Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2012

Pernas para que te quero...

Como ao domingo a electricidade é mais barata (porque tenho contador bi-horário) aproveito para ligar o forno. Pratos de forno são para mim, sinónimo de conforto, de comida boa, de comida com molho! São também a melhor forma de receber amigos/família, pela disponibilidade que nos oferece. Além disso, cozinham-se maiores quantidades e quase sempre significa comida para a marmita do dia seguinte… Não há como não ser fã! Ganha-se em todas as frentes.Pois quando faço estas pernocas no forno raramente consigo que sobrem… E desta vez não foi excepção… Ficaram tão divinais que quase esqueci a razão porque as comecei a fazer… hehehe…Pois bem eu conto a história. No meu local de trabalho há um refeitório. Quando comecei a trabalhar, almoçava lá diariamente. Fizesse chuva ou sol, pela comodidade de ser no mesmo edifício, pelo preço e até pela variedade da comida… Mas nos últimos 11 anos a quantidade de vezes foi diminuindo tão drasticamente, que nos dias que correm deixei de lá ir…Há quem diga …

Corre corre...

Na correria dos jantares há duas ferramentas de que não prescindo: a Bimby (claro!) e a cataplana. A comida feita na cataplana é algo de absolutamente divinal. Acho que merece cada cêntimo do investimento e devem comprar a maior que encontrarem. Isto porque temos sempre a ideia de colocar este ou aquele ingrediente, mas se forem tão inventivos quanto eu, a lista inicial de 4 ou 5 ingredientes, rapidamente duplica e quando se dá conta já não há espaço na cataplana… Para além de que se evita sempre a chatice do molho derramado no fogão quando levanta fervura…Outra das enormes vantagens da cataplana é o sabor que transmite aos alimentos. Como cozinha em ambiente fechado, os aromas e sabores não se perdem, acabando por ser uma forma de cozinhar mais saudável. Para além da versatilidade de pratos que permite, sejam eles doces ou salgados! Já experimentaram fazer leite creme na cataplana??? Di-vi-nal! Em breve coloco aqui no blog…Entretanto, deixo esta receita salgada. Que foi feita num daq…

Mais um acompanhamento

Este arroz é uma excelente alternativa ao arroz branco. Fica soltinho, saboroso e fica bem com qualquer combinação salgada que se faça com ele enquanto acompanhamento. E cá por casa até passa no palato da minha princesa que só gosta de arroz branco…Este foi feito para acompanhar uma cataplana de porco, mas confesso que até o comia sem acompanhamento…________________________________________

Arroz frito com alho

[serve 4 pessoas]




Ingredientes:

- 200 gr de arroz agulha

- 4 dentes de alho

- 40 gr de azeite

- 800 gr de água

- sal qb




Preparação:

Coloque o alho e o azeite no copo da bimby e programe 3 segundos, velocidade 5. Com uma espátula, baixe os resíduos que ficaram agarrado às paredes do copo e programe 4 minutos, varoma, velocidade 1.Entretanto coloque o arroz no cesto e lave-o bem. Adicione por cima o alho, o azeite e o sal. No copo da Bimby adicione a água e encaixe o cesto. Programe 17º, 100º, velocidade 3. A meio do tempo mexa com um garfo.


Alternativa de Preparação:

Pique o alho miudinho pa…

Batatas fritas de mentira!

Às vezes é difícil ser imaginativo no dia-a-dia… Há a pressão das horas para jantar. Há os gostos difíceis de uma criança de dois anos. E há a preocupação em fazer refeições equilibradas e relativamente saudáveis…Por vezes em 30 minutos ou menos… Não que alguém me bata com um pau se o jantar não estiver servido às 19:30, mas porque entretanto a garota não me larga as pernas e o marido ciranda mais do que o habitual a cozinha…Para acompanhar uma cataplana de porco com amêijoas decidi que não iria fazer batatas fritas (aliás, é algo que muuuuuuiiiiiiito raramente faço por aqui). Por isso, peguei numas batatas-doces e resolvi fazê-las no forno. Ficaram divinais e até a Joana se deixou enganar… Julgou mesmo que eram batatas fritas! Claro está que não repetiu quando as provou, mas para os adultos à mesa a combinação ficou divinal!_______________________________________

Palitos de Batata Doce com tomilho

[serve 2]




Ingredientes:

- 4 batatas doces médias

- sal qb

- azeite qb

- tomilho seco qb




Prepar…

Cerejada ou Limonada?

