sexta-feira, 30 de março de 2012

Marmita e Planeamento

Se tiver, no seu local de trabalho, um espaço onde possa conservar e aquecer comida, este é dos maiores factores de poupança que conheço... Por mais barato que se possa comer em snack bares e afins, nunca se gasta menos de 100 € por mês... Com um pouco de organização, fazendo comida a mais no jantar do dia anterior, por exemplo, garantidamente poderá almoçar de forma mais saudável a um menor custo.

Nestas coisas é tudo uma questão de rotina... Até ao início deste ano sempre tomei o pequeno almoço e o almoço fora de casa... Reclamava diariamente pela falta de qualidade da comida do refeitório e pelo preço exorbitante, sempre em escalada nesta época de crise... Mas pela falta de alternativa, continuei a reclamar, mas a comer fora...


No início do ano foi adquirido um micro-ondas na área de trabalho do meu marido e sem dúvida não voltei a reclamar. Consigo poupar dinheiro e consigo garantir uma alimentação mais saudável, porque sou eu que controlo o que como, na quantidade que quero. Os meus dias mantêm-se em acesa correria, mas agora faço maior quantidade de comida ao jantar garantindo que sobeja para o almoço.


Ao fim-de-semana, faço sempre um prato daqueles que rende bastante, de forno - bacalhau com natas, empadão, lasanha, bacalhau espiritual, moussaka, etc. - e pelo menos o almoço de 2ª e 3ª feira estão garantidos. Posso também congelar e optar por comer noutra refeição em que não haja tempo para preparações de maior.

 

 

1 comentário:

  1. Eu sou professora do 1ºciclo, com 25 anos de serviço e sempre levei marmita para a escola. Até cheguei a levar café num termo. Há 4 anos que estou a lecionar na cidade onde moro e almoço em casa, mas há dias em que fico na escola para adiantar trabalho e continuo a levar a marmita. Poupa-se imenso.
    bjs
    Zezinha

    ResponderEliminar