robalos grelhados com aromas cítricos. Como o meu amigo Carlos C. está sempre a meter-se comigo por causa dos pratos calóricos que vou deixando no blog, resolvi hoje deixar esta sugestão mais leve… E não menos saborosíssima! Espero que gostem.____________________________________

Robalo Grelhado com lima, manjericão e erva príncipe

[serve 2 pessoas]




Ingredientes:

- 2 robalo…

Catupiry.

Se há algo que me deixa a babar é pizza… Eventualmente o que mais me fascina na pizza, ou melhor, o que me leva a gostar tanto de pizza, é a mistura de tomate e queijo que adoro. E naqueles dias em que me apetece comer ‘javardice’ normalmente é pizza que me apetece. Não sei se sabem o que quero dizer… Mas tenho dias em que não me apetece portar bem e só me apetece comer coisas calóricas… É nesses dias que faço mais disparates e normalmente é pizza que sai.Pois bem, havia uma pizzaria perto do meu trabalho que era divinal… O senhor que as fazia era brasileiro e adorava surpreender-nos nos rodízios com ingredientes diferentes. E foi assim que provei pela primeira vez pizza com queijo catupiry, que é um queijo típico brasileiro e que é até ‘fazível’ nas nossas casas.Claro está, quando a minha amiga Anabela M. foi ao Brasil pedi-lhe para me trazer queijo catupiry, já tendo em mente esta pizza fantástica. E assim que chegou a minha encomenda, não esperei uma semana para a fazer! E cá está …

Caracolada!

Para mim, o verdadeiro petisco de Verão é o belo do caracol… É incrível a vontade que tenho de comer caracóis assim que o calor começa a aparecer… Lembro-me de quando estava grávida que o médico não me aconselhou a comer caracóis... Mas a vontade era tanta que resolvi 'amukinar' caracóis (tradução: usei Amukina, um desinfectante para saladas)! LOL!No entanto, como gosto muito de saber o que estou a comer, confesso que não tenho muita coragem para comer estes bicharocos fora de casa. E modéstia à parte, os meus caracóis são efectivamente muito bons…Há sítios que ganharam fama e é ver verdadeiras romarias de gente à espera de vez nas esplanadas ou a levar os tapperwares cheios para casa. Mas, por mais fama que tenham, desatino quando vejo o quanto os caracóis por vezes estão mal lavados… E para comer com nojo, mais vale não comer e por isso passei a fazer em casa!Pois bem, estes últimos ficaram para lá de soberbos. De tal forma que a minha filhota resolveu provar um e outro e ma…

Corden Bleu

Adoro tostas mistas… Acho que era capaz de me alimentar uma vida inteira só de tostas mistas… Adoro o queijo a derreter e a mistura com o fiambre aquecido… São uma combinação mais que perfeita…Recordo-me quando era miúda, de a minha mãe comprar uns cordon bleu congelados, numa loja do bairro, que tinham apenas fiambre e queijo e eram panados… Já fui diversas vezes à mesma loja, mas para minha infelicidade, parece que deixaram de os fazer…Mas como não posso alimentar-me a tostas diariamente e nunca mais consegui arranjar os corden bleu da minha infância, resolvi improvisar uma refeição que saciasse os meus apetites mais obscuros…Et voilá! Saíram perfeitos e gulosos… E podem ser preparados previamente e congelados e depois utilizados quando temos pouco tempo._________________________________________


Corden Bleu de peru

[serve 4 pessoas]




Ingredientes:

- 6 bifes de peru finos

- 12 fatias de fiambre

- 12 fatias de queijo cheddar

- sal qb

- 2 ovos

- farinha para panar

- pão ralado para panar (usei ma…

Queijo fresco

Quando descobri que a Bimby também fazia queijo fresco, não hesitei um segundo em experimentar! O primeiro não saiu perfeito, mas, identificado o problema, nunca mais deixou de sair bem... Há uns fins-de-semanas atrás, em passeio por Odemira, resolvemos comprar leite de cabra caseiro - já tinha destino traçado! Já tínhamos experimentado fazer queijo fresco de cabra com leite da marca President, mas não tinham saído bem... Mas com este caseiro, tínhamos a certeza que só poderia dar certo! E sem duvida que saíram divinais, muito parecidos em sabor com os da queijaria Guilherme, dos quais sou fã. Fazer queijo fresco não tem propriamente uma grande ciência, mas se tivesse que destacar algo importante, destacaria a necessidade de ser bem apertado. Quanto mais se apertar, mais seco vai ficar, melhor a textura.E com o soro faz-se pão! Nada se perde e tudo se transforma!Já me esquecia, esta receita é do Sous-Chef lá de casa... _____________________________________


Queijo fresco de Cabra




Ingred…

Bosão de Higgs

Na outra semana publiquei uma receita de petit-suisses de manga e hoje não resisto a publicar a de petit-suisses de ananás! As minhas aventuras culinárias não são feitas apenas de sucessos e confesso que esta receita deu luta! Mas à quarta tentativa foi mesmo de vez e confesso que, talvez por não ter sido fácil, ficaram divinais!A primeira vez experimentei com leite sem lactose e inexplicavelmente ficaram líquidos... A segunda vez tentei com gelatina neutra e não acertei com a quantidade e não se conseguiam comer de tão duros e de sabor tão acre... À terceira vez omiti as natas e o iogurte talhou... Mas à quarta, surpreendentemente, correu bem! Fiquei inchada de felicidade! Mais parecia que tinha descoberto o "Bosão de Higgs", que tanto na moda esteve esta semana!Com certeza serão para repetir muitas e muitas vezes!____________________________________ Petit-suisse de ananás[6 unidades]
Ingredientes:- 150 gr de ananás/abacaxi (usei fresco)- 25 gr de açúcar- 50 gr de gelatina de…