O Mário encomendou 15 Kg de cerejas… Depois de distribuir pela família e de comer bastantes, achei que tinha de começar a utilizá-las na cozinha!Domingo foi dia de visitas familiares, por isso, já tinha o que precisava – cobaias!!!Almoço já pronto e sobremesa já no frio, lembrei-me de fazer uma limonada… de cereja! Ou cerejada será o nome adequado??? Nomes à parte, a verdade é que se a limonada da Bimby já é algo do outro mundo (no meu caso foi determinante para passar a beber limonada, já que antes não gostava), limonada de cereja é lindo, fresco e bastante agradável! E o tempo bom já pede destas coisas!Porque não juntar a família para um piquenique e surpreendê-los com esta bebida de Verão? Depois contem como foi!_____________________________________________

Limonada de Cereja

[serve 4]




Ingredientes:

-2 limões grandes

- 100 gr de açúcar (+ ou -)

- 1 litro de água fresca

- 150 gr de cerejas (peso já descaroçadas)

- 1 folha de hortelã (mais algumas para enfeitar)




Preparação:

Corte os limões em …

Passatempo e receita!

Este fim-de-semana foi passado a correr… Tinha decidido que iria tirar folga da cozinha, mas não consegui de todo! Lembrei-me que tinha o passatempo da Koala em que queria participar e tinha de criar algo publicável! Não faltam receitas no blog em que utilizo os produtos Koala, mas são todas de pratos salgados e queria publicar algo doce.Andei a semana toda às voltas com ideias mirabolantes mas, à última hora, resolvi fazer uma receita simples e fresca, uma receita que sei que resulta porque já foi feita dezenas de vezes cá por casa, apesar da resistência do Mário ao coco…E a verdade é que o tempo fresco está aí e se a meio da dieta apetecer fazer um disparate, sempre se pode optar por algo menos doce, menos calórico e que ao mesmo tempo satisfaça aquela vontade louca de comer algo proibitivo!A propósito da receita e do passatempo em que estou a participar, o mesmo dá-me a hipótese de ganhar um curso de cozinha (já que não aspiro a ser a vencedora). Para isso acontecer, a foto da min…

Especiarias indianas

Por vezes há dias em que estamos inspirados. Quando fiz este peru, posso dizer, que estaria num desses dias… Não me apetecia simplesmente assá-lo, apetecia-me algo diferente… Olhei para os tubos de ensaios onde tenho as especiarias e não me ocorreu nada. Foi quando encontrei no fundo do armário uma embalagem de uma mistura de especiarias que comprei numa loja indiana (mas que também já vi à venda na área internacional do Jumbo). Resolvi experimentar, mas confesso que estava à espera de algo com uma cor vermelho intenso e fui surpreendida com uma cor a cair para o verde. Ainda olhei à procura da validade, mas como não encontrei, resolvi acreditar que aquilo só poderia ser mesmo assim e experimentar. :-)Posso dizer-vos que não me lembro de comer um peru assado tão bom… Cá por casa quase não sobravam os ossos, hehehe.Tenho a sensação que vamos passar a comer mais vezes peru._______________________________________________

Perna de Peru no forno com Tandori Masala

[serve 2]




Ingredientes:

- 2 …

Limão... Em garrafa.