Pão

No passado fim-de-semana fomos convidados para um almoço na quinta de uns amigos. Como não gostamos muito de chegar de mãos a abanar, o Mário lembrou-se de fazer pão, já que é o especialista lá de casa no assunto. Eu adoro todo o pão que é feito cá em casa, mas com este fiquei sem palavras! Não sei se foi por as azeitonas utilizadas terem sido colhidas com tanto carinho por nós, ou se foi o travo a tomilho, ou simplesmente do talento do Mário para fazer pão, mas foi realmente um sucesso.Ora pois deixo a receita para quem quiser experimentar, porque esta é daquelas que vale verdadeiramente a pena!__________________________________ Pão com Azeitonas e Tomilho



Ingredientes:

- 1kg de Farinha tipo 65

- 500 g de água

- 50 g de tomilho

- 50 g de fermento de padeiro

- 125 g de azeitonas sem caroço

- 1 colher de sopa de sal




Preparação:

Na Bimby dissolver o fermento em 100 g de água (2 toques de turbo). Colocar a farinha, o resto da água e o sal, programar 5 minutos velocidade espiga. Enquanto amassa, a…

Bacalhau com natas sem lactose...

Sou fã de bacalhau. Para mim é um híbrido entre a carne e o peixe e que se presta a uma infinidade de receitas. Mas das mil e uma receitas de bacalhau, a que mais gosto é sem duvida o bacalhau com natas.O que pode ser chato quando é diagnosticada intolerância à lactose à nossa bebé... Pois bem, cá por casa decidimos que nos teríamos todos de adaptar a esta realidade! Não faz sentido uns comerem uma coisa e outros comerem outras. Claro que a ideia me parece menos atingível quando se decide fazer bacalhau com natas pela primeira vez, depois da descoberta... Mas não desisti e ainda bem que o fiz! Não notei qualquer diferença para a receita original que sempre fiz e à parte o queijo ralado, que até é opcional, consegui uma receita sem lactose, mais saudável e que a minha bebe pudesse comer sem ficar doente.Com toda a certeza, passará a ser o bacalhau de natas cá de casa e tenho a certeza que os convivas que venham a prová-lo não darão conta de que não tem lactose! À pois é!______________…

Iogurtar...

Os iogurtes desta semana ficaram soberbos... É mais forte do que eu. Nunca consigo fazer sempre os mesmos. E desta vez não foi diferente... Como estava de apetites de petit suisses, resolvi pôr mãos à obra e não é que saíram uma maravilha?!Daquelas maravilhas em que nos apetece lamber os dedos... Em que não sabemos bem se estamos a comer um iogurte ou uma sobremesa! Quase sentimos remorsos!Pois bem... Estes ficaram nesse patamar!____________________________________Petit-suisse de manga[6 unidades]
Ingredientes:- 150 gr de manga madura- 25 gr de açúcar- 50 gr de gelatina manga-pêssego- 20 gr de água- 400 gr de leite meio gordo- 100 gr de natas- 1 iogurte natural
Preparação:Coloque a manga e o açúcar no copo da Bimby e triture 5 segundos, velocidade 5. Programe 5 minutos, 100º, velocidade 1.Dissolva a gelatina na água e reserve.Programe 1 minuto e vá progressivamente até à velocidade 7. Programe mais 30 segundos, velocidade 3 e vá adicionando a gelatina pelo bocal da tampa.Adicione o leit…

Lagartos...

Gosto muito da comida alentejana. Já tive oportunidade de o partilhar. Não muito da parte das migas, mas tudo o resto aprecio bastante. Em especial a carne de porco preto.Aqui há uns anos surgiu a moda dos secretos… Depois veio a moda das bochechas… E mais recentemente a moda dos lagartos…Quando pedi ao João do talho que me tentasse arranjar lagartos ele ficou um bocado preocupado… Digamos que ele não fazia sequer ideia de que raio de parte do porto estávamos a falar… E honestamente nem eu… E por mais que pesquisasse na net, eram tantas as versões que simplesmente desisti.Mas ele não e lá me arranjou uns belos lagartos. Apesar de não terem ciência nenhuma, não quis deixar de partilhar esta sugestão. No meio das rotinas, nem sempre sabemos o que havemos de fazer para almoçar/jantar e são sempre bem vindas sugestões!__________________________________

Lagartos Grelhados

[serve 2 pessoas]




Ingredientes:

- 500 gr de lagartos de porco preto

- sal qb




Preparação:

Tempere os lagartos com sal a gosto e…

Peixe cozido... Blhac...

Lá por casa não sou a única a cozinhar… O meu sous-chef cozinha verdadeiramente bem e aqui há uns tempos brindou-me com esta salada fabulosa. Inicialmente achei a mistura de ingredientes pouco convencional, até curiosa, mas sem dúvida foi uma surpresa muito agradável!Não tem complexidade nenhuma e é fantástica para os dias de calor e de férias. Mas especialmente para quem, como eu, não gosta mesmo nada de peixe cozido! Sim, porque esta salada foi feita porque houve alguém lá por casa que estava com desejos de pescada cozida (o sous-chef) e houve alguém que odeia peixe cozido e torceu o nariz (a chef e a filhota)! Assim fez-se a vontade a todos!___________________________________

Salada de Pescada

[serve 4 pessoas]




Ingredientes:

- 3 batatas médias aos cubos

-2 cenouras pequenas em meias luas

- 100 gr de ervilhas

- 2 ovos

- 2 postas de pescada

- 1 pimento grelhado de conserva

- 70 gr de pepino

- 50 gr de couve chinesa

- sal qb




Preparação:

Coza o peixe e os ovos cerca de 20 minutos. Coza à parte os le…