Os limões continuam em força na minha cozinha. E como preciso de iogurtes lembrei-me de fazer a receita de Iogurtes de Lemon Curd que costumo fazer, vezes sem conta, do livro ‘Velocidade Colher’ da Susana Gomes.No entanto, desta vez, resolvi inventar… Como já tinha uma fornada pronta de iogurtes sólidos de straciatella, pensei em fazer iogurtes líquidos!?!? Fui fazendo um pouco às apalpadelas mas gostei e muito do resultado final!Pois bem, são ainda mais rápidos e fáceis de fazer! Como são iogurtes líquidos não necessitam da mesma quantidade de iogurte natural nem de leite em pó, porque não precisam de ganhar a mesma consistência. São rápidos, económicos e uma óptima forma de gastar limões.Se precisar de informação suplementar sobre como fazer iogurtes, veja aqui.______________________________________

Iogurtes Líquidos de Limão

[serve 6 garrafinhas de 0.75 cl]




Ingredientes:

- 800 gr de leite meio gordo

- 180 gr de lemon curd

- 25 gr de açúcar

- 1 colher de chá de iogurte natural




Preparação:

Co…

Amarelo... Limão!

Quando ouvi falar, pela primeira vez, em Lemon Curd pensei “que raio é isso?” Depois de descobrir o que era, fartei-me de rir já que tinha feito inúmeras vezes, sem saber! Desmistificando, para quem ainda não sabe que palavrão é este, não é mais do que um ‘doce’ de limão… aveludado. Um doce que leva ovos, manteiga e leite, quase como o recheio de uma tarte de limão merengada… É muito idêntico!Com a Bimby aprendi a fazê-lo na perfeição, já que se aguenta mais de 2 semanas no frigorífico sem se estragar.Com o livro ‘Velocidade Colher’ da Susana Gomes, aperfeiçoei a arte de fazer Lemon curd, já que é a receita que mais utilizo.A aplicação mais natural, aqui por casa, é em iogurtes. O que sobra é normalmente comido ou à colherada ou entre duas bolachas Maria.Pois desta vez, não tinha os ingredientes todos, faltava-me ovos e leite meio-gordo… E com a pressa acabei por verter, para o copo da Bimby, alguns ingredientes em maior quantidade do que a receita original pede… Criei, por isso, uma…

Nêsperas...

Ao olhar para a fruteira dou conta que as nêsperas estão cheias de pintas pretas, quase ‘mortas’… Ainda pensei que pudessem estar mais doces agora, mas nada feito…Não sou fã de nêsperas, ainda que quando fosse criança, trepasse às nespereiras para as apanhar… Talvez o bom das nêsperas seja o sabor a sol, quando são apanhadas quentes, directamente da árvore e comidas de imediato. As que se vendem hoje são demasiado artificiais e como são colhidas bastante tempo antes de serem colocadas à venda, não têm o sabor a sol… Aliás, arrisco a dizer, que não têm sabor a nada…Pois bem, vou fazer doce… Mas a quantidade que tenho é tão pouca que nem compensa o trabalho de as estar a descascar… E porque não juntá-las com pêra?? Afinal, ainda tenho algumas das ‘toneladas’ que o Mário comprou na Makro. Quem sabe não fique bem… Pois bem. Fica! É uma verdadeira delícia… Quase me sinto tentada a voltar a gastar dinheiro em nêsperas… Mas apenas para as transformar em doce!________________________________…

Baunilha em vagem

As baunilha em vagem são bastante caras. Por isso, quando retirar as sementes para alguma sobremesa, pode reutilizar a vagem, colocando-a no açucareiro.Quando lhe parecer que a vagem ficou demasiado seca, pode adiciona-lá na confecção de doces e compotas. Não só ganha nova vida, como o aroma que liberta no doce é indescritível. [veja a secção de doces e compotas]____________________________________

Ementa 3 - 26 Maio a 2 de Junho

Um hábito recente que adquiri foi o de fazer ementas semanais! Parecendo que não, é uma tarefa que exige algum tempo e diariamente não há esse tempo. Assim, é mais fácil de verificarmos se temos todos os ingredientes em casa e pensar antecipadamente no que nos faz falta e fazer a respectiva lista de compras.Antes, tinha por hábito ir ao talho e à peixaria uma vez por mês. As refeições eram feitas com base no que tinha na arca, mas por vezes apetecia outra coisas e lá andava eu nas compras novamente... Em termos de orçamento familiar pesa bastante este tipo de solução e torna limitada a escolha diária, por impulso e pressão do tempo, das refeições.Tiro, assim, 15 minutos das minhas 6ª feiras e elaboro a ementa semanal, com todas as restrições horárias de quem tem 3 trabalhos e com todas as restrições que uma bebe de 2 anos, com intolerância à lactose, pode representar.Faço a lista de compras com base nesta lista e compro apenas o que poderá fazer falta nessa semana! Acaba-se por gasta…

RTP Memória

Quando abriu o canal RTP Memória descobri que às 9:30 da manhã passavam sempre a rubrica de culinária que dava nos anos 80 e 90 na RTP 1. Claro está que passei a gravar diariamente e ao fim-de-semana via verdadeiras matinés de culinária.Foi bom recordar alguns cozinheiros da nossa praça como o Chef Silva, o Chef Hernâni Ermida ou mesmo a Filipa Vacondeus. Fazem todos parte da minha infância. Havia quem visse desenhos animados, eu via rubricas de culinária…Num desses episódios gravados vi uma receita do Chef Hernâni Ermida de filetes de pescada recheados que me agradou. Apesar de não ser grande fã deste Chef, com algumas alterações, esta tornou-se uma das receitas que mais faço cá por casa.Aproveito este post para manifestar a minha desilusão por este tipo de programas quase terem sido erradicados da televisão portuguesa. Sem dúvida que vejo mais programas do Jamie ou da Nigella do que dos grandes cozinheiros que o país tem. Somos um país com uma cultura gastronómica riquíssima e é uma…

Arroz na Bimby.

Uma das coisas que melhor sei cozinhar é arroz... Talvez por isso tenha sido sempre tão resistente à ideia de fazê-lo na Bimby! Chega a ser quase estupidez quando em tantas outras coisas mais complicadas me acabei por render à minha 'menina'.Mas é tão fácil meter a ferver água e deitar lá para dentro o arroz, para quê ocupar a Bimby com esta tarefa menor? Era basicamente este o raciocínio... Mas no outro outro dia deu-me a preguiça (bendita preguiça) e resolvi fazer um arroz de ervilhas na Bimby. Pois bem. RENDI-ME! O arroz foi feito no cesto e ficou exactamente no ponto, bem sequinho. E não precisei de estar a picar cebola ou alho, ou atenta para que o arroz não pegasse! Sem dúvida que muitos se seguirão.______________________________________

Arroz de ervilhas sequinho

[serve 4 pessoas]



Ingredientes:

- 200 gr de arroz agulha

- 50 gr de ervilhas congeladas

- 1 cebola pequena

- 1 dente de alho

- 30 gr de azeite

- sal qb

- 800 gr de água




Preparação:

Coloque a cebola, o alho e o azeite no c…

Verão na cozinha!

Com este tempo bom só apetece comer coisas frescas… Chegou a época das saladas, dos pratos leves, das quiches e tartes, empadas, hum… Um mundo infindável de coisas boas!Na cozinha faz-se a troca dos sabores de Inverno pelos sabores de Verão. Quase faz lembrar as movimentações nos armários cá de casa em cada mudança de estação! É em tudo semelhante e parece que se prova cada sabor com a mesma sensação com que se volta a vestir roupa de Verão – parece que tudo sabe melhor!Para começar a estação fresca, deixo estar tarte simplesmente fantástica… Ainda com alguns ingredientes de Inverno, mas que sabe tão bem comer acompanhada de uma saladinha, seja em casa, no jardim, num piquenique ou na marmita…__________________________________________

Tarte de Queijo Azul, com pêra e nozes

[serve 8]




Ingredientes:

Para a massa

- 200 gr de farinha (usei T 55)

- 90 gr de margarina

- 45 gr de água

- ½ colher de chá de sal

- ½ colher de chá de açúcar




Para o recheio

- 50 gr de queijo Danish Blue

- 70 gr de queijo Chévr